Salmo 33 Estudo: Louvor ao Senhor

O autor do Salmo 33 não foi confirmado historicamente, entretanto a sua composição está associada ao salmista Davi, pois tem as características de suas criações. Independente do autor, o estudo e a compreensão do salmo 33 é importante para todo cristão.

Esse salmo mostra a essência do objetivo da criação, que é o louvor a Deus. Através da adoração é possível engrandecer o nome do Senhor e destacar suas características supremas, além disso, as vidas que entoam honra a Ele passam por grandes benefícios.

Advertisement

Nesse contexto, é importante destacar, que quando louvamos a Deus, Ele não é o beneficiado, mas sim, aqueles que têm esse comportamento. Essa afirmação pode ser validada em passagens bíblicas.

Uma delas é quando Saul possuído por espírito mau foi liberto enquanto Davi adorava a Deus com a sua harpa (1 Samuel 16: 23). Outro episódio marcante sobre o poder do louvor é encontrado em Atos 16: 25-26, quando Paulo e Silas foram presos injustamente e ao cantar para Deus, as portas da cadeia caíram e eles foram libertos.

Salmo 33 Estudo: Descobrindo a importância do louvor

Como já foi relatado, os cristãos colhem grandes bênçãos ao louvar aquele que é digno de toda a glória. E nesse sentido, é válido compreender como é feita a adoração e por isso analisaremos a seguir o salmo 33. 

Advertisement

(Salmo 33:1-2) O papel dos justos

¹ Regozijai-vos no SENHOR, vós justos, pois aos retos convém o louvor.

 ² Louvai ao Senhor com harpa, cantai a ele com o saltério e um instrumento de dez cordas.

Regozijo em Deus: Aqueles que guardam os princípios de Deus e andam segundo as suas palavras tem motivos para se alegrar no Senhor, e é isso que o salmista afirma.


⚠️ Grupo VIP de estudos no WhatsApp:


Outro ponto importante a ser destacado, é a multiforme da adoração, que pode ser feita com a voz, instrumentos, danças, teatro, pinturas, filmes e até mesmo construções. Pois tudo aquilo que aponta para a grandeza de Deus e que seja de acordo com os seus princípios pode ser considerado adoração.

Advertisement

(Salmo 33:3-4) Uma nova adoração

³ Cantai-lhe um cântico novo; tocai bem e com júbilo.

⁴ Porque a palavra do Senhor é reta, e todas as suas obras são fiéis.

Um louvor específico: Aqui não é pedido qualquer tipo de adoração, mas um cântico novo, que seja tocado com dedicação. E o motivo é as características de Deus, no qual as suas palavras não falham, e os seus atos também não. Tal fato pode ser percebido desde a criação, pois ao falar de Deus todas as coisas foram criadas.

Fica evidente que nós temos motivos para adorar, seja pela grandeza de Deus, sejam em gratidão, sempre temos que ter esse tipo de devoção

Tal fato pode ser percebido desde a criação, pois no falar de Deus todas as coisas foram criadas.

Advertisement

(Salmo 33:5-6) A imensa bondade de Deus

⁵ Ele ama a justiça e o juízo; a terra está cheia da bondade do Senhor.

⁶ Pela palavra do Senhor foram feitos os céus, e todo o exército dele pelo espírito da sua boca.


⚠️ Aprenda mais da Palavra de Deus:


A revelação da bondade de Deus: A bondade do Senhor é grande e enche toda a terra, no entanto, ele também ama a justiça e o juízo.

Muitas pessoas ao reconhecer que Ele é bondoso, esquecem que apesar das suas misericórdias, Deus é justo, e recompensa a cada um segundo as suas obras.

Mas uma vez é elucidado o poder das palavras de Deus, e que sobre elas todas as coisas foram criadas, tanto na terra como na  dimensão espiritual.

(Salmo 33:7-8) A grandiosidade de Deus

⁷ Ele ajunta as águas do mar como num montão; põe os abismos em depósitos.

⁸ Tema toda a terra ao Senhor; temam-no todos os moradores do mundo.

Advertisement

A capacidade de Deus: Essa passagem evidencia a grandiosidade de Deus, por meio de seu poder, e como Ele pode fazer o sobrenatural que aos olhos humanos é impossível.

Atualmente poucos temem ao Senhor na terra, porém chegará o dia em sua vinda, que todos os moradores da terra irão se prostrar em temor a Deus.

Apesar de todo o poder já demonstrado por Deus aqui na terra e as confirmações bíblicas ainda não é o suficiente para que muitos temam.

(Salmo 33:9-10) O poder da voz de Deus

⁹ Porque falou, e foi feito; mandou, e logo apareceu.

¹⁰ O Senhor desfaz o conselho dos gentios, quebranta os intentos dos povos.


⚠️ Nosso Canal do Youtube!


A importância do falar: No estudo do salmo 32 aprendemos a importância de falar e confessar o pecado, mas compreendemos a importância da voz de Deus neste salmo 33.

Advertisement

No velho testamento os gentios eram considerados povos pagãos, e por isso o Senhor detinha os seus conselhos e intentos.

(Salmo 33:11-12) A palavra de Deus não falha

¹¹ O conselho do Senhor permanece para sempre; os intentos do seu coração de geração em geração.

¹² Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo ao qual escolheu para sua herança.

Ele não muda: Com a passagem dos séculos, as palavras de Deus não mudaram, atualmente é possível capítulos bíblicos ainda escritos no original que permanecem na bíblia atual, e várias gerações guardam a mesma fé cristã.

As nações que servem a Deus são protegidas por Ele, assim como Israel e a sua igreja.

Advertisement

(Salmo 33:13-14) A onisciência do Senhor

¹³ O Senhor olha desde os céus e está vendo a todos os filhos dos homens.

¹⁴ Do lugar da sua habitação contempla todos os moradores da terra.

Presente em todos os lugares: É elucidado nessa passagem a capacidade de Deus de estar em todos os lugares e contemplar todos os seus filhos, e saber o que se passa no coração de todos.

Mesmo no céu em uma dimensão espiritual, Deus não deixa de se fazer presente em todo o coração, mesmo quando Ele parece distante é possível ter a certeza de sua proximidade pela sua palavra.


⚠️ Aprenda a Pregar a Palavra de Deus:


(Salmo 33:15-16) Somos sua criação

¹⁵ Ele é que forma o coração de todos eles, que contempla todas as suas obras.

¹⁶ Não há rei que se salve com a grandeza dum exército, nem o homem valente se livra pela muita força.

Advertisement

Livre arbítrio: Apesar de Deus ter formado todos os corações, não foi Ele que fez como que alguns fossem maus e outros bons, mas fez todos da mesma maneira, no entanto, temos o poder de escolha sobre as nossas atitudes, e sobre isso Deus não interfere.

Apesar dos poderes que um homem possa ter, como exércitos, esse não pode se salvar por si mesmo. Tal fato é destacado no estudo do salmo 34, no qual Davi agradece pelos livramentos de Deus.

(Salmo 33:17-18) O livramento só vem de Deus

¹⁷ O cavalo é falaz para a segurança; não livra ninguém com a sua grande força.

¹⁸ Eis que os olhos do Senhor estão sobre os que o temem, sobre os que esperam na sua misericórdia.

A fé deve estar em Deus: Vaidade é confiar em qualquer forma de obter livramento, e não confiar nas mãos do Senhor. Os olhos de Deus sempre estão vigiando aqueles que o temem, e de prontidão para guardá-los.

Umas das maiores características do Cristão é saber confiar em Deus e esperar no seu trabalho, pois só seremos dignos de sua misericórdia dessa forma.

(Salmo 33:19-20) A alma do verdadeiro cristão

¹⁹ A nossa alma espera no Senhor; ele é o nosso auxílio e o nosso escudo.

²⁰ Pois nele se alegra o nosso coração; porquanto temos confiado no seu santo nome.

A certeza de segurança: O salmista mostra nesse versículo que devemos esperar no Senhor, de tal forma, que essa espera seja de alma, ou seja, profunda. É possível perceber que existe uma certeza de auxílio.

Ademais, é interessante destacar que apesar de todo o entretenimento atual, a alegria verdadeira só existe quando o nosso coração se alegra em Deus e confia nele.

(Salmo 33:21-22) Alegria do nosso coração

²¹ Pois nele se alegra o nosso coração; porquanto temos confiado no seu santo nome.

²² Seja a tua misericórdia, Senhor, sobre nós, como em ti esperamos.

Para que não haja dúvidas: É notável que esse é o objetivo do salmista ao repetir de onde vem a alegria dele, de Israel e da igreja, que todos os motivos do seu regozijo apontam para Deus. E realmente esse fato é verdadeiro.

Por fim, é feito um pedido de misericórdia sobre aqueles que esperam em Deus, pois não existe mérito diante do Senhor, mas apenas bondade.

Conclusão

É compreendido, portanto, as características do louvor, a multiforme da adoração, e como é possível engrandecer a Deus desse modo. Além disso, é elucidado como a palavra do Senhor tem o poder sobre todas as coisas até mesmo o da criação.

Um fato importante e que não pode ser esquecido no salmo 33 estudo, é saber de onde vem a verdadeira alegria de um cristão, e como esse deve aguardar em Deus.

Salmo 33 estudo.
Advertisement

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência na navegação. Mais informações.