1 Tessalonicenses 3 Estudo: Timóteo é Enviado para Acompanhar a Igreja

Advertisement

Em 1 Tessalonicenses 3, veremos que Paulo relatará como e porque enviou Timóteo para visitar os Tessalonicenses. A saudade e a preocupação eram intensas e como ele mesmo não pode ir, o enviou.

O retorno com boas notícias deixará o coração do apóstolo feliz e satisfeito, principalmente pelo fato de guardarem boas recordações dele e da sua equipe. Paulo orará, a fim de que o Senhor fortaleça cada vez mais aos Tessalonicenses, preparando-os para a sua vinda.

Advertisement

Contexto histórico

Paulo relatou as intensas lutas e tribulações pelas quais passou. Ao fazê-lo, a intenção não era por ganância ou glória pessoal.

Ele fez questão de destacar que não permitiu que a ganância o dominasse e que sempre trabalhou para si, para não sobrecarregar os humildes, sendo um peso para eles.



Ao saber da forte oposição que enfrentam, os encoraja a perseverar, relatando como exemplo deles tem sido importante para o crescimento das outras igrejas. Paulo deseja muito visitá-los e que sentiria imenso prazer em estar eles no dia-a-dia. Acompanhe a seguir o estudo de todos os versículos de 1 Tessalonicenses 3.

(1 Tessalonicenses 3:1-2) Timóteo é enviado

v. 1 Pelo que, não podendo esperar mais, achamos por bem ficar sós em Atenas;

v. 2 e enviamos Timóteo, nosso irmão, e ministro de Deus, e nosso cooperador no evangelho de Cristo, para vos consolidar e vos consolar acerca da vossa fé; 

Enviado de Atenas para ajudar a igreja de Tessalônica, Timóteo poderia ajudar os cristãos a crescer na fé sem ser chamar tanta atenção quanto Paulo e Silas.

Eles eram membros de destaque na equipe missionária; os judeus hostis e os oficiais da cidade os conheciam muito bem.

(1 Tessalonicenses 3:3-4) Sem serem abalados

v. 3 para que nenhum homem se comova por estas aflições; porque vós mesmos sabeis que para isto fomos ordenados; 

v. 4 porque verdadeiramente, estando ainda convosco, vos dizíamos antes que havíamos de sofrer tribulação, como sucedeu, e vós o sabeis. 

O povo cristão não deve ser abalado pela perseguição, pois Paulo afirmou que para isto fomos ordenados no plano de Deus.


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


Jesus ensinou Seus discípulos que, se Ele foi perseguido, Seus seguidores também seriam (Jo 15:20). No caso do apóstolo, a perseguição fez com que ele estivesse sempre de cidade em cidade. Como resultado, muitas cidades puderam ouvir o evangelho da boca de Paulo.

Se ele tivesse sido calorosamente recebido entre os judeus, isso não teria acontecido. Portanto, Deus permitiu a perseguição como meio de cumprir Sua vontade.

(1 Tessalonicenses 3:5) A preocupação de Paulo

v. 5 Por esta causa, não podendo eu também esperar mais, mandei-o saber da vossa fé, temendo que o tentador vos tentasse, e o nosso trabalho viesse a ser em vão. 

Por isso se refere à perseguição dos tessalonicenses mencionada no v. 4. Tentador é outra referência a Satanás que incita as pessoas a pecar (Mt 4:1-11).

(1 Tessalonicenses 3:10-13)

v. 10 orando insistentemente dia e noite, para que possamos ver o vosso rosto e aperfeiçoemos o que falta à vossa fé? 

v. 11 Ora, o próprio Deus e nosso Pai e nosso Senhor Jesus Cristo dirija nosso caminho até vós.

v. 12 E o Senhor vos aumente e faça crescer e abundar em amor uns para com os outros e para com todos os homens, como também nós o fazemos para convosco; 


⚠️ Receba Estudos Exclusivos no Whatsapp:


v. 13 ao final, ele pode estabelecer os vossos corações, para que sejais irrepreensíveis em santidade diante de Deus, nosso Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, com todos os seus santos. 

Paulo estava orando para que pudesse ver pessoal mente os cristãos de Tessalônica a fim de suprir o que estivesse faltando na fé deles. Os v. 11-13 são uma oração que expressa justamente este desejo.

Paulo pediu que a igreja pudesse crescer em amor uns para com os outros e que eles pudessem ser irrepreensíveis em santidade, expressando o desejo de amor fraternal e santificação entre os tessalonicenses. Dirija no grego está no singular, presente do subjuntivo, tempo aoristo, voz ativa.

5 principais lições que aprendemos no estudo de 1 Tessalonicenses 3

  1. Perseverança na Fé: Paulo e seus companheiros enfrentaram várias tribulações, mas permaneceram firmes na fé. Isso nos ensina a perseverar diante das adversidades e a confiar em Deus mesmo nos momentos difíceis.
  2. Encorajamento Mútuo: Paulo se sente encorajado ao receber notícias positivas sobre a fé e o amor dos tessalonicenses. Isso destaca a importância do encorajamento mútuo na comunidade cristã, fortalecendo uns aos outros na jornada da fé.
  3. Orando uns pelos outros: Paulo enfatiza a importância da oração constante pelos irmãos na fé. Isso nos lembra do poder da intercessão e nos desafia a orar uns pelos outros regularmente, buscando o bem-estar espiritual e físico de nossos irmãos.
  4. Crescimento na Fé: Paulo expressa a alegria de ver o crescimento espiritual dos tessalonicenses, mesmo em meio às tribulações. Isso nos lembra que as dificuldades podem fortalecer nossa fé e nos impulsionar a um relacionamento mais profundo com Deus.
  5. Esperança na Volta de Cristo: Paulo fala da expectativa da volta de Cristo e da reunião com os irmãos na presença do Senhor. Isso nos incentiva a viver de acordo com os ensinamentos de Cristo, mantendo nossa esperança firmemente ancorada na promessa de sua segunda vinda.
1 Tessalonicenses 3 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *