Gênesis 29 Estudo: Jacó se Encontra com Raquel

Advertisement

Neste capítulo de Gênesis 29 estudo, veremos que Jacó, em determinado ponto de sua jornada, avista um poço e três rebanhos. Ao conversar com os homens que ali estavam, estes informaram ser de Harã e, ainda, que conheciam Labão.

Informaram que sua filha Raquel vinha vindo em direção a eles. Ao conhece-la, Jacó se apaixona e a beija. Então se apresenta e expõe tudo que lhe havia sucedido. Labão ao saber, hospeda Jacó em sua casa.

Após um mês, Jacó pede-lhe que, em troca de sete anos de trabalho, Raquel lhe fosse concedida por esposa. Labão consente com o proposto. Decorrido o prazo acordado, Labão oferece um banquete para celebrar a união e, à noite, ao invés de Raquel, conduz Lia para deitar-se com Jacó.

Jacó, ao amanhecer, surpreende-se e questiona Labão, o qual aduz que era costume que a filha mais velha se casasse primeiro. Então, propõe que Jacó trabalhasse mais sete anos para ele, em troca de Raquel, a qual já lhe seria dada dali uma semana. Jacó concordou e trabalhou mais sete anos por Raquel.

Advertisement

Jacó amava mais a Raquel. Vendo o Senhor o desprezo a Lia, a fez fecunda, dando-lhe filhos. Raquel era estéril.

Gênesis 29 estudo: Contexto histórico

Anteriormente, no capítulo 28, de Gênesis, Isaque abençoa mais uma vez a Jacó e lhe ordena que buscasse, entre as filhas de Labão uma esposa. Então Jacó foge. Esaú ao ouvir todas estas coisas, movido por ciúmes, casa-se com a filha de Ismael.


Você ler a Bíblia todos os dias mas Não consegue Entender a Mensagem de Deus? Clique Aqui e venha Estudar Teologia Conosco de Maneira Fácil e Descomplicada! 📖


Jacó, pelo caminho, ao dormir, tem uma visão como que de uma escada em que anjos subiam e desciam e Deus lhe fala intimamente, lhe apresentando a promessa que havia feito a Abraão. Jacó erige uma coluna e faz um propósito de obediência a Deus.

Capítulo 1-8

1 Então Jacó se pôs a caminho, e foi à terra do povo do oriente (este “caminho” duraria uns vinte anos).

Advertisement

2 E olhou, e viu um poço no campo, e eis que três rebanhos de ovelhas estavam deitados perto dele; porque daquele poço davam a beber aos rebanhos; e havia uma grande pedra sobre a boca do poço

3 E se ajuntaram ali todos os os rebanhos; e removiam a pedra de sobre a boca do poço, e davam de beber às ovelhas; e tornavam a pôr a pedra sobre a boca do poço, no seu lugar.

5 E ele lhes disse: Conheceis a Labão, filho de Naor? E eles disseram: Sim, conhecemos (Labão é o irmão da mãe de Jacó).

6 Disse-lhes mais: Encontra-se bem de saúde? E eles disseram: Sim, está bem; e eis aqui Raquel, sua filha, que vem com as ovelhas (é a primeira menção a Raquel na Bíblia; ela desempenha um papel proeminente no grande Plano de Deus; será a mãe de José e Benjamim.

Ela era a antepassada de três das grandes Tribos de Israel: Benjamim, Efraim e Manassés; os últimos dois eram os filhos de José).


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


7 E ele disse: Eis que ainda estamos em pleno dia; não é tempo ainda de ajuntar o gado; dai de beber às ovelhas, e ide apascentá-las.

Advertisement

8 E eles responderam: Não podemos, até que se ajuntem todos os rebanhos,e removiam a pedra de sobre a boca do poço, para que demos de beber às ovelhas (provavelmente o motivo foi que Labão era o dono do poço, e os outros rebanhos não podiam beber até que Raquel primeiro desse de berá o seu rebanho).

Jacó

9 Estando ainda ele (Jacó) falando com eles, Raquel veio com o gado de seu pai, porque ela era a pastora (está bem claro que observamos que a Mão do Senhor já está operando nesta situação com respeito ao encontro de Jacó com Raquel).

10 E aconteceu que, vendo Jacó a Raquel, filha de Labão, irmão de sua mãe, e as ovelhas de Labão, irmão de sua mãe, chegou Jacó, e removeu a pedra de sobre a boca do poço, e deu de beber às ovelhas de Labão, irmão de sua mãe

(três vezes o Espírito Santo faz com que Moisés, ao escrever este relato, repita o termo “o irmão de sua mãe”. Ele não o fez sem propósito; a ideia é: Jacó já se encontra com seus próprios parentes,com seu osso e sua carne”).

11 E Jacó beijou Raquel, e levantou a sua voz, e chorou (o Patriarca foi sobressaltado de emoção; e acredito que principalmente pelo gozo de ver a Mão de Deus operando em sua vida).


⚠️ Receba Estudos Exclusivos no Whatsapp:


12 E Jacó disse a Raquel que ele era sobrinho do pai dela, que era filho de Rebeca; e Raquel correu, e anunciou as novas a seu pai (Jacó realmente era o sobrinho de Labão).

13 E assim que Labão ouviu as novas novas de Jacó, filho de sua irmã, correu a recebê-lo, e o abraçou, e o beijou, e o trouxe para a sua casa; e ele (Jacó) contou a Labão todas estas coisas

(sem dúvida, Labão tinha mais de 100 anos neste momento; possivelmente até 120. Labão fez agora quase exatamente o que ele tinha feito anos antes, quando ele foi falar de Eliézer e Rebeca, sua irmã[Gn 24.29]).

14 E Labão lhe disse: Verdadeiramente meu osso e minha carne és. E esteve com ele um mês inteiro (depois disto, Jacó se foi e teve o seu próprio lugar).

Advertisement

LABÃO

15 Então disse Labão a Jacó: Porque tu és meu irmão, hás de servir-me de graça? Me declare qual será o teu salário. (Jacó, o comerciante, encontra-se agora com Labão, outro comerciante, e os dois se vêem, por assim dizer, esforçando cada nervo, para driblar o outro.)

18 E Jacó amou a Raquel,e disse: Eu te servirei sete anos por Raquel, tua filha menor (Jacó está agora por colher o fruto amargo do seu pecado).

20 Assim serviu Jacó sete anos por Raquel; e estes lhe pareceram como poucos dias, por que muito a amava (é um engano popular supor que Jacó não se casou com Raquel até finalizar os sete anos, ou ainda os outros sete anos depois; cada evidência indica que ele tomou imediatamente cada esposa, e logo serviu [ao sogro] pelo tempo correspondente a cada uma).

JACÓ E LIA

21 E disse Jacó a Labão: Me dê a minha mulher, porque o meu tempo se cumpriu, para que me case com ela (seu “tempo” já completo simplesmente significa que ficaram de acordo no contrato; que ele serviria a Labão sete anos por Raquel, conforme Versículo 30).

23 E aconteceu que,de noite, tomou a Lia, sua filha, e a trouxe; e ele [Jacó] entrou a ela (quando Lia foi até Jacó, sem dúvida ela estava vestida com um véu e, além disso, a habitação estava provavelmente escura; Jacó acreditou que era Raquel).


Domine a Arte de Elaborar e Pregar Sermões Expositivos para Ensinar com Profundidade, Clareza e Fidelidade as Escrituras!
(Clique Aqui e Confira)


25 E aconteceu que, pela manhã, viu que era Lia; e ele disse a Labão: O que é isto que me tens feito? Não te servi (concordei) por Raquel? Porque,pois, me enganaste? (O desgosto que Jacó causou a Isaque lhe custou pelo menos 14 anos de servidão.)

26 E Labão respondeu: Não se faz assim em nosso lugar, que se dê a menor antes da primogênita (era um costume inventado por Labão; não há provas de tal costume nessa parte do mundo).

27 Cumpre a semana desta (me serve sete anos por Lia), e te darei também a outra, (Raquel) pelo serviço que me servires outros sete anos.

RAQUEL

28 E fez Jacó Fez assim, e cumpriu a semana daquela (ele aceitou essa transação de sete anos a mais, somando um total de quatorze) : Então lhe deu por mulher a Raquel, sua filha.

30 E possuiu também a Raquel; e amou também a Raquel mais que a Lia, e serviu ele ainda outros sete anos (em tudo isto, podemos ver que o Senhor está corrigindo Jacó.

O Senhor realmente não castiga seus filhos, mas definitivamente Ele corrige seus filhos; a correção é destinada a nos ensinar algo, enquanto o castigo não contém instrução, somente dor. Jacó está sendo corrigido; parece até que ele reconhece e aceita isso).

OS FILHOS DE LIA

31 E viu o SENHOR que Lia era desprezada (a palavra “desprezada” significa aqui “menos amada”), e abriu a sua madre; porém Raquel era estéril (não há indício de que Jacó maltratava Lia mas há indício de que Raquel o fez.

O Senhor presenciou tudo isto e, como resultado,fez Lia fecunda e, ao mesmo tempo, fez Raquel estéril. De fato, Lia era a antepassada tanto de Davi como de nosso Senhor; e não pode haver outra honra maior que essa! Devemos sempre permitir que esta seja uma lição para nós: que o Senhor veja tudo e age de acordo).

32 E concebeu Lia, e deu à luz um filho, e chamou o seu nome Rubem (o nome significa, na realidade, “Eis um filho”); pois disse: Porque olhou o SENHOR a minha aflição; agora, por tanto, me amará o meu marido (Lia não tinha culpa em toda esta situação; portanto, Raquel, sua irmã, não deveria afligi-la por isso. Como se nota, o Senhor não foi tão bondoso com respeito ao que aconteceu).

33 E concebeu outra vez,e deu à luz um filho; e disse: Porquanto ouviu o SENHOR que eu era desprezada, deu-me também este; e chamou o seu nome Simeão (seu nome significa “ouvir”; ela estava em atitude conforme a posição que o Senhor ouviu a sua petição).

34 E concebeu outra vez, e deu à luz um filho,e disse: Agora esta vez se unirá o meu marido a mim, porque dei à luz três filhos; por isso, chamou o seu nome Levi (seu nome siga dai de beber).

(Judá significa “louvor”; portanto, nestes quatro filhos temos um símbolo da totalidade do Plano de Redenção. O “filho” é nascido, “ouve” o Evangelho, é unido ao Senhor, e “louva” ao Senhor. Mas, como veremos no Capítulo seguinte, não termina aqui.)

Conclusão

Vemos aqui, mais uma vez, o tratamento de Deus sobrevindo sobre um filho seu. Jacó, conhecera Raquel e as escrituras revelam que ele se apaixona por ela. Qual não fora a surpresa de Jacó ao se deparar com Lia, na manhã posterior ao casamento?

A forma como Labão trocou as irmãs e como Jacó não percebeu quem estaria desposando, faz um paralelo com a forma que este havia enganado seu pai, Isaque, o qual, sem perceber, de igual forma, abençoou filho adverso do desejado.

Aqui, vemos claramente o princípio bíblico da semeadura (Gálatas 6:7) sendo colocado em ação na vida de Jacó.

Vale considerar, ainda, como Lia se sentia desprezada por ser preterida pelo marido e, em razão disso, Deus a consola com fecundidade, ao passo que Raquel seria estéril. Quando vemos Lia concebendo, vemos ela atribuindo a Deus esta bênção, por tê-la ouvido.

A palavra nos garante que Deus atenderá aqueles angustiados que O clamarem, e Ele promete que, se assim fizermos, Ele nos livrará de todas as nossas dificuldades (Salmo 107: 28).

Gênesis 29 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *