Gênesis 49 Estudo: O Fim da Vida de Jacó

Advertisement

Neste capítulo de Gênesis 49 estudo, veremos o fim da vida de Jacó, quando, muito doente, reúne seus filhos e profere a bênção que cabia a cada um. Este momento, muito importante, tratava-se de uma tradição, também, realizada por seus pais.

Aqui, Jacó anuncia as coisas que iriam acontecer a cada filho. Após, reiterou, na presença de todos os filhos, o pedido, que havia realizado a José, para ser sepultado em Canaã. Em seguida, expirou.

Advertisement

Gênesis 49 estudo: Contexto histórico

No capítulo 48, de Gênesis, José, ao saber que Jacó estava muito doente, leva seus dois filhos para terem com ele. Naquele momento, Jacó os abençoa e anuncia a adoção de Manassés e Efraim.

Posteriormente, Ele os abençoa, sendo que ao abençoar os netos, cruza os braços e coloca Efraim adiante de Manassés. Ao final, José, sob juramento, promete sepultar seu pai na terra de Canaã.

Capítulo 1-5

1 E CHAMOU Jacó seus filhos, e disse: Ajuntai-vos, e vos declararei o que vos há de acontecer nos últimos dias. (“Este Capítulo é parte das grandes profecias na Palavra de Deus. Tem a ver com os ‘últimos dias mais recentes’ [da época] e com os ‘últimos dias’ [escatológicos].

Aqui é a primeira ocorrência desta ex “A Profecia pode dividir-se da seguinte forma: Rúben, Simeão e Levi, a história moral de Israel até o Primeiro Advento; Judá, a aparição do Messias e Sua rejeição; Zebulom e Issacar, a dispersão dos Judeus entre os Gentios e sua submissão a eles;



Dã, a aparição e reino do Anticristo. Gade, Aser e Naftali apresentam o clamor da angústia dos filhos eleitos de Israel pela Segunda Vinda de Cristo. José e Benjamin, juntos, predizem a Segunda Vinda, em glória, do Messias de Israel.”- Williams)

2 Ajuntai-vos, e ouvi, filhos de Jacó; e escutei o vosso pai Israel. (Nos Versículos 1 e 2, o Espírito Santo enfatiza o uso de ambos os nomes, “Jacó” e “Israel”. Quando os doze filhos estão reunidos em sua presença, a referência a ele é como “Jacó”; entretanto, quando se trata das profecias que serão anunciadas, a referência a ele é por seu nome de príncipe, “Israel”).

3 Rúben, tu és meu primogênito, minha força, o princípio de meu vigor; excelente em dignidade, principal em poder (é o que deveria ter sido Rúben).

4 Impetuoso como a água, não serás o principal (nem Profeta, Governador ou um grande homem saiu de Ruben); porquanto subiste ao leito de teu pai; então o contaminaste, subiu à minha cama (Gn 35:22).

5 Simeão e Levi são irmãos (culpados do mesmo pecado); instrumento de ira são as suas espadas (Gn 34.25-29).

Acontecimentos em Siquém

6 Em seu secreto conselho não entre minha alma (conspirações secretas para assassinar os homens de Siquém); nem a minha honra se junte em sua companhia (Jacó não tinha parte na matança dos de Siquém); porque em seu furor mataram varões, e em sua vontade arrancaram O muro (quando tomaram o assunto em suas próprias mãos, em lugar de seguir ao Senhor, eles estornaram enormemente o muro protetor do Senhor ao redor de Jacó).



7 Maldito seja o seu furor, que foi forte;e a sua ira; pois era dura; Eu os apartarei em Jacó, e os espalharei em Israel. (A Tribo de Simeão, quando entrou na Terra de Israel vários séculos depois, não teria herança, mas, de fato, teve a sua parte na herança de Judá. Também Levi não teria herança em tudo, mas teria a sua maldição convertida em bênção, já que ela veio a ser a Tribo Sacerdotal de Israel, mas viveria dispersa por toda a nação, cumprindo a profecia.)

8 Judá, te elogiaram os teus irmãos (o nome Judá significa “louvor”, e desta Tribo que viria o Messias); a tua mão será na nuca de Teus inimigos (refere-se a grande vitória que Cristo ganharia sobre Satanás e todos os poderes da escuridão na Cruz [Cl 2.14-15]); os filhos de teu Pai se inclinarão a ti (Israel fará isso na Segunda Vinda).

Judá

9 Judá é um leãozinho (refere-se a um leãozinho no poder da sua juventude; absolutamente invencível. Cristo é representado aqui no despertar do Seu poder, da Sua maturidade, cheio do Espírito Santo, curando os doentes, expulsando os demônios, ressuscitando os mortos e fazendo grandes e poderosas coisas, com todos os espíritos demoníacos tremendo aos Seus Pés),

da presa (o leão está sempre em busca da presa; a presa nunca procura o leão) subiste (significa que Cristo está sempre na ofensiva), Meu filho (Jesus é o Filho de Deus), encurva-se, deita-se como um leão (um leão destreinado, parado sobre as suas patas traseiras, preparado para saltar, o que, de fato, era o símbolo da Tribo de Judá),

assim como um leão velho (refere-se a um que amadureceu até chegar a ser pleno em vigor e ferocidade), quem o Despertará? (Quem seria tão insensato para responder à invencibilidade absoluta de Cristo?)

10 Não será tirado o cetro de Judá (o “Cetro” é definido como “um bastão de ofício e autoridade”, o qual pertence a Cristo), e nem o legislador de entre os Seus Pés (refere-se ao fato de que Judá estava destinado a ser o guardião da Lei, o que os membros dessa tribo eram o Templo estava em Jerusalém, cidade que pertencia à Tribo de Judá e que tinha que ver com a Lei),


⚠️ Receba Estudos Exclusivos no Whatsapp:


até que venha Siló (quando vier Jesus, tipificado pelo nome “Siló”, Que, de fato, era Verdadeiro Legislador, Aquele que cumpriu a Lei em sua plenitude em Sua Vida e em Sua Morte e, portanto, satisfaz todas as suas justas demandas); e a Ele se congregaram os povos (o time: o único caminho para Cristo, o Filho, é a Cruz; o único caminho para a Cruz é a negação de si mesmo.)

À videira

11 Amarrará à videira (a “Videira” se refere à fruta e, de fato, ao “sangue de uvas”, que se refere ao que Jesus fez na Cruz, ao derramar o Seu Sangue, Sua Vida, para produzir este fruto [Jo 15.1]) o seu animal, e à cepa mais excelente o filho da sua jumenta; e lavará no vinho a sua roupa, e o seu manto no sangue de uvas (tudo isto se refere à Cruz e ao que lavaria as Suas Vestes em vinho, quer dizer,”em sangue”);

12 Os Olhos vermelhos do vinho (Seus olhos olhavam sempre para a Cruz), e os dentes brancos de leite (refere-se à Justiça de Cristo; é a Justiça que Ele sempre teve, mas agora é possível para nós, devido ao que Ele fez e aos Seus Sofrimentos, quer dizer, “o’sangue de uvas”).

13 Zebulom habitará em portos do mar. E será para porto dos navios (esta descrição de Zebulom não é tão geográfica quanto ocupacional; o mais próximo que esta Tribo chegou do Mediterrâneo foi 16 quilômetros [10 milhas];

entretanto, as grandes vias de mercadorias do norte ao sul passaram pela região de Zebulom, sendo os membros dessa tribo muito ativos no comércio); e o seu termo será até Sidom (deveria ser traduzido como: “E suas fronteiras será para Sidom”).

15 E viu ele (Issacar viu) que o descanso era bom e que a terra era deliciosa; e abaixou seu ombro para levar (a Tribo de Issacar está junto ao Rio Jordão e, como resultado, foi favorecida pela melhor área para agricultura em toda Israel) e serve debaixo de tributo (tem a ver com atividades agrícolas, e não com o jugo de nenhuma outra nação).

17 Dã será serpente junto ao caminho, uma víbora junto ao caminho,que morde os calcanhares dos cavalos, e faz cair para trás o cavaleiro deles. (Dã tinha a habilidade para governar, mas, mesmo assim, tornou-se uma serpente perigosa.

Com toda certeza, podemos observar que a primeira introdução de idolatria em Israel é atribuída à Tribo de Dã [Jz 18] e que, ao serem Enumeradas as Tribos em Apocalipse 7, é omitido o nome Da.

Assim também, acredita-se que o Anticristo, que será Judeu, sairá da Tribo de Dã; assim, uma vez mais se assemelhará a “uma serpente no caminho”, uma serpente muito venenosa.)

18 A tua Salvação espero, ó SENHOR (Refere-se à Segunda Vinda).

19 Gade, um exército o atacará; mas ele o atacará por fim (“Gade”será vencido pelo Anticristo durante a Grande Tribulação, mas “o atacará por fim”, o que se refere à Segunda Vinda).

20 O pão de Aser será gordo, e ele dará de leites ao rei (“Aser” poderia ser a primeira das Tribos a dar as boas-vindas a Cristo, em Sua Segunda Vinda. A frase “dará deleites ao rei” implica uma excelente apresentação para o Rei. Esse Rei é o Senhor Jesus Cristo.)

21 Naftali é uma gazela (uma cerva fêmea) solta, que dará palavras formosas. (“Nafta: Seu retorno. Serão palavras de arrependimento [Zc 13.1].)

22 Ramo frutífero é José, ramo frutífero junto à fonte, cujos ramos se estendem sobre o muro (José,como Judá, é um Tipo de Cristo; por tanto, superlativos fluentes e brilhantes. Judá é descrito como Cristo em Seus sofrimentos, enquanto José é descrito como Cristo em Suas Bênçãos Milenares).

23 Os arqueiros lhe causaram amargura, e lhe dispararam flechas, e o aborreceram (tudo fala do que fez Israel a Cristo).

Cristo fez

24 Mas o Seu Arco susteve-se no Forte, e os Braços de Suas Mãos se fortaleceram pelas Mãos do Valente de Jacó (Cristo fez, apesar da oposição, o que Ele devia fazer; refere-se à Cruz)(de onde e o Pastor e a Pedra de Israel, Cristo é denominado aqui por dois nomes: “o Pastor” e “a Pedra de Israel.”)

25 Pelo Deus de Teu Pai, o Qual Te ajudará (Cristo é o único Que desfrutar das Bênçãos do Pai; e essas Bênçãos lhe virão de todas as formas), e pelo Todo-Poderoso, o Qual te abençoará com bênçãos dos altos céus, com bênçãos do abismo que está embaixo, com bênçãos dos dos seios e da madre (temos que entender que Deus não abençoa o homem; Ele abençoa Cristo; se a pessoa que estiver em Cristo, então é abençoada);

26 As Bênçãos de Teu Pai foram maiores que as bênçãos de meus progenitores (antepassados) até o termo das colinas eternas (O tempo que durarem as colinas durarão as Bênçãos de Deus; visto que as colinas são “eternas”, significa que as Bênçãos de Deus, por meio de Cristo, são eternas também);

estarão sobre a cabeça de José (as Bênçãos serão sobre Cristo, de Quem José era um Tipo), e sobre a coroa da cabeça de entre os Seus irmãos (embora Cristo fosse um homem, ele estava afastado de todos os outros homens, porque Ele sempre foi também o Filho de Deus).

Benjamim

27 Benjamim, (a Tribo de Benjamim pode ser a tribo principal que se oporá ao Anticristo; fica muito claro por isso que Jacó foi guiado a dizer isso pelo Espírito de Profecia, e não por um afeto natural; ou ele teria falado em um tom mais tenro de seu filho amado Benjamim)

é lobo arrebata dor (algo que enquadra como presa), pela manhã comerá a presa, e à tarde repartirá os despojos (isso poderá acontecer durante a Grande Tribulação vindoura, quando a Tribo de Benjamim se opõe totalmente ao Anticristo).

28 Todas estas são as doze tribos de Israel, e isto foi o que seu pai lhes disse, e os abençoou; a cada um por sua bênção os abençoou (embora Rúben, Simeão e Levi estivessem sob os marcos do desagrado de seu pai, ele ainda abençoa cada um segundo a sua bênção, porque nenhum deles foi rejeitado como Esaú)

29 Depois mandou-lhes, e lhes disse: Eu vou ser reunido com o meu povo; me sepultem com meus pais, na cova que está no campo de Efrom, o Heteu (o coração do Patriarca não estava fixado na riqueza de sua câmara luxuosa, mas estava muito longe, na terra escolhida por Deus; nós, também, devemos recordar que, embora estejamos no mundo, não devemos ser deste mundo; nosso tesouro está em outro lugar).

30 Na cova que está no campo de Macpela, que está diante de Manre, na terra de Canaã, a qual comprou Abraão com o mesmo campo de Efrom, o Heteu, para herdade de sepultura (o grande Patriarca nunca permitiu que todo o esplendor do Egito e seu luxo se tornassem objeto da sua Fé; está sempre estava em Cristo e na Cruz).

31 Ali sepultaram A Abraão e Sara, sua mulher; ali sepultaram Isaque e Rebeca, sua mulher, e ali eu também sepultei Lia. (Sua demanda, a de que ele fosse sepultado onde Abraão e Isaque foram sepultados, ecoava dentro de si mesmo e declarava que todos estes reclamavam a totalidade da terra. Deus tinha prometido isso a eles; e, em última instância, essa Promessa será cumprida.)

A MORTE DE JACÓ

33 E quando, acabou Jacó de dar instruções a seus filhos, encolheu os seus pés na cama, (As últimas horas do grande Patriarca foram cheias de profecias e predições com respeito às doze Tribos de Israel, que finalmente trariam o Redentor ao mundo.

Ele morreu quando a Profecia foi anunciada, mas ele não morreu até que tudo fosse dito. É importante dizer de Jacó que ele guardou a Fé que foi entregue a Abraão e a seu pai, Isaque. Ele não permitiu que a tocha caísse no chão ou se apagasse. Em sua morte, ela ardia e, de fato, ardia como nunca antes.)

Conclusão

Este capítulo expõe as bênçãos dos filhos de Israel, portanto, das doze tribos. Aqui, aprenderemos mais sobre o reflexo de nossas escolhas.

O relato bíblico revela que Jacó proferiu bênçãos, mas, também, maldições. O que podemos observar é que, ao profetizar, sobre os filhos, Jacó faz menção de escolhas realizadas por eles, as quais refletiram na bênção determinada a cada um.

Para exemplificar, podemos mencionar as palavras proferidas a Rúben, o qual, em determinado episódio, narram as escrituras, toma Bila, concubina de seu pai (Gênesis 35:22). Então, Jacó, ao abençoá-lo, anuncia que, este, não será o mais excelente, vez que havia profanado seu leito.

Também, observamos, nas palavras ditas à Simeão e Levi que, Jacó, faz menção ao episódio em que, estes, atacam os Siquemitas, de forma traiçoeira (Gênesis 34:25), logo, ao considerar este fato, Jacó amaldiçoa o furor de seus filhos. Já, na bênção de José, por exemplo, vemos apenas bênçãos sendo declaradas.

Adiante, a bíblia relatará que as tribos de Israel serão distribuídas e, cada uma, terá uma responsabilidade diferente e deverá conquistar e dominar as terras que Deus prometeu a seus pais, tornando-se evidente o reflexo das palavras proféticas de Jacó.

Diante disso, se faz necessário analisarmos a importância de cultivarmos um relacionamento com Deus, a fim de recebermos sua orientação.

Toda escolha, refletirá, não somente no nosso futuro, mas, no de gerações, conforme constatamos na vida dos filhos de Jacó.  Portanto, andar conforme a vontade do Senhor, é determinante para um futuro de paz.

Gênesis 49 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *