Habacuque 1 Estudo: Questionamento do Profeta à Justiça de Deus

O livro de Habacuque é direcionado à Judá e em Habacuque 1 estudo vemos o início da história de um povo que se afastou do Senhor.

Até hoje não se sabe muito sobre Habacuque, onde sabemos que ele era um profeta de Deus, mas, sem citações em outros livros da bíblia.

Advertisement

Durante toda a parte do texto escrito em Habacuque 1, encontramos a fala do profeta quanto ao juízo destinado ao povo de Judá.

Esse povo havia abandonado os caminhos de Deus e agora vivia conforme sua própria vontade.

Além disso, muitos pensam que Habacuque ministrou em algum momento durante o reinado do rei Jeoaquim, talvez por volta do ano 607 ac.

Advertisement

Mas, até então, não há respostas que confirmem exatamente isso.

Por fim, para que você possa entender melhor sobre o livro de Habacuque 1, faremos um estudo bíblico completo dessa passagem super importante do antigo testamento.

Habacuque 1 Estudo Completo

Faremos agora um estudo completo, versículo por versículo de Habacuque 1, bom estudo.


⚠️ Grupo VIP de estudos no WhatsApp:


Versículo 1: O fardo que o profeta Habacuque viu

No primeiro versículo do livro de Habacuque Deus revela ao profeta um juízo sobre o povo de Judá.

Advertisement

Sendo assim, podemos afirmar que após Habacuque anunciar o julgamento vindouro de Judá, foi visto o quanto pesado era seu conteúdo.

Além disso, também era pesado em relação a sua fonte, uma vez que Habacuque lida com perguntas difíceis que ele traz a Deus, e até as respostas de Deus a essas perguntas.

Versículos 2 e 3

Até quando, Senhor, clamarei eu, e tu não me escutarás? Gritar-te-ei: Violência! E não salvarás? Por que me mostras iniquidade e me fazes ver a opressão? Pois a destruição e a violência estão diante de mim; há contendas, e o litígio se suscita.

Habacuque olhou para a violência e a injustiça ao seu redor na nação de Judá.

Assim, vendo toda a violência que estava acontecendo, ele se perguntou onde Deus estava e por que Deus não consertou as coisas.

Advertisement

E ainda descreve o que tem visto acontecer, que são destruições e muita violência no meio de toda a nação.

Versículo 4

Por esta causa, a lei se afrouxa, e a justiça nunca se manifesta, porque o perverso cerca o justo, a justiça são torcidos


⚠️ Aprenda mais da Palavra de Deus:


Já no versículo 4 o profeta explica que por ter deixado de andar no caminho de Deus, os ímpios tomaram o poder e se tornaram governadores.

Sendo assim, as decisões eram de acordo com a própria vontade desse povo e já não existia mais a justiça de Deus naquele lugar.

Versículos 5-11: Judá receberá seu castigo pelos Caldeus

Versículo 5: Vede entre as nações, olhai, maravilhai-vos e desvanecei, porque realizo, em vossos dias, obra tal, que vós não crereis, quando vos for contada.

Aqui Deus responde a oração e indagações de Habacuque e ordena que o profeta observe a agitação que acontece em todas as nações. Isso pela ascensão babilônica e a queda da Assíria.

Mas, o Senhor mostra a Habacuque que as suas obras continuavam vivas e que algo novo e surpreendente estava para acontecer.

Advertisement

Versículo 6

Pois eis que suscito os caldeus, nação amarga e impetuosa, que marcham pela largura da terra, para apoderar-se de moradas que não são suas.

No texto do versículo 6 Deus mostra a Habacuque que tudo acontece segundo a sua vontade e que mesmo uma nação perversa, como os Caldeus, seria usada para realizar o seu projeto.

Quando os babilônios (os caldeus) finalmente vieram contra Judá, eles vieram como enviados de Deus.

Não é que eles próprios não quisessem vir, mas Deus permitiu que seu desejo pecaminoso de conquistar Judá se concretizasse.

Até porque, se formos ver, caso Deus não tivesse permitido que eles fizessem isso, eles nunca teriam conquistado Judá e exilado o povo de Deus para fora da Terra Prometida.


⚠️ Manual Bíblico Recomendado!


Versículo 7

Eles são pavorosos e terríveis, e criam eles mesmos o seu direito e a sua dignidade.

Advertisement

Habacuque se perguntou onde estava o julgamento de Deus contra o pecado em Judá.

Deus estava mostrando que os Caldeus tinham orgulho de sua postura arrogante e cruel.

Durante o reinado de Nabucodonosor o povo babilônico cresceu de maneira surpreendente e por isso se tornou tão arrogante.

Nesse sentido, eles tinham suas próprias leis e justiça e não respeitavam nenhuma outra nação do mundo.

Todos os estudos bíblicos que falam sobre a Babilônia mostram que se tratava de um povo amargo e cruel que não ouvia a voz de Deus.

Advertisement

Portanto, acredita-se ser por isso que eles sempre foram vistos pelo povo de Deus, como inimigos.

Versículo 8

Os seus cavalos são mais ligeiros do que os leopardos, mais ferozes do que os lobos ao anoitecer são os seus cavaleiros que se espalham por toda parte; sim, os seus cavaleiros chegam de longe, voam como águia que se precipita a devorar.

Você consegue notar que no versículo 8, Habacuque continua falando o quanto o povo babilônico é feroz e cruel.

Dessa forma, isso é feito por meio de uma comparação entre o exército caldeu e animais ferozes e conhecidos pela sua imponência.


⚠️ Aprenda a Pregar a Palavra de Deus:


Versículo 9

Eles todos vêm para fazer violência; o seu rosto suspira por seguir avante; eles reúnem os cativos como areia.

Habacuque reconhece toda a violência que existia tanto em Judá quanto na Babilônia.

Advertisement

Vale ressaltar que esses traziam cativos de todas as terras que andavam, sem nenhum respeito ou piedade.

Versículo 10-11

Eles escarnecem dos reis; os príncipes são objeto do seu riso; riem-se de todas as fortalezas, porque, amontoando terra, as tomam. Então, passam como passa o vento e seguem; fazem-se culpados estes cujo poder é o seu deus.

No versículo 10 e 11 ele explica como agia o povo da Babilônia, rindo e zombando de todas as nações.

Dessa forma, quando os babilônios tomaram conta da terra de Judá, eles erroneamente darão crédito a seus falsos deuses.

O Senhor sabia e disse que eles fariam isso antes que acontecesse.

Por onde eles passavam deixavam rastros de destruição e julgavam todos os povos segundo os seus preceitos.

Versículos de 12 a 17

Versículo 12-17: “Não és desde a eternidade, Senhor meu Deus, meu Santo? Não vamos morrer. Senhor, tu os designaste para o juízo; Ó Rocha, Você os marcou para correção. Você tem olhos mais puros do que para ver o mal e não pode olhar para a maldade. Por que você olha para aqueles que agem traiçoeiramente e cala a língua quando o ímpio devora uma pessoa mais justa do que ele? Por que você faz os homens como peixes do mar, como seres rastejantes que não têm domínio sobre eles? Eles pegam todos eles com um anzol, eles os pegam em sua rede e os prendem em sua rede de arrasto. Portanto, eles se regozijam e estão contentes. Portanto, eles sacrificam à sua rede e queimam incenso à sua rede de arrasto; porque por eles sua parte é suntuosa e sua comida farta. Devem, portanto, esvaziar sua rede e continuar a matar nações sem piedade?”

No versículo 12 a 17, Habacuque se pergunta por que Deus usaria uma nação mais perversa do que Judá para julgar Judá.

Fizemos uma análise mais profunda dos seus trechos, para que você possa acompanhar e montar a sua reflexão.

Porque você olha para aqueles que agem traiçoeiramente

Primeiramente, conseguimos ver com esse trecho que Habacuque primeiro ficou preocupado porque não havia julgamento contra Judá.

Assim, Deus respondeu para ele, afirmando que o julgamento estava a caminho.

Porém, Habacuque depois disso, já estava preocupado com quem realizaria esse julgamento, uma vez que na época seriam os babilônios, um povo ainda mais perverso do que o povo de Judá.

A partir dessa passagem, trazendo para nossa realidade, vemos o quanto as pessoas enfrentam tempos de crise como este da maneira errada.

Você tem olhos mais puros do que para ver o mal, e não pode olhar para a maldade

Como Habacuque conhece o caráter de Deus, isso se torna ainda mais problemático, visto que ele entende o caráter santo de Deus, ele está mais preocupado do que nunca com o motivo de Deus julgar o ímpio em Judá, exaltando ainda mais a ímpia Babilônia.

Devem, portanto, esvaziar sua rede e continuar a matar nações sem piedade?

Nesse trecho, Habacuque se pergunta por quanto tempo Deus permitirá que os babilônios continuem sua conquista cruel de nações e dominem tais territórios.

Dessa forma, é como se o povo de Deus fosse conquistado tão facilmente quanto um peixe em uma rede.E isso é algo que ele questionava bastante.

Considerações finais

No estudo de Habacuque 2, conseguimos ver a continuação desse trecho, com o desfecho dessa história.Ou seja, é algo que vale bastante o acompanhamento, para ver como tudo isso vai acabar.

Qual a sua opinião sobre o estudo de Habacuque 1 que realizamos anteriormente? Deixe nos comentários.Nos vemos em breve. Grande abraço e fique com Deus.

Habacuque 1 estudo.
Advertisement

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    2 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


    1. a paz do Senhor jesus gostaria de saber o que realmemte os caldeus faziam ao povo de Israel
      concclusao qual

    Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência na navegação. Mais informações.