Gênesis 11 Estudo: As gerações de Sem e a Torre de Babel

Advertisement

Neste capítulo de Gênesis 11 estudo, aprenderemos sobre a construção da Torre de Babel e também explicará a confusão das línguas, a descendência de Sem e revelará como, mais uma vez, a humanidade recebeu o castigo divino por causa da sua desobediência.

É interessante saber que o relato do episódio em Babel em Gênesis 11 vem antes do registro do capítulo anterior.

Advertisement

No 10, o escritor apresenta uma lista das nações com a ocupação de certos territórios que pressupõem a confusão das línguas registrada em Gênesis 11, e o estudo pode ser apresentado da seguinte forma: a construção da torre e da cidade de Babel; o juízo de Deus na confusão das línguas em Babel; a descendência de Sem.

Gênesis 11 estudo: Contexto histórico

Acompanhamos a descendência dos filhos de Noé e como ela se espalhou na terra após o dilúvio. O autor fornece uma lista das nações que tiveram origem através da linhagem de Noé.

Agora sabemos que Gênesis 10 é um registro posterior em relação a Gênesis 11, significando que, cronologicamente, os eventos registrados no 11 precedem a lista das nações de Gênesis 10.

Fica claro na medida em que lemos o texto, com Deus espalhando e confundindo os homens após a queda da Torre de Babel, e ele ainda mostrará a humanidade concentrada numa única região, enquanto o 10 mostrará a humanidade espalhada pela terra após a desobediência dos seres humanos.

Advertisement

Você ler a Bíblia todos os dias mas Não consegue Entender a Mensagem de Deus? Clique Aqui e venha Estudar Teologia Conosco de Maneira Fácil e Descomplicada! 📖


Capítulo 1-3

1 ERA então toda a Terra de uma mesma língua e de uma mesma fala (antes do dilúvio e imediatamente depois do dilúvio, havia um só idioma na face da Terra; embora não tenhamos como saber concretamente, essa língua provavelmente era o Hebraico).

2 E aconteceu quando partiram partiram do oriente (não se refere a todas as pessoas, mas sim a um grande grupo que se dirigiu nessa direção, mais do que provável dirigido por Ninrode; a frase “do oriente” deveria ser traduzida como “no oriente”) acharam um vale na terra de Sinar e habitaram ali.

(Este príncipe, Ninrode, e sua cidade, a Babilônia, e a planície em que ela foi edificada, Sinar, todos reclamam atenção. Representam os esforços de Satanás, que utiliza o homem como seu agente, para opor-se e destruir os Planos de Deus.

Deus tem Seu Príncipe e Sua Cidade; Satanás também tem o seu. E esses príncipes com suas cidades que se opõem ocupam a maioria das páginas da Bíblia – o término das páginas do Livro Sagrado revelam o triunfo do Emanuel e de Jerusalém sobre o Anticristo e a Babilônia.)

3 E disseram uns aos outros: Eia, façamos tijolos e queimemo-los com fogo. E foi-lhes o tijolo em lugar de pedra, e o betume em lugar de cal (considerando os materiais que foram utilizar, eles definitivamente não tinham se quer em mente que esta cidade e sua torre fossem temporárias).

E eles disseram:

4 Eia, edifiquemos nós nós uma cidade e uma torre, cujo cume chegue até o céu (provavelmente era um culto aos astros, quer dizer,”aos corpos planetários”); e façamo-nos um nome, para que não sejamos espalhados sobre a face de toda a Terra. (“Eles disseram” destaca o mal inegável no coração humano. Não levavam em conta o que Deus queria. Neste Versículo, vemos o foco de todas as rebeliões contra Deus, naquele tempo ou agora!


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


De fato, foi a primeira rebelião organizada contra Deus. O Senhor havia dito a Noé e a seus filhos para “”serem fecundos, multiplicarem-se para encher a Terra”[Gn 9.1].

Agora, os seguidores de Ninrode estão fazendo justamente o contrário. O Senhor quis que a humanidade se espalhasse na Terra, mas aqueles rebeldes estavam decididos a desafiar o que Deus desejava.)

5 Então desceu o SENHOR para ver a cidade e a torre que edificavam os filhos dos homens (eles regem os homens, mas Deus domina).

6 E disse o SENHOR:Eis que o povo é um, e todos estes têm uma mesma linguagem (o que na realidade é a Vontade de Deus); e isto é o que começam a fazer (a rebelar-se contra Deus); e, agora, nada lhes impedirá de alcançar o que pensarem fazer (em outras palavras, sua rebelião só se intensificaria).

7 Agora, pois, desçamos e confundamos ali a sua língua, para que nenhum entenda a fala do seu companheiro. (O pronome “Nós”, com respeito ao Senhor, declara a Trindade; há um só Deus, mas manifestado em três Pessoas, “Deus, o Pai; Deus, o Filho; e Deus, o Espírito Santo”. Ao menos uma centena ou mais de idiomas surgiram a partir daqui, o que tornou impossível a esses rebeldes operar em conjunto com qualquer tipo de coesão.)

A face de toda a terra

8 Assim o SENHOR os espalhou dali sobre a face de toda a Terra (os que falavam o mesmo idioma se uniram e se foram para outro lugar); e deixaram de edificar a cidade (há algumas evidências de que terminaram a torre, mas não a cidade).


⚠️ Receba Estudos Exclusivos no Whatsapp:


9 Por isso foi chamado o nome dela Babel (significa “confusão”; “Babel” é também o nome Hebreu da “Babilônia”; a torre e a cidade de Babel tiveram a sua origem na hostilidade deliberada, determinada, entusiasta contra o propósito de Deus, que os espalhou sobre a face de toda a Terra.

Aqui está a essência de toda rebelião: qualquer pensamento, conselho ou palavra cuja inspiração seja, mesmo em um grau infinitesimal, no antagonismo à Mente de Deus, é pecado),

porque ali confundiu o SENHOR a linguagem de toda a Terra, e dali os espalhou sobre a face de toda a Terra. (Como foi dito, os homens regem, mas Deus domina!)

AS GERAÇÕES DE SEM

10 Estas são as gerações de Sem: Sem era da idade de cem anos e gerou Arfaxade, dois anos depois do dilúvio.

26 E viveu Terá setenta anos, e gerou Abrão, Naor e Harā. (As gerações começam de novo com Sem, porque de sua linhagem o Filho de Deus nasceria no mundo; entretanto, detém-se aqui com Abraão, e por uma razão especifica. Foi a este homem que deu o Senhor o significado da Justificação pela Fé. Quanto ao fator espiritual, isto foi um grande passo adiante.)

OS DESCENDENTES DE TERÁ

29 E tomaram Abrão (Abraão) e Naor mulheres para si; o nome da mulher de Abrão era Sarai,e o nome da mulher do Naor, Milca, filha de Hara, pai de Milca e de Iscá.

30 E Sarai era estéril e não tinha filhos. (Abraão agora aparece, e sera um dos maiores varões de Deus que já viveu. Ainda que Sara fosse estéril, o Senhor, anos mais tarde, quando ela tivesse 90 anos de idade, resolveria esse problema. De fato, dos lombos de Abraão e do ventre de Sara viria o povo Judeu,levantado com o propósito explícito de dar ao mundo a Palavra de Deus e, além disso, servir como o ventre do Messias.)

TERÁ SE MUDA DE UR PARA HARÃ

31 E tomou Terá Abrão seu filho, e Ló, filho de Harã, filho de seu filho, e Sarai,sua nora, mulher de Abrão, seu filho; e saiu com eles de Ur dos Caldeus, para ir à terra de Canaã; e foram até Harã, e habitaram ali.

32 E foram os dias de Terá duzentos e cinco anos; e morreu Terá em Harã. (Com toda a sua família, que saiu de Ur dos Caldeus e viajou para Canaā, sabemos que, a esta altura, Abraāo já tinha experiências e uma grande Revelação de Deus. Como esta Revelação o alcançou, não nos é dito!Toda a família foi com o Abraão, o que parece não ter sido a Vontade de Deus.)


Domine a Arte de Elaborar e Pregar Sermões Expositivos para Ensinar com Profundidade, Clareza e Fidelidade as Escrituras!
(Clique Aqui e Confira)


Conclusão

Concluindo o texto bíblico de Gênesis 11, ele nos informa com clareza qual era o objetivo dos homens com tudo aquilo, a construção da torre. Eles queriam evitar que a humanidade se espalhasse por toda terra e claro que, essa atitude, era uma total desobediência ao mandamento do Senhor.

Além disso, esse comportamento revelava mais uma vez o orgulho arrogante que caracterizou o homem desde a queda no Éden. A humanidade queria edificar uma torre que tocasse o céu, um monumento à soberba humana.

Os homens queriam a fama, queriam ser celebrados, queriam perpetuar seus nomes e através daquela torre, os homens também queriam desafiar a Deus. Alguns estudiosos dizem até que, a intenção daquelas pessoas era poder subir ao céu e se vingar de Deus caso mais uma vez Ele quisesse destruir a terra.

O responsável por liderar aquele povo possivelmente foi Ninrode, o fundador de Babel e de outras cidades. Não podemos nunca deixar o orgulho, a soberba, a ganância penetrar em nosso coração.

Deus, então, vem olhar a obra dos homens e vê toda aquela obra com um único intuito, e os divide em línguas diferentes, e não mais falavam o mesmo idioma. Assim, este capítulo precede os acontecimentos do anterior, e os povos são espalhados pela terra.

Vemos também uma pequena genealogia ligando Sem até Abrão, que viria a se tornar o “Pai da fé”. E Deus usará a infertilidade de sua esposa para mudar a história da humanidade.

Gênesis 11 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *