Atos 22 Estudo: Paulo Discursa a Todos

Advertisement

Neste capítulo de Atos 22 estudo, veremos o discurso de Paulo, testemunhando toda a sua vida de perseguição aos seguidores de Jesus Cristo, a aparição de Jesus à ele na estrada de Damasco, seu chamado, sua missão, o que o próprio Jesus confiou a ele fazer em seu nome.

A multidão se revolta, pedirão o castigo de Paulo e o tribuno, sem saber, o leva ao interrogatório sob açoites, comum naquela época, para descobrir o que estava acontecendo, e Paulo, usando de sua sabedoria, o lembra que é cidadão romano e que aquele castigo era ilegal, sem antes haver um julgamento.

A multidão se dispersará e o tribuno mandará a liberdade de Paulo de sua prisão, permitindo que os fariseus o interroguem no templo. Paulo sobrevive mais uma vez.

Advertisement

Atos 22 estudo: Contexto histórico

Paulo está em direção à Jerusalém, visitando as igrejas no caminho. Em Cesareia, fica na casa de Filipe, que tinha quatro filhas profetizas.

Logo após, chegará na Judeia, então, um profeta chamado Ágabo, profetiza todo o sofrimento que ele sofrerá em Jerusalém, usando seu cinto como exemplo nas mãos e nos pés.

Ele diz que Paulo será caçado pelos judeus e entregue nas mãos dos romanos. Paulo, porém, está pronto, não só para sofrer mas para morrer por Jesus.


Você ler a Bíblia todos os dias mas Não consegue Entender a Mensagem de Deus? Clique Aqui e venha Estudar Teologia Conosco de Maneira Fácil e Descomplicada! 📖


Ao chegar em Jerusalém, os judeus da Ásia, sabendo de sua presença, incitam o povo contra e o espancam, o tribuno fica sabendo e vai até o encontro daquela confusão e encontra Paulo quase morto no meio deles. Paulo pede a palavra como cidadão romano, e é atendido, ele falará à todos os presentes.

(Atos 22:1) O início do discurso

v. 1 Homens, irmãos, e pais, ouvi a minha defesa que eu faço agora perante vós. 

Paulo intitulou seu discurso de defesa ou apologia. Este é o seu primeiro discurso apologético em Atos.

Advertisement

(Atos 22:2-3) Paulo se apresenta

v. 2 (E, quando ouviram falar-lhes em língua hebraica, silenciaram-se mais ainda. E disse:)

v. 3 Eu verdadeiramente sou um homem judeu, nascido em Tarso, uma cidade na Cilícia, mas criado nesta cidade aos pés de Gamaliel, e instruído conforme a maneira perfeita da lei dos pais, zeloso para com Deus, como todos vós hoje sois. 

Paulo apresentou diversos fatos importantes a seu respeito. Parece que ele passou sua juventude, mais ou menos até os 13 anos de idade, em Tarso, onde provavelmente foi educado na primeira fase da educação grega.


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


Depois ele foi para Jerusalém (nesta cidade) e encerrou sua educação sendo instruído por Gamaliel. Em outros lugares no livro de Atos, Paulo indicou que grande parte de sua juventude foi passada em Jerusalém (At 26:4) e que ele possuía parentes ali (At 23:16).

(Atos 22:4) Ele assume ter sido perseguidor

v. 4 Eu persegui este caminho até a morte, prendendo e entregando às prisões, tanto homens como mulheres. 

O fato de Paulo admitir que tinha perseguido os seguidores deste Caminho até a morte indica que ele era mais do que um participante passivo em eventos como o apedrejamento de Estêvão.

Advertisement

Atos 22:5-21

 Este é o segundo relato da conversão de Paulo no livro de Atos (At 9:7).

(Atos 22:5-9) O encontro com Jesus

v. 5 Como também o sumo sacerdote testifica de mim, e todo o conselho dos anciãos; e, recebendo destes cartas para os irmãos, fui para Damasco, para trazer os que estavam ali presos para Jerusalém, para serem punidos. 

v. 6 E aconteceu que, enquanto eu viajava e me aproximava de Damasco, quase ao meio-dia, de repente brilhou no céu uma grande luz ao meu redor. 


⚠️ E-Book Grátis para Pregadores ⚠️:


v. 7 E eu caí ao chão e ouvi uma voz que me dizia: Saulo, Saulo, por que tu me persegues?
v. 8 E eu respondi: Quem és tu, Senhor? E ele disse-me: Eu sou Jesus de Nazaré, a quem tu persegues. 
v. 9 E os que estavam comigo viram de fato a luz, e ficaram atemorizados, mas não ouviram a voz daquele que falava comigo.

De acordo com At  9:7, os companheiros de viagem de Paulo ouviram a voz que falava com ele na estrada de Damasco, mas não viram ninguém. Neste versículo, o próprio Paulo afirma que eles não ouviram a voz daquele que falava com ele.

A gramática aqui apoia a ideia de que os companheiros de viagem de Paulo podem ter ouvido a voz, mas não a entenderam, ou pelo menos não entenderam como sendo a voz do Senhor.

Advertisement

(Atos 22:17-21) A ordem de Jesus

v. 17 E aconteceu que, eu retornando para Jerusalém, enquanto eu orava no templo, caí em um êxtase; 
v. 18 e vi aquele que me dizia: Apressa-te, e sai logo de Jerusalém, porque eles não receberão o teu testemunho acerca de mim. 

v. 19 E eu disse: Senhor, eles sabem que eu prendia e açoitava em cada sinagoga os que criam em ti; 
v. 20 e, quando o sangue de Estêvão, teu mártir, se derramava, também estava presente, e consentia na sua morte, e guardava as vestes dos que o matavam. 
v. 21 E disse-me: Vai, porque hei de enviar-te para longe, aos gentios. 

 Só este relato da conversão de Paulo menciona a visão no templo. Em sua resposta ao Senhor (Eu disse), Paulo, ainda um recém-convertido, parecia esperar que sua dramática mudança, de perseguidor para advogado do cristianismo, tornaria seu testemunho poderoso entre os cristãos judeus de Jerusalém, mas o Senhor sabia que, nesse momento, eles não o aceitariam.

Advertisement

Sobre o ceticismo inicial quanto à conversão de Paulo, ver nota em At 9:26. Sobre a execução de Estêvão, ver notas no versículo 4 e em At 7:58.

(Atos 22:22) Os judeus se revoltam ao ouvir

v. 22 E lhe deram ouvidos até esta palavra e então levantaram suas vozes, dizendo: Tira da terra tal sujeito, porque não convém que ele viva. 

A menção que Paulo faz de sua comissão aos gentios é um duro golpe no coração do nacionalismo judaico.


Domine a Arte de Elaborar e Pregar Sermões Expositivos, Temáticos e Textuais, para Ensinar com Profundidade, Clareza e Fidelidade as Escrituras!
(Clique Aqui e Confira)


(Atos 22:23-24) A ordem do tribuno

v. 23 E gritando, e arrojando de si suas vestes, e lançando pó para o ar,
v. 24 o tribuno ordenou que o levassem para a fortaleza, dizendo que o interrogassem com açoites, para ele saber por que causa assim gritavam contra ele. 

O tribuno romano sabia que Paulo falava grego, mas também sabia que ele era judeu. Portanto, ele entendeu ser legítimo açoitá-lo como primeiro passo para interrogá-lo.

(Atos 22:25) Podem prender um cidadão romano?

v. 25 E, quando o estavam atando com correias, Paulo disse ao centurião que estava presente: É-vos lícito açoitar um homem que é romano, sem ter sido condenado?

Advertisement

 Paulo sabia ser ilegal açoitar um cidadão romano não condenado; ver nota em At 16:37.

(Atos 22:26-28) Eu nasci livre e romano!

v. 26 E o centurião ouvindo isto, foi ao tribuno e lhe avisou, dizendo: Toma cuidado com o que tu vais fazer, porque este homem é romano. 

v. 27 E vindo o tribuno, disse-lhe: Dize-me, tu és romano? E ele disse: Sim. 
v. 28 E respondeu o tribuno: Com uma grande soma eu obtive esta liberdade. E Paulo disse: Mas eu sou livre de nascimento. 


⚠️ Receba Estudos Exclusivos no Whatsapp:


A cidadania romana podia ser obtida mediante o pagamento de propina (equivalente mais ou menos ao salário de um ano de trabalho) aos oficiais competentes.

Às vezes, a cidadania era concedida a cidades inteiras ou a indivíduos que prestavam serviços meritórios ao império.

Advertisement

Um dos antepassados de Paulo pode ter prestado serviços notáveis a Roma, inclusive servido no exército ou provido suprimentos para o exército, como a confecção de tendas. Qualquer que seja a origem, Paulo tinha herdado sua cidadania romana.

(Atos 22:29) Todos se vão

v. 29 E imediatamente partiram os que estavam para interrogá-lo, e também o tribuno ficou amedrontado, quando soube que ele era romano, visto que o tinha prendido.

 A importância da cidadania romana é esclarecida, tal como em Filipos (At 16:37). Sanções graves podiam ser aplicadas por se maltratar um cidadão romano dessa maneira.

Advertisement

(Atos 22:30) Paulo é liberto

v. 30 No dia seguinte, querendo saber ao certo a causa por que ele era acusado pelos judeus, soltou-o das suas correntes e ordenou que viessem os principais dos sacerdotes e todo o seu conselho; e, trazendo Paulo, o assentou diante deles. 

Paulo foi solto de suas correntes ou da prisão romana enquanto o conselho se reunia para julgá-lo acerca de acusações ligadas à lei judaica. Durante todo esse tempo, ele permaneceu sob a proteção de soldados romanos.

Conclusão

Paulo discurso para todos os presentes, contando tudo aquilo que já fez contra a igreja de Jesus. Aprendemos aqui que, não importa o que éramos antes de o conhecer, não devemos esconder nada de ninguém, isso só potencializa a obra redentora de nosso Salvador em nossas vidas.

Paulo sabia que, contando tudo, haveria o escândalo, mas cria que aquele testemunho tocaria na vida de pessoas que poderiam estar cansadas de uma vida sem alegria e motivos para agradecer.

Advertisement

Ao olharmos nosso passado, nossas cicatrizes emocionais, o que deixamos de ser, Jesus nos lembra de que a vida venceu a morte, a cura venceu a doença, o perdão venceu o pecado, e que não devemos nos envergonhar de nossas cicatrizes ou de nosso passado, e sim sermos gratos e reconhecermos o que éramos, o que somos hoje e o que Ele está fazendo em nós para que sejamos aquilo que Ele já vê! Aleluia!

Atos 22 estudo.

Conteúdo do Artigo

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *