1 João 1 Estudo: A Poderosa Luz de Deus

Neste capítulo de 1 João 1 estudo, veremos que o Apóstolo João falará da perigosa disseminação das influências apóstatas sobre a Igreja. Ele advertirá os santos para não se associarem às trevas e para permanecerem na segurança do evangelho.

1 João 1 nos ajudará a ter um discernimento maior dos falsos ensinamentos sobre Cristo, e seguir o conselho de João manterá uma forte comunhão com o Senhor ao permanecer na verdade.

Advertisement

Além disso, vamos entender o grande amor que o Pai tem por todos os seus filhos, que Ele manifestou ao oferecer Jesus, como sacrifício por toda a humanidade.

1 João 1 estudo: Contexto histórico

Não se sabe ao certo quando e onde foi escrito, provável que tenha sido no final do primeiro século d.C. Embora João tenha passado grande parte de sua juventude na Palestina, a área se tornou hostil aos cristãos e aos judeus, após a destruição de Jerusalém e de seu templo.

Advertisement

Diz a tradição que João saiu da Palestina para viver seus últimos anos em Éfeso. Se isso estiver correto, João teria escrito a carta em Éfeso, entre 70 e 100 d.C.

(1 João 1:1) A palavra da vida

v. 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos apalparam, da Palavra da vida.


Você ler a Bíblia todos os dias mas Não consegue Entender a Mensagem de Deus? Clique Aqui e venha Estudar Teologia Conosco de Maneira Fácil e Descomplicada! 📖


As palavras o que era desde o principio lembram tanto Gn 1:1 como Jo 1:1. O propósito de Deus em Seu Filho tem uma dimensão eterna. João escreve como testemunha ocular.

Cristo não era uma simples visão espiritual, mas um verdadeiro ser humano. Cristo é a Palavra encarnada (Jo 1:14) que dá vida eterna a todo o que nele crê.

(1 João 1:2) Ela foi manifestada

v. 2 (Porque a vida foi manifestada, e nós a vimos, e fomos testemunhas, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e foi manifestada a nós);

Advertisement

Deus tornou Cristo conhecido. O coração e a mente do ser humano precisa da ajuda de Deus para ver a Sua verdade (Jo 3:3). O Filho, a segunda Pessoa da Trindade, sempre existiu ao lado do Pai.

(1 João 1:3) Comunhão com o Pai e com o Filho

v. 3 O que vimos e ouvimos vos declaramos, para que também possais ter comunhão conosco; e verdadeiramente a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo.

A expressão o que vimos e ouvimos vos declaramos revela que João transmite fielmente aos seus leitores aquilo que a geração apostólica havia recebido. Comunhão se refere aos laços estreitos de afinidade que Deus estende ao Seu povo.


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


(1 João 1:4) Alegria completa

v. 4 E estas coisas vos escrevemos, para que a vossa alegria possa ser completa.

Uma das principais razões pelas quais João escreve a sua carta é para que a vossa alegria possa ser completa. Há grande alegria em conhecer o perdão de pecados e seguir a vontade de Deus. O Senhor é Aquele que age para completar a alegria do cristão.

(1 João 1:5) Deus é luz!

v. 5 Então esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos declaramos: Que Deus é luz, e não há nele treva alguma.

Advertisement

A mensagem transmitida por João foi dada a ele por orientação divina. Como apóstolo, ele viveu realmente ao lado do Filho de Deus.

As trevas se introduziram entre os leitores aos quais João se dirige. Para dispersá-la, João testifica daquele que é luz. Deus enviou a luz do mundo, Jesus (Jo 8:12).

(1 João 1:6) Somos mentirosos

v. 6 Se nós dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos em trevas, mentimos, e não praticamos a verdade.


⚠️ E-book Grátis para Pregadores ⚠️:


As palavras se nós dissermos podem indicar que João está parafraseando visões falsas que precisam ser expostas e corrigidas.

Andar em trevas é persistir no pecado. Visto que Deus é luz (v. 5), o Seu povo é chamado e capacitado a viver segundo a luz de Sua sabedoria, verdade e amor.

Advertisement

(1 João 1:7) Andar na luz

v. 7 Mas se andamos na luz, assim como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.

Andar na luz é viver em conformidade com os mandamentos e o caráter de Deus. A comunhão, que é o conhecimento compartilhado da luz e do amor de Deus, é uma das satisfações mais profundas da vida.

Com a expressão o sangue de Jesus Cristo, João identifica o ponto focal da obra redentora de Cristo na cruz.

(1 João 1:8) Somos pecadores

v. 8 Se dissermos que não temos nenhum pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós.

Advertisement

Tanto na Escritura como na história da igreja, há pessoas que justificam seus atos maus alegando estarem bem com Deus. João diagnosticou uma tendência humana antiga e recorrente.

(1 João 1:9) Confessem os pecados

v. 9 Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.

Confessar os nossos pecados não significa uma recitação superficial de atos maus. Significa reconhecer o mau procedimento e acertar a vida em conformidade com a bondade e os mandamentos de Deus. O Senhor pode nos perdoar e purificar de transgressões terríveis.


Domine a Arte de Elaborar e Pregar Sermões Expositivos, Temáticos e Textuais, para Ensinar com Profundidade, Clareza e Fidelidade as Escrituras!
(Clique Aqui e Confira)


(1 João 1:10) Deus não mente

v. 10 Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo um mentiroso, e a sua palavra não está em nós.

Uma vez que Deus é luz e nele não há treva alguma (v. 5), reivindicar estar sem pecado é reivindicar estar em pé de igualdade com Deus, mas Deus afirma que não há ninguém igual a Ele (Is 45:18).

Se a sua palavra não está em nós, a mensagem redentora de Cristo não criou raízes. Pode haver um conhecimento superficial da religião cristã, mas o coração não foi transformado.

Advertisement

Conclusão

O apóstolo do amor, aquele a quem Jesus amava, escreve sua primeira epístola, e nos brinda com uma série de conselhos, nos ensinando que somos um com o Pai através do sacrifício de Cristo na cruz. Havia a separação, mas o sangue puro de Jesus nos conectou com Deus novamente, após o pecado no Éden.

João nos ensina que Deus é luz, e que nele não há escuridão, trevas, não há variação. E se nosso Deus é luz, devemos ser luz também, o que nos torna mentirosos quando dizemos que somos luz mas em nós há trevas e o pior disso tudo, é que fazemos a Deus mentiroso, o que Ele jamais será, o que recai sobre nós esse fardo. Misericórdia!

Que possamos ter uma vida de santidade e brilho, não o nosso, mas o resplandecente brilho do Espírito Santo em nossa face, como filhos amados e aceitos por meio de Cristo.


⚠️ Receba Estudos Exclusivos no Whatsapp:


Não há pessoas perfeitas, todos pecamos, todos somos falíveis servos de um Deus misericordioso, que sempre oferece ela primeiro que o juízo, mas que também é justo, quando permite que colhamos exatamente o que plantamos! Glória a Deus!

1 João 1 estudo.
Advertisement

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *