1 João 2 Estudo: Conselho aos Pais e aos Jovens

Neste capítulo de 1 João 2 estudo, veremos que o apóstolo nos ensinará que o amor a Deus e a obediência estão conectados. Não há como dizer amar a Deus e viver de uma forma que não o agrade, isso não faz sentido.

Da mesma forma, devemos amar o nosso irmão, de todo coração, como a Deus, sem vivermos em guerra, por que isso não é agradável aos olhos de Deus.

Advertisement

João faz recomendações aos jovens, aos pais, e de que não devemos amar o que está no mundo, porque o mundo pertence a Satanás, e tudo o que vem do mundo não provém do Pai.

Nossa confissão pública de Jesus nos trará recompensa, jamais devemos nos envergonhar de amarmos a Ele e a reconhecer a sua soberania sobre a nossa vida, através do ensino da palavra e de nosso testemunho!

Advertisement

1 João 2 estudo: Contexto histórico

O Apóstolo João acaba de falar das perigosas influências apóstatas. Advertiu para não se associarem às trevas e permanecerem no evangelho. Ele ensinou que não há como dizer que se está em Deus, mas com trevas por todo lado.

Deus é totalmente luz, nele não há escuridão, por isso, somos mentirosos quando dizemos que estamos ou somos de Deus, porque todos nós pecamos e Deus não se socializa com o pecado de forma alguma.


Você ler a Bíblia todos os dias mas Não consegue Entender a Mensagem de Deus? Clique Aqui e venha Estudar Teologia Conosco de Maneira Fácil e Descomplicada! 📖


(1 João 2:1) Advogado junto ao Pai

v. 1 Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e se algum homem pecar, temos um advogado com o Pai, Jesus Cristo, o justo.

A morte de Jesus não foi o fim de Seu ministério, mas a mudança para uma nova fase. Agora Ele serve como nosso advogado (ou ajudador) e mediador à mão direita do Pai.

(1 João 2:2) A propiciação

v. 2 E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não pelos nossos apenas, mas também pelos pecados de todo o mundo.

Advertisement

A obediência perfeita de Jesus e sua morte sacrifical satisfizeram a justa exigência de Deus de que o pecado fosse punido (propiciação). Sua punição, no entanto, foi por causa de outros, não dele próprio.

A expressão pelos pecados de todo o mundo não significa a salvação de todas as pessoas. Mas quer dizer que, de acordo com a promessa de Deus de abençoar todas as nações por intermédio de Abraão e seus descendentes (Gn 12:3), a morte redentora de Jesus estende a oferta de salvação a todas as nações.

(1 João 2:3) Guardamos os mandamentos para o conhecer

v. 3 E nisto sabemos que o conhecemos, se guardarmos os seus mandamentos.


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


João ensinou uma compreensão da fé cristã que inclui uma profunda certeza, não o mero “talvez” do otimismo espiritual.

(1 João 2:4) Mentiroso é

v. 4 Aquele que diz: Eu o conheço, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e a verdade não está com ele.

As palavras seus mandamentos significam a mesma Jesus no versículo 6 (“como Ele andou”). O verdadeiro seguidor de Jesus não é alguém que só fala, mas é alguém que põe em prática as palavras de Jesus (Tg 1:22).

Advertisement

(1 João 2:7) Mandamento antigo

v. 7 Irmãos, não vos escrevo mandamento novo, mas um mandamento antigo, que tivestes desde o início. O mandamento antigo é a palavra que ouvistes desde o princípio.

Irmãos não é uma tradução literal. Para João, o termo favorito de tratamento é “amados” (1Jo 3:2). É uma lembrança de que os cristãos são aquilo que são – “amados” – porque Deus os amou (1Jo 4:10).

O mandamento do amor foi, por Jesus, intensificado e aperfeiçoado em sua expressão. Todavia, ele é antigo, enraizado no amor de Deus e em Seus mandamentos no antigo testamento (Lv 19:18).


⚠️ E-book Grátis para Pregadores ⚠️:


(1 João 2:8) A verdadeira luz brilha!

v. 8 Novamente vos escrevo um mandamento novo, o qual é verdadeiro nele e em vós; porque as trevas já passaram, e agora a verdadeira luz brilha.

Deus é luz (1Jo 1:5) e Cristo veio ao mundo. Isso significa que as trevas desta era má e do pecado estão recuando, porquanto a verdadeira luz brilha.

Advertisement

(1 João 2:9-11) Relacionamento com o irmão

v. 9 Aquele que diz que está na luz, e odeia a seu irmão, está em trevas até agora.
v. 10 Aquele que ama seu irmão está na luz, e não há nele ocasião para o tropeço.

v. 11 Mas aquele que odeia seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde vai; porque essas trevas lhe cegaram os olhos.

Os relacionamentos com companheiros cristãos são indicadores importantes que apontam se alguém está andando na luz ou nas trevas. Anda, aqui, e em outras partes em 1 João, é uma metáfora para o curso da vida de uma pessoa.

1 João 2:12-14

Embora 1 João não possua uma indicação formal e pessoal dos destinatários em suas primeiras linhas, o autor usa dois termos afetuosos nesses versículos (filhinhos, v. 12; filhinhos (crianças), v. 14). Em seguida, ele inclui todos os leitores com os termos inclusivos pais e jovens.

Advertisement

(1 João 2:13) Pais, jovens e filhinhos

v. 13 Escrevo-vos, pais, porque vós conhecestes aquele que é desde o princípio. Escrevo-vos, jovens, porque vós vencestes o maligno. Eu vos escrevo, filhinhos, porque conhecestes o Pai.

Aquele que é desde o princípio pode se referir tanto ao Pai como ao Filho. Eles têm em comum o atributo da eternidade (Jo 1:1).

(1 João 2:14) Jovens, sois fortes!

v. 14 Eu vos escrevi, pais, porque já conhecestes aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e vós vencestes o maligno.


Domine a Arte de Elaborar e Pregar Sermões Expositivos, Temáticos e Textuais, para Ensinar com Profundidade, Clareza e Fidelidade as Escrituras!
(Clique Aqui e Confira)


Os cristãos são fortes, não em si mesmos, mas por causa daquele em quem eles colocaram a sua confiança. A palavra de Deus se refere à mensagem salvadora do evangelho que Cristo trouxe, agora incorporada na Bíblia.

(1 João 2:15) Não ameis o mundo!

v. 15 Não ameis o mundo, e nem as coisas que estão no mundo. Se algum homem ama o mundo, o amor do Pai não está nele.

As coisas que estão no mundo, não se refere exatamente a objetos materiais. São coisas que absorvem o amor humano pelo Pai em um grau impróprio, até ao ponto de suplantar Deus (ver a advertência de João quanto aos ídolos em 1Jo 5:21).

Advertisement

(1 João 2:16) Concupiscência dos olhos

v. 16 Porque tudo o que está no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e o orgulho da vida, não é do Pai, mas do mundo.

João advertiu contra aquilo que o corpo deseja, aquilo que os olhos anseiam ver e aquilo que as pessoas se esforçam para adquirir. Tudo isso não é do Pai, mas do mundo.

(1 João 2:17) O mundo passará

v. 17 E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.


A Chave para Interpretar todos os Gêneros e Contextos da Bíblia de modo Simples, porém com muita Profundidade…
(Clique Aqui e Acesse)


Como as trevas no versículo 8, o mundo passa, e a sua concupiscência por causa da vinda de Cristo. Isso abre caminho para que se pratique a vontade de Deus e se estabeleça comunhão com Ele para sempre.

(1 João 2:18) Os Anticristos

v. 18 Filhinhos, é a última hora; e como vós ouvistes que o anticristo há de vir, e mesmo agora há muitos anticristos, por isso sabemos que é a última hora.

Advertisement

João alerta contra muitos anticristos. É provável que isso seja uma referência a indivíduos desencaminhados ou diabólicos que eram culpados dos pecados que ele descreve e condena. Eles se opunham ao Cristo verdadeiro e procuravam substituí-Lo.

(1 João 2:19) Quem não é nosso, sairá

v. 19 Eles saíram de nós, mas não eram de nós; porque, se fossem de nós, sem dúvida teriam continuado conosco; mas eles saíram para que se manifestasse que todos eles não eram de nós.

A expressão eles saíram de nós, revela que havia ocorrido uma divisão entre os membros da igreja para quem João escreve.

Contudo, ao que parece, nem todos os que estavam na igreja eram cristãos autênticos. Seu afastamento da comunhão e da verdade apostólica era prova desse fato.

Advertisement

(1 João 2:20) Unção do Santo

v. 20 E vós tendes a unção do Santo, e sabeis todas as coisas.

A unção nesse versículo pode ser o Espírito Santo, no entanto, é mais provável que se refira ao evangelho ou à mensagem salvadora – o ensino que os cristãos haviam uma marca daqueles que realmente conhecem é a capacidade de admitir sua falta de conhecimento e seu desejo de aprender mais. Os verdadeiros cristãos são sempre “discípulos” (aprendizes).

(1 João 2:22) Mentiroso é quem nega Jesus Cristo

v. 22 Quem é mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? Ele é anticristo, que nega o Pai e o Filho.

O erro a que João se refere aqui não é ético, mas teológico – ensino falso a respeito do Pai e do Filho.

Advertisement

(1 João 2:23) Reconhece o Filho, reconhece o Pai

v. 23 Qualquer que nega o Filho, o mesmo não tem o Pai; [mas] aquele que reconhece o Filho, tem o Pai também.

Esse versículo afirma a unidade e a identidade de Deus, o Pai e o Filho. Contudo, também afirma Sua distinção.

(1 João 2:24) Permaneça em vós!

v. 24 Portanto, que isto esteja convosco, o que ouvistes desde o princípio. Se isto que ouvistes desde o princípio permanecer em vós, vós também haveis de permanecer no Filho, e no Pai.

A expressão desde o princípio se refere ao primeiro contato dos leitores de João com o ensino do evangelho.

Há uma relação direta entre aquilo que eles ouviram e o estado de sua alma permanecendo (ou não) no Filho e no Pai.

Advertisement

(1 João 2:25) Vida eterna

v. 25 E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna.

Apesar das advertências éticas anteriores de João para eles permanecerem fiéis, a salvação é uma questão de fidelidade de Deus e não de realização humana.

(1 João 2:26) Os que vos enganam

v. 26 Estas coisas vos escrevi a respeito daqueles que vos enganam.

O povo de Deus nem sempre pode evitar o conflito; usurpadores e destruidores surgirão, que vos enganam.

(1 João 2:27) A poderosa mensagem

v. 27 Porém a unção que vós recebestes dele permanece convosco, e não tendes necessidade de que homem algum vos ensine; mas como a mesma unção vos ensina todas as coisas, e é verdade, e não mentira, como ela vos ensinou, vós haveis de permanecer nele.

Sobre unção, ver nota no versículo 20. João estava contente em confiar a seus leitores à poderosa mensagem que eles haviam recebido.

(1 João 2:28) Não seremos envergonhados

v. 28 E agora, filhinhos, permanecei nele; para que, quando ele se manifestar, possamos ter confiança, e não sejamos envergonhados diante dele em sua vinda.

Envergonhados se refere à culpa e ao terror diante do julgamento de Deus. Aqueles que permanecem nele evitam essa perspectiva horrível.

(1 João 2:29) Ele é justo

v. 29 Se sabeis que ele é justo, sabeis que todo aquele que pratica a justiça é nascido dele.

O conhecimento doutrinário da declaração se de João estabelece a resposta ética implícita por pratica a justiça, no entanto, essa resposta depende do nascimento espiritual (nascido dele) e não do esforço humano.

Conclusão

João continua a nos ensinar chaves poderosas para uma vida em santidade e obediência a Deus. Se guardamos os mandamentos de Deus, o conhecemos de fato.

É um relacionamento, íntimo e verdadeiro, quando estamos conectados ao Pai, os nossos pensamentos passam a ser como os pensamentos dele, nossas atitudes mudam, nosso modo de falar muda, tudo muda.

Deus é a mudança, seu Espírito nos convence de nossos pecados, do juízo sobre nós, do que estamos errando, e o apóstolo nos diz que devemos nos abster do mundo e de suas vontades.

O mundo e seus desejos passarão, mas os filhos de Deus permanecerão para todo o sempre, na eternidade, a vida eterna é nossa promessa.

Os enganadores virão, tentarão nos impedir, nos atrapalhar, mas a poderosa mensagem está dentro de nós, e nos levará a não o envergonhar, mas a orgulhar ao nosso Pai celeste, porque Ele é justo para todo o sempre! Amém!

1 João 2 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *