Números 2 Estudo: A organização de Israel no acampamento

Em Números 2 estudo é relatado os dados da contagem feita para organizar o povo de Israel no acampamento.

Advertisement

No meio do local ficava o tabernáculo, bem próximo dele os levitas e sacerdotes, e ao redor de ambos as 12 tribos de Israel se estabeleciam, arrumadas ordenadamente com Judá a frente.

Essa organização fazia parte do simbolismo elaborado de como a presença santa de Deus deveria estar no centro da sua existência como povo.

Advertisement

Da mesma forma, devemos organizar toda nossa vida em torno da adoração ao Criador. Cada área deve celebrá-lo de forma primordial e demonstrar como Ele é bom para nós.

Assim, os outros verão a obra divina expressada nas nossas ações e palavras, e serão incentivados a fazerem o mesmo, vivendo para glória de Deus. Acompanhe!

Números 2 Estudo: Contexto histórico

O contexto de números 2 se dá depois do ano em que os israelitas ficaram no monte Sinai e estavam prestes a iniciar sua caminhada rumo à Terra Prometida.

No entanto, eles precisavam se estabelecer de modo organizado no acampamento para centralizarem a presença de Deus geograficamente, como também dentro do seus corações.

À medida que o tempo passava, Israel se tornava um povo de fato, com um Deus, uma Lei e com organização e preparo para encarar os desafios seguintes.

Advertisement

⚠️ Grupo VIP de Estudos no WhatsApp:


(Números 2:1-2) Deus fala a Moisés e a Arão

v. 1 E o Criador falou a Moisés e a Arão, dizendo: 

v. 2 Cada filho de Israel armará a sua tenda, junto à sua própria bandeira, com as insígnias da casa de seus pais; ao redor do tabernáculo da congregação armarão suas tendas. 

Advertisement

Os membros de cada tribo receberam uma área definida para armar suas tendas ao redor do tabernáculo.

Os termos hebraicos degel (“padrão”) e ‘ototh (“bandeiras, sinais”) indicam uma bandeira ou aviso com uma insígnia ou esquema de cores que representavam cada tribo.

A certa distância descreve a zona de segurança ao redor do tabernáculo. Os levitas serviam de guardas para evitar a contaminação do espaço santo e impedir que alguém experimentasse o castigo de Deus por se aproximar demais do tabernáculo.

(Números 2:3-31) Esplendor e temor

v. 3 E do lado do oriente, o lado do sol nascente, armarão suas tendas os da bandeira de Judá, segundo os seus exércitos; e Naassom, filho de Aminadabe, será o capitão dos filhos de Judá. 

v. 4 E o seu exército, e os que foram contados deles, eram setenta e quatro mil e seiscentos. 

Advertisement

v. 5 E a tribo de Issacar acampará próximo a ele, e Natanael, o filho de Zuar, será o capitão dos filhos de Issacar. 

v. 6 E o seu exército, e os que foram contados deles, eram cinquenta e quatro mil e quatrocentos. 

v. 7 Depois a tribo de Zebulom, e Eliabe, filho de Helom, será o capitão dos filhos de Zebulom. 

v. 8 E o seu exército, e os que foram contados deles, eram cinquenta e sete mil e quatrocentos. 

v. 9 Todos os que foram contados no acampamento de Judá, eram cento e oitenta e seis mil e quatrocentos, segundo os seus exércitos, e esses marcharão primeiro. 

v. 10 No lado sul estará a bandeira de Rúben, segundo os seus exércitos; e o capitão dos filhos de Rúben será Elizur, o filho de Sedeur. 

v. 11 E o seu exército, e os que foram contados deles, eram quarenta e seis mil e quinhentos. 

v. 12 E ao seu lado acampará a tribo de Simeão, e o capitão dos filhos de Simeão será Selumiel, filho de Zurisadai. 

Advertisement

v. 13 E o seu exército, e os que foram contados deles, eram cinquenta e nove mil e trezentos. 

v. 14 Depois a tribo de Gade; e o capitão dos filhos de Gade será Eliasafe, filho de Deuel.

v. 15 E o seu exército, e os que foram contados deles, eram quarenta e cinco mil e seiscentos e cinquenta. 

v. 16 Todos os que foram contados no acampamento de Rúben, eram cento e cinquenta e um mil e quatrocentos e cinquenta, segundo os seus exércitos, e esses marcharão na segunda fila.

v. 17 A seguir, partirá o tabernáculo da congregação, com o acampamento dos levitas, no meio do acampamento; da mesma maneira como acamparam, também marcharão, cada homem em seu lugar, segundo suas bandeiras. 

v. 18 No lado do ocidente, estará a bandeira do exército de Efraim, segundo os seus exércitos; e o capitão dos filhos de Efraim será Elisama, filho de Amiúde.

v. 19 E o seu exército, e os que foram contados deles, eram quarenta mil e quinhentos.

v. 20 E ao seu lado estará a tribo de Manassés, e o capitão dos filhos de Manassés será Gamaliel, o filho de Pedazur.

v. 21 E o seu exército, e os que foram contados deles, eram trinta e dois mil e duzentos.

v. 22 A seguir, virá a tribo de Benjamim: e o capitão dos filhos de Benjamim será Abidã, filho de Gideoni. 

v. 23 E o seu exército, e os que foram contados deles, eram trinta e cinco mil e quatrocentos.

v. 24 Todos os que foram contados no acampamento de Efraim, eram cento e oito mil e cem, segundo os seus exércitos, e marcharão na terceira fila.

v. 25 A bandeira do exército de Dã estará no lado norte, ao lado de seus exércitos; e o capitão dos filhos de Dã será Aiezer, filho de Amisadai.

v. 26 E o seu exército, e os que foram contados deles, eram sessenta e dois mil e setecentos.

v. 27 E a seu lado acampará a tribo de Aser; e o capitão dos filhos de Aser será Pagiel, filho de Ocrã.

v. 28 E o seu exército, e os que foram contados deles, eram quarenta e um mil e quinhentos.

v. 29 A seguir, virá a tribo de Naftali; e o capitão dos filhos de Naftali será Aira, filho de Enã.

v. 30 E o seu exército, e os que foram contados deles, eram cinquenta e três mil e quatrocentos.

v. 31 Todos os que foram contados no acampamento de Dã foram cento e cinquenta e sete mil e seiscentos, e esses marcharão na última fila, com as suas bandeiras. 

Assim como a ordem da criação em Gênesis 1 refletia admiração e beleza, assim também a unidade e a simetria da assembleia santa de Israel evocavam esplendor e temor.


Conheça sua Bíblia de Forma Profunda e Descubra Como Entendê-la com Mais Facilidade!
(Clique Aqui e Saiba Mais)


Explicação de Números 2:3

Os exércitos de Judá receberam uma posição privilegiada, liderando os ajuntamentos de Issacar e Zebulom no lado oriente do acampamento.

O círculo interno era composto dos sacerdotes araônicos. Era ali que todos os israelitas traziam seus sacrifícios e ofertas para serem apresentados aos sacerdotes.

Como de costume no antigo Oriente Próximo, os primogênitos recebiam privilégios especiais; no entanto, na história de Israel a suplantação do primogênito é um tema proeminente (p.ex. de Esaú por Jacó; Gn 25:23).

(Números 2:32-33) Exclusão dos levitas

v. 32 Estes são os que foram contados dos filhos de Israel, segundo a casa de seus pais; todos os que foram contados dos acampamentos, segundo os seus exércitos, eram seiscentos e três mil quinhentos e cinquenta. 

v. 33 Porém, os levitas não foram contados entre os filhos de Israel, como o CRIADOR ordenara a Moisés. 

v. 34 E os filhos de Israel assim fizeram, segundo tudo o que o CRIADOR ordenara a Moisés; assim, acamparam ao lado de suas bandeiras, e assim marcharam, cada um segundo suas famílias, de acordo com a casa de seus pais. 

O total de 603.550 é igual ao de Nm 1:46 e, da mesma forma, a exclusão dos levitas é repetida.

A repetição é uma prática comum na narrativa hebraica, mostrando consistência e progressão na narrativa ampliada.

Conclusão

Por fim, o Números 2 estudo deixa uma reflexão importantíssima para a construção da vida do cristãos.

Mesmo com o desenvolvimento do tabernáculo, das leis e da organização para que os israelitas tivessem sua vida centralizada na vontade de Deus, eles continuavam rebeldes e querendo voltar para sua antiga vida no Egito.

Os frequentes feitos extraordinários que eles tinham visto, pareciam não serem suficientes para fazê-los confiar suas necessidades e expectativas nas mãos de Deus.

Isso porque, eles queriam servir o Criador de forma parcial, sem relacionamento e compromisso, aproveitando-se apenas dos benefícios que Ele podia lhes dar.

Sendo assim, o alicerce de toda nossa conduta nesta Terra deve ser a nossa fé em Deus.

Ele precisa ser o cerne das nossas conquistas, relacionamentos, trabalho, estudo e de outros componentes do nosso proceder.

Porque do contrário, podemos cair facilmente em um vida egocêntrica e distante do Criador.

Números 2 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência na navegação. Mais informações.