Gênesis 24 Estudo: Deus Abençoa Isaque com Rebeca

Neste capítulo de Gênesis 24 estudo, vemos que Abraão, já farto de dias, faz seu servo jurar que iria até sua parentela buscar uma esposa para Isaque. Este questiona sobre a possibilidade de a moça não querer e, neste caso, então, Abraão o desobriga do juramento.

Tomando o servo dez camelos, partiu, rumo a Mesopotâmia. Ao parar junto a um poço, fora da cidade, onde as moças tiravam água, sugeriu ao Senhor que aquela que desse de beber a ele e aos camelos, essa se mostraria a mulher certa.

Advertisement

Então, se aproximou Rebeca e fez tudo conforme o servo havia considerado. Informou Rebeca que era filha de Betuel e, contando a sua família o ocorrido, essa hospedou ao servo, o qual, novamente, expos todo o ocorrido.

Rebeca e sua família consentem com o casamento, então parte. Após, estando Isaque no campo, ergue os olhos, avista a caravana de Rebeca. Ao ser informada que o homem que, também, avistava era Isaque, ela se cobre com véu.

Advertisement

O servo expõe todo o ocorrido a Isaque, o qual conduz a moça até a tenda de Sara e, ali, toma Rebeca. Isaque, assim, é consolado pela morte da mãe.

Gênesis 24 estudo: Contexto histórico

No capítulo anterior, vimos que Sara morre. Abraão vem lamentar sua morte. Após, foi aos filhos de Hete pedir-lhes a posse de uma sepultura e, então, Efrom, vende-lhe a caverna de Macpela. Abraão adquire a posse do campo e da caverna.


Você ler a Bíblia todos os dias mas Não consegue Entender a Mensagem de Deus? Clique Aqui e venha Estudar Teologia Conosco de Maneira Fácil e Descomplicada! 📖


Capítulo 1-2

1 E ABRAÃO era velho, e bem adiantado em dias; e o SENHOR havia abençoado a Abraão em tudo. (Abraão estava agora com 140 anos de idade e, na realidade, viveria até a idade de 175 anos [Gn 25.7]. Ele viveu 35 anos depois de que Isaque se casou, e viveu para ver Esaú e Jacó já adultos. Os capítulos 22 a 24 apresentam um panorama alarmante.

No Capítulo 22, o filho [de Abraão] foi oferecido; no Capítulo 23, Sara é colocada de lado, representando Israel, quando é posto de lado; e, no Capítulo 24, Abraão envia um servo para procurar uma noiva para o que tinha sido, por assim dizer, recebido de volta de entre mortos, como uma figura [de Cristo].

Quando passamos ao Novo Testamento, observamos algo notável e similar: 1. A rejeição e a morte de Cristo tem seu correspondente no sacrifício de Isaque; 2.

Advertisement

O desprezo a Israel segundo a carne tem sua analogia na morte de Sara; e 3. A chamada da Igreja para ocupar a posição alta de Esposa do Cordeiro é tipificada pela busca de uma esposa para Isaque.)

2 E disse Abraão a um servo dele, o mais velho da sua casa (Eliezer), que era o que governa sobre tudo o que possuía: Ponha agora a tua mão debaixo da minha coxa (Eliezer, em certo sentido, é um Tipo do Espírito Santo;

Ao pôr a mão sob a coxa do Patriarca, que foi a fonte da posteridade, aponta para os descendentes futuros de Abraão, em particular para Cristo, a Semente Prometida; por isso, o juramento era equivalente a um juramento por Aquele que havia de vir, a saber, Cristo),


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


Descendentes de Cam

3 E eu te farei juramentar pelo SENHOR, O Deus dos céus e Deus da Terra, que não tomarás mulher para meu filho das filhas dos Cananeus entre os quais eu habito (estes eram descendentes de Cam, e não de Sem, sendo esta à linhagem da qual Cristo viria, e só através dessa linhagem [Gn 9.26]).

4 Mas irás à minha terra e à minha parentela (descendentes de Sem), e tomarás mulher para meu filho Isaque (um Tipo do Espírito Santo chamando os Crentes, a Noiva de Cristo, do qual Isaque era um Tipo).

5 E o servo (Eliezer) respondeu-lhe (a Abraão): Se porventura a mulher não quiser seguir-me a esta terra; farei, pois,o teu filho tornar à terra de onde saíste?

Advertisement

6 E Abraão lhe disse: Guarda-te que não faças tornar para lá o meu filho (de maneira nenhuma Isaque seria levado àquela terra em particular onde sua [futura] esposa se encontrava; a Terra Prometida era seu lar, e a oportunidade para a tentação não deveria estar em seu caminho).

7 O SENHOR, Deus dos céus,que me tirou da casa de meu pai e da terra de minha parentela, e que me falou em e jurou, dizendo: À tua descendência darei esta terra; Ele enviará o Seu Anjo diante de ti, e tu tomarás mulher de lá para meu filho (o Senhor enviaria um Anjo que precederia a Eliézer e, portanto, prepararia o caminho).

8 E se a mulher não quiser seguir-te, serás livre deste meu juramento; somente não faças para lá tornar o meu filho (as instruções foram específicas: Isaque tinha que permanecer em Canaã, e a mulher teria que vir para Canaã, para estar com ele).


⚠️ E-book Grátis para Pregadores ⚠️:


9 Então o servo pôs a sua mão debaixo da coxa de Abraão, seu senhor (como tinha exigido Abraão), e jurou-lhe sobre este assunto.

A ORAÇÃO

10 E o servo tomou dez camelos, dos camelos do seu senhor,esse foi (o número “dez” representa plenitude; a salvação de nosso Senhor é uma Salvação plena);

Advertisement

pois tinha à sua disposição todos os bens de seu senhor (todos os bens de nosso Pai Celestial estão na Mão do Espírito Santo, do Qual Eliezer é um Tipo),

e pondo-se a caminho, chegou à Mesopotâmia, à cidade de Naor (o Espírito Santo veio a esta Terra no Dia de Pentecostes em uma nova dimensão, da qual Mesopotâmia era um Tipo).

11 E fez ajoelhar os camelos fora da cidade, junto a um poço de água, na hora da tarde, a hora em que as donzelas saíam para tirar água (o “poço de água” é um Tipo da “Água Vivente”).

12 E disse: Ó SENHOR, Deus és de meu senhor Abraão; me dês, rogo-te, que hoje tenha um bom encontro, e faze beneficência para com meu senhor Abraão (Eliezer não confia em seus próprios instintos, nem sua sabedoria pessoal; ele procura a direção do Senhor, sempre consciente do significado de sua viagem).

Advertisement

14 Seja, pois, que a donzela a quem eu disser: Abaixa o teu cântaro, rogo-te,para que eu beba; e ela responder: Bebe, e também darei de beber aos teus camelos; que seja esta a que Tu designaste. para o Teu servo Isaque;e nisto conhecerei que terás feito benevolência para com meu senhor

(o “esforço,” por assim dizer, não é simples nem fácil; os camelos bebem um montão de água, e, para uma jovem tirar água suficiente para satisfazer a sede de dez camelos – e ela o fez voluntariamente, inclusive sem lhe ser solicitado isso-,teria mesmo que ser Senhor).

REBECA

15 E aconteceu que, antes que ele acabasse de falar, eis que Rebeca, que havia nascido a Betuel, filho de Milca, esposa de Naor, irmão de Abraão, saía com o seu cântaro sobre o seu ombro (temos a primeira menção aqui a Rebeca, que seria a esposa de Isaque e que desempenharia um papel proeminente no grande Plano de Deus).


Domine a Arte de Elaborar e Pregar Sermões Expositivos para Ensinar com Profundidade, Clareza e Fidelidade as Escrituras!
(Clique Aqui e Confira)


17 Então o servo (Eliezer) correu para ela, e disse: Rogo-te que me dês a beber um pouco de água do teu cântaro.

19 E, quando acabou de lhe dar a beber, disse: Tirarei água também para os teus camelos, até que acabem de beber, (A maioria dos povos naqueles dias eram abastecidos por um manancial, com uma série degraus que levavam para baixo a água; por conseguinte, para subir caminhando por esses degraus levando um ou dois cântaros cheios de água não era uma tarefa fácil, ainda mais para satisfazer a sede de dez camelos.)

20 E ela se apressou, e despejou o seu cântaro no bebedouro, e correu outra vez ao poço para tirar água, e tirou para todos os camelos dele (um Tipo da Igreja que dá a “Água da Vida” a um mundo perdido).

Advertisement

21 E o homem estava maravilhado dela, e discretamente a olhava, para saber se o SENHOR tinha prosperado ou não a sua viagem (“maravilhado dela” significa que “a olhava com muita atenção ou cuidado”).

Dons

22 E aconteceu que,quando os camelos acabaram de beber, apresentou o homem um pendente de ouro (uma joia para sua testa) que pesava meio siclo, e dois braceletes que pesavam dez siclos de ouro (de um valor perto de $5,000 na moeda de 2003; um Tipo de “dons” dados pelo Espírito Santo à Igreja);

23 E disse: De quem és filha? Rogo-te que me digas: há na casa do teu pai um lugar para nos hospedar? (indica a pergunta que o Espírito Santo faz a todo pecador que crê em Deus).


⚠️ Receba Estudos Exclusivos no Whatsapp:


24 E ela respondeu:Sou filha de Betuel, filho de Milca, o qual deu à luz ela, a Naor (Rebeca menciona a mãe de seu pai para demonstrar que ela era descendente de uma esposa nascida de alta linhagem, e não de uma concubina).

25 E acrescentou:Também há em nossa casa palha e muita forragem, e lugar para hospedarem-se (Rebeca disse: “Há lugar”; o Espírito Santo espera a mesma resposta de nós).

Advertisement

27 E disse: Bendito seja o SENHOR, Deus de meu senhor Abraão, que não retirou a sua benevolência e a sua verdade de meu senhor, me guiando o SENHOR no caminho à casa dos irmãos de meu senhor (a oração de Eliézer demonstra que ele entendeu o significado de tudo isto).

28 E a donzela correu, e fez saber estas coisas em casa de sua mãe.

29 E Rebeca tinha um irmão que se chamava Labão, o qual correu à fonte ao encontro daquele homem (Rebeca era uma testemunha do que ela tinha experimentado, o que trouxe outros até Eliezer; devemos ser testemunhas também).

Labão

30 E aconteceu que, quando ele viu o pendente e os braceletes nas mãos de sua irmã que dizia (o mundo vê em nós a Justiça e a Santos de Deus, das quais estes dons eram um Tipo?): assim me falou aquele homem, veio a ele; e eis que ali estava junto aos camelos na fonte (a Bíblia diz que Labão “viu” e “ouviu”; o mundo tem que “ver” e deve “ouvir”!),

Advertisement

31 E lhe disse: Vem, bendito Senhor; por que estás fora? Eu já preparei a casa e o lugar para os camelos (muitas pessoas querem os “dons” do Espírito, mas não querem dar espaço para os camelos, quer dizer, para aquilo que eles consideram uma imposição; mas, se nós quisermos desfrutar dos “dons”, temos que ter espaço para os camelos).

32 Então o homem (Eliezer) veio a casa, e ele (Labão) desatou os camelos; lhes deu palha e forragem, e água para lavar os pés dele, e os pés dos homens que com ele vieram (Eliéser).

ELIEZER

33 E puseram diante dele (diante de Eliézer) o que comer; mas ele disse: Não comerei até que haja dito as minhas palavras. E ele (Labão) disse-lhe: Fala (O “Jantar das Bodas do Cordeiro” não pode começar até que a mensagem do Espírito Santo seja completa, que é, seguir a Noiva de Cristo).

34 Então disse: Eu sou o servo de Abraão (Eliezer tem muito cuidado para dizer exatamente o que Abraão havia dito; nós também devemos tomar cuidado para entregar fielmente a Palavra do Senhor, e não errar ao entregá-la).

Advertisement

35 E o SENHOR abençoou muito o meu senhor,e ele foi engrandecido, e lhe deu ovelhas e vacas,prata e ouro,servos e servas,camelos e jumentos (depois que Eliéser se identifica, ele promove a Abraão; isso é o que o Espírito Santo, do Qual Eliezer a um Tipo, sempre faz com respeito a Deus, o Pai, e a Deus, o Filho).

36 E Sara, a mulher do meu senhor,deu à luz em sua velhice um filho a meu senhor, a quem lhe deu tudo o que tem (o Pai Celestial deu todas as coisas ao “Filho”).

38 Mas irás à casa de meu pai, e à minha parentela, e tomarás mulher para o meu filho (israel seria aquela esposa, mas tinha corrompido sua posição; a Igreja toma agora o lugar de Israel, pelo menos durante a Dispensação da Graça)

Então ele me respondeu

40 O SENHOR, em Cuja presença andei (que ordenou a minha conduta), enviará o Seu Anjo contigo, e prosperará o teu caminho; e tomarás mulher para o meu filho de minha linhagem e da casa de meu pai (sob a Nova Aliança, agora temos ajuda constante do Espírito Santo [Jo 14.16], que é ainda maior que a ajuda dos Anjos);

41 Então serás livre do meu juramento, quando tiver chegado à minha linhagem; e se não a deram a ti (não permitirem que a donzela vá contigo), livre serás do meu juramento, 

Advertisement

44 E ela me responder: bebe tu, e também (Eliézer e os que com ele estão) para os teus camelos tirarei água; esta seja a mulher que destinou o SENHOR para o filho de meu senhor.

A VIAGEM DE REBECA

50 Então Labão e Betuel responderam e disseram: Do Senhor saiu isto; não podemos te falar mal ou bem. (Obviamente eles reconheceram a Mão do Senhor em todas estas coisas e se comportaram de acordo.)

51 Eis que Rebeca está diante de ti; toma-a e vai-te, como tem dito o SENHOR. (A viagem que ela empreenderia seria de cerca de 1.127 quilômetros [700 milhas] de distância. Era uma viagem mais longa naqueles dias, e provavelmente eles não veriam Rebeca outra vez.)

52 E aconteceu que, quando o servo de Abraão ouviu as suas palavras, inclinou-se à terra diante do SENHOR. (Podemos notar que, Eliéser com muita frequência, adora ao Senhor, tomando cuidado de lhe dar graças.)

53 E tirou o servo taças de prata e taças de ouro e vestidos, e deu-os a Rebeca; também “deu coisas preciosas a seu irmão e a sua mãe,” (Levando-se em conta quão rico era Abraçado e quão importante era este evento, o valor de tudo isso era, sem dúvida, era assombroso. Assim são os dons espirituais da Igreja, possíveis devido a Cristo e ao que Ele fez na Cruz e entregues a nós pelo Espírito Santo. Ele nos dá “coisas preciosas”.)

54 Então comeram e beberam ele e os varões que vieram com ele,e dormiram; e levantando-se pela manhã, (Eliezer) disse: Deixai-me ir a meu senhor (me deem permissão para sair!).

56 E ele lhes disse: Não me detenham, por que o SENHOR prosperou o meu caminho; me deixem partir para que eu volte a meu senhor (conhecedor da urgência de sua missão, Eliéser está preocupado em empreender a sua viagem).

Rebeca

58 E chamaram Rebeca, e disseram-lhe: Irás tu com este homem (esta é a pergunta que o Espírito Santo faz a todos os que fazem parte da Igreja, a Noiva de Cristo)? E ela respondeu: Sim, eu irei. (Ela estava deixando a sua família e, como já dito, possivelmente jamais a veria outra vez.

Quando vamos para junto de Cristo, nós, com efeito, também temos que deixar nossa família, nossos amigos e tudo mais, se for o caso. Nossa resposta deve ser tão rápida como foi a resposta de Rebeca: “Sim, eu irei”!)

60 E abençoaram a Rebeca, e lhe disseram: Ó nossa irmã, sejas tu a mãe de milhares de milhares e que a tua descendência possua a porta de seus inimigos. (Pouco se davam conta dos números assombrosos que apresentaram, os quais, de fato, cumpriram-se. Cada uma das pessoas que vieram a Cristo é parte dessas “milhares de milhares”. Além disso, a “Semente” dela, o Senhor Jesus Cristo, tem “possuído a porta” de todos os inimigos, o que significa a vitória total em cada aspecto.)

61 Levantou-se, então, Rebeca com as suas donzelas, e subiram sobre os camelos, esse guiaram o homem (além disso, devemos seguir ao Espírito Santo em toda a Sua direção, e sempre sem exceção alguma, Ele nos guiará a Cristo); e aquele servo (Eliézer) tomou a Rebeca, e se foi.

ISAQUE E REBECA

62 Ora, vinha Isaque do poço de Beer-Laai–Rói (O Vivente que me vê); porque ele habitava na terra do Sul.

63 E tinha saído Isaque a orar no campo, à hora da tarde; elevando os seus olhos olhou,e eis que os camelos vinham (enquanto estava em oração, ele, por acaso, olhou para cima, e eis que viu a caravana de camelos que se aproximava).

64 Rebeca também elevou os seus olhos, e viu a Isaque, e desceu do camelo (Rebeca se encontrou com Isaque em seu lugar de oração).

65 Porque tinha perguntado ao servo (Eliezer): Quem é este homem que vem pelo campo ao nosso encontro? E o servo tinha respondido: Este é meu senhor. Ela então tomou o véu, e se cobriu (o Senhor arrumou este matrimônio, e todos os matrimônios que Ele arruma são como devem ser. Rebeca era formosa, uma virgem e, sobretudo, ela era da Vontade do Senhor para Isaque).

66 Então o servo contou a Isaque todas as coisas que tinha feito (que história!).

67 E Isaque trouxe-a para a tenda de sua mãe Sara, e tomou a Rebeca por mulher; e amou-a. Assim foi consolado Isaque depois da morte de sua mãe. (Naqueles dias, a cerimônia matrimonial primitiva consistia somente em tomar a noiva ante testemunhas.

A palavra “morte” foi adicionada aqui pelos tradutores. Não estava no texto original. É como se o Espírito Santo não concluísse este belo e contente relato com uma nota de tristeza.)

Conclusão

Como no capítulo anterior, vemos, aqui, outra fase muito importante da vida: o casamento. Abraão teve o cuidado de seguir os mandamentos de Deus quanto ao matrimônio do filho.

Vemos, inclusive, Abraão pedindo cautela para o servo, ao proibi-lo de levar Isaque daquela cidade, para cumprir os desígnios divinos.

Vemos, ao final, Abraão lançando toda a situação aos cuidados de Deus, o qual sempre corresponde a fé daqueles que confiam em seu agir. Percebe-se, claramente, que Rebeca foi escolhida pelo próprio Deus.

As escrituras revelam que encontrar uma esposa é uma bênção de Deus (provérbios 18:22) e que o amor é o elo perfeito (Colossenses 3:14). Apenas um elo perfeito não se rompe!

Neste ponto, podemos destacar a importância do direcionamento dos pais nessa fase tão determinante na vida dos filhos. Os pais têm em suas mãos o poder de conduzir e zelar pelos filhos, apontando a direção correta.

A palavra de Deus diz que os filhos são flechas na mão do guerreiro. Isso indica pais (guerreiros), portanto, em meio a uma guerra, lançando o filho em direção ao alvo.

É preciso lutar para que acertem! Certamente, não fosse a negligência de muitos pais, exatamente nesta fase, tão determinante, talvez não estaríamos presenciando a banalização do matrimônio.  

Gênesis 24 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *