Gênesis 40 Estudo: Interpretação de Sonhos

Neste capítulo de Gênesis 40 estudo, veremos o relato que dois oficiais do Rei, um copeiro e, um padeiro, o ofenderam, razão pela qual foram lançados na prisão. Na mesma noite, estes tiveram sonhos e, José, ao saber, os interpreta.

Conforme interpretação, o padeiro viria a ser enforcado e o copeiro restabelecido em seu cargo. Expondo estas coisas a eles, José, solicita ao copeiro que, quando assim ocorresse, se lembrasse dele. No entanto, o copeiro esqueceu-se.

Advertisement

Gênesis 40 estudo: Contexto histórico

Em Gênesis, capítulo 39, vemos o episódio em que, José, é levado ao Egito, como escravo e, vendido a Potifar. As escrituras revelam que, o Senhor, era com ele e tudo que fazia prosperava. Tão logo, seu senhor, percebera o êxito de José, em tudo que fazia, o torna mordomo de tudo que possuía.

A mulher de Potifar, instava José a deitar-se com ela, porém ele se negava, até que, em determinado momento, ela agarra-o, pelas vestes, oportunidade em que, este, foge.

Ela, falsa e dolosamente, o denuncia, razão pela qual é lançado na prisão. No entanto, logo, José ficou responsável por todo o cárcere.

Capítulo 1-8

1 E ACONTECEU, depois destas coisas, que o copeiro do rei do Egito, e o seu padeiro, ofenderam o seu senhor, o rei do Egito.


Você ler a Bíblia todos os dias mas Não consegue Entender a Mensagem de Deus? Clique Aqui e venha Estudar Teologia Conosco de Maneira Fácil e Descomplicada! 📖


2 E indignou-se Faraó Muito contra os seus dois oficiais, contra o principal dos copeiros, e contra o principal dos padeiros;

3 E os entregou na prisão, na casa do capitão da guarda, na casa do cárcere, no mesmo lugar onde José estava preso.

Advertisement

4 E o capitão da guarda os colocou a cargo de José, e ele os servia; e estiveram muitos dias na prisão. (No Capítulo 39, Satanás usa a esposa de Potifar; no Capítulo 40, ele usa o principal dos copeiros. O primeiro foi usado para pôr José no calabouço; o último, para mantê-lo ali, por sua negligência ingrata; mas tudo foi em vão. Deus estava por detrás da cena. E todos os assuntos, Seu dedo guiava.)

5 E ambos, o copeiro e o padeiro do rei do Egito, que estavam presos na prisão, tiveram um sonho, cada um o seu sonho em uma mesma noite, cada um conforme a interpretação do seu sonho. (Ao estudar a Palavra de Deus, torna-se óbvio que o Senhor muito frequentemente utiliza sonhos para concretizar a Sua Obra em certas ocasiões.)

7 Então ele perguntou àqueles oficiais de Faraó, que estavam com ele na prisão da casa de seu senhor dizendo: Por que parecem tristes hoje os vossos semblantes? (Eles se davam conta de que os sonhos eram importantes.)

8 Tivemos um sonho, e não há quem o interprete (parece que eles tinham procurado a ajuda de outros para interpretar os sonhos, mas de nada adiantou).


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


Então lhes disse José: Não são de Deus as interpretações? Contai-me isso agora. (“José ‘serve’ os prisioneiros e, sem dúvida, com simpatia gentil; ele agradou seu amo; e pregou fielmente a Palavra do Senhor, quer anunciasse a Graça ou a ira.” – Williams).

A PETIÇÃO DE JOSÉ

14 Porém, lembra-te de mim quando te for bem, e te rogo que useis de misericórdia comigo, e faças menção de mim a Faraó, e me faças sair desta casa;

Advertisement

15 Porque a verdade é que fui sequestrado da terra dos Hebreus; e, tampouco aqui, tenho feito algo para que me pusessem no cárcere. (Os Versículos 14 e 15 registram o fato de que José nunca acusou seus irmãos. Ele simplesmente disse que foi sequestrado. Do mesmo modo, Jesus não veio para condenar, e sim para salvar.)

O SONHO DO PADEIRO

16 Vendo o chefe dos padeiros que tinha interpretado bem, disse a José: Também eu sonhei,e eis que via três cestos brancos sobre a minha cabeça;

17 E no cesto mais alto havia de todos os manjares de Faraó, obra de padeiro; e que as aves o comiam do cesto, de sobre a minha cabeça.

19 Dentro ainda de três dias, tirará Faraó a tua cabeça de sobre ti, e te pendurado na forca, e as aves comerão a tua carne de sobre ti. (Somente Deus conhece o futuro, e Ele pode revelá-lo ao homem, se Ele quiser.


⚠️ E-book Grátis para Pregadores ⚠️:


A maneira que o Espírito Santo usou José nesta instância se qualificaria sob o título dos três Dons Novo Testamentários do Espírito: “Discernimento de espíritos”, “a Palavra da Ciência” e “a Palavra de Sabedoria” [1Co 12.8-10].)

OS SONHOS REALIZADOS

20 E aconteceu que, ao terceiro dia, que era o dia do aniversário de Faraó, que fez um banquete a todos os seus servos; e levantou a cabeça do chefe dos copeiros, e a cabeça do chefe dos padeiros, entre os seus servos.

21 E fez voltar para o seu ofício, o chefe dos copeiros; e deu a ele a taça na mão de Faraó (tal como havia dito José que aconteceria):

22 Mas enforcou o chefe dos padeiros, como José havia interpretado (novamente, tal como tinha declarado José).

23 E o chefe dos copeiros não se lembrou de José, antes se esqueceu dele. (A disciplina divina permitiu que José fosse tentado em todos os aspectos, e, por isso, o chefe dos copeiros o esqueceu, embora ele tenha se dado conta de sua inocência e de que José possuía uma relação misteriosa com Deus.

Advertisement

Todos estes fatos ajudaram José a edificar um tremendo “Tipo Impressionante” do Salvador de Israel e Redentor do mundo.)

Conclusão

Neste trecho da história, podemos aprender um pouco mais sobre sermos atuantes naquilo em que fomos chamados e como devemos depositar nossas esperanças somente em Deus, o único que, jamais, nos abandona.

José, ao saber dos sonhos daqueles oficiais e, ao perceber a tristeza deles, por não haver quem os interpretasse, prontamente, demonstra total segurança em apresentar a interpretação pertinente, reconhecendo que vinha de Deus toda revelação.

Assim como José, todos possuímos habilidades, basta que as desenvolvamos. Estas habilidades podem trazer solução e esclarecimento aqueles que necessitam, assim como na história.


Domine a Arte de Elaborar e Pregar Sermões Expositivos para Ensinar com Profundidade, Clareza e Fidelidade as Escrituras!
(Clique Aqui e Confira)


Destacamos, aqui, a disposição de José e como ele atribuíra a Deus a possibilidade de interpretar aqueles sonhos, bem como sua segurança em fazê-lo.

As escrituras nos ensinam que, todos, fomos chamados a frutificar! Por isso, tão importante quanto buscarmos nos aperfeiçoar nas habilidades que o Senhor nos confiara, é jamais hesitarmos em utilizá-las, quando necessário e, ainda, reconhecermos que Deus é quem nos capacita!

Podemos observar, ainda, que José se deixou ser usado para ajudar aqueles homens e, no entanto, fora esquecido. Como as escrituras nos dão informações importantes, não é mesmo?!

Ela deixa claro que não devemos esperar qualquer retribuição do homem, que é falível. Por isso, em tudo que fizermos, devemos entender que nossa recompensa vem do Senhor, o qual jamais nos esquecerá.

Gênesis 40 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *