Salmo 1 Estudo: Os Ímpios e os Justos

O salmo 1 estudo faz o contraste entre as atitudes dos justos e as atitudes dos ímpios. Em outras palavras, o escritor fez a distinção entre pessoas que temem a Deus.

No caso dos ímpios, eles obedecem reis pagãos e não os princípios e mandamentos do Deus todo Poderoso. Pessoas teimosas que recusam a verdade e escolhem o caminho das trevas.

Advertisement

O primeiro salmo é um exemplo de vida dedicada a Deus. Se todos nós (como cristãos) compreendermos a preciosidade dos versículos que os compõem, então teremos uma vida plena e rica diante de Deus.

Neste contexto, verifica-se que o caminho dos justos passa por abrandar o ritmo ao longo da vida: Bendito seja aquele que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores e não se senta no círculo dos zombadores.

Advertisement

Segue-se que a perversidade começa com andar e aceitar maus conselhos de pessoas ímpias. Escolhe o caminho certo é um passo importante na nossa vida, somos nós que escolhemos o estilo de vida que queremos levar, ser andaremos no caminho dos ímpios ou não.

Continuamos a discutir a próxima questão: então, como os justos devem se comportar? Essa pergunta nos leva ao segundo versículo: No Salmo 1, o escritor descreve as ações dos justos de uma forma positiva, e esse é o tema principal deste salmo, vamos ao estudo.


Você ler a Bíblia todos os dias mas Não consegue Entender a Mensagem de Deus? Clique Aqui e venha Estudar Teologia Conosco de Maneira Fácil e Descomplicada! 📖


(Salmo 1:1) Abençoado é o homem que nos caminhos dos ímpios

v1 Abençoado é o homem que não anda no conselho do ímpio, nem fica no caminho dos pecadores, nem assenta na cadeira dos escarnecedores.

Abençoado expressa o sentido de alegria e satisfação com a condição ou circunstâncias em que se está. Felicidade geralmente é o resultado da bênção que vem por meio da confiança em YAHUAH e da obediência a Ele (Sl 34:8), (Sl 40:4), (Sl 84:5), (Sl 89:15).

As três descrições seguintes são expressas na forma negativa, mostrando o que não é típico deste homem feliz. Com base na estrutura, o melhor é entender estas condutas como paralelas, e não progredindo de um pecado menor para outro maior.

Advertisement

(Salmo 1:2) O prazer do convertido está na lei do Criador

v2 Mas o seu prazer está na lei do Todo Poderoso, e na sua lei medita de dia e de noite.

A palavra hebraica torah por vezes é traduzida como lei, porém é melhor entendida como “ensino” ou “instrução”.

Trata-se da revelação da vontade do Pai para Seu povo, e não de um conjunto de materiais legislativos ou uma coleção de pareceres judiciais, noções comumente associadas à palavra portuguesa “lei”.


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


A instrução de YAHUAH não é um fardo (Dt 30:11), (Jo 5:3), ela é um prazer para aqueles que nele confiam.

“Meditação” ( da raiz hebraica hgh; Js 1:8) tem o sentido literal de “murmurar para si mesmo”, atividade intimamente relacionada a se concentrar em uma coisa a fim de entendê-la.

(Salmo 1:3) Tudo aquelo que ele faça, prosperará

v3 E ele será como uma árvore plantada junto aos rios de água, que produz seu fruto em sua estação; sua folha também não murchará; e tudo aquilo que ele faça, prosperará.

Advertisement

A figura do justo como árvores em flor é uma metáfora comum (Sl 92:12-14), (Jr 17:8). Ela também é afirmada em outros materiais do antigo Oriente Próximo, em especial o texto de sabedoria egípcia “Instrução de Amenemope“.

Dar fruto é uma extensão da metáfora e se refere aos produtos da vida espiritual em uma pessoa (Pv 12:12), (Jo 15:5), (Cl 1:10).

(Salmo 1:4) Os ímpios são como a palha

v4 Os ímpios não são assim; mas são como a palha que o vento lança para longe.


⚠️ E-book Grátis para Pregadores ⚠️:


Aqui o contraste focaliza o destino dos dois caminhos, e não a conduta de cada um, desenvolvida nos v1-3. Palha, o produto inútil da debulha, está em contraste com o fruto do versículo anterior.

Os ímpios serão levados pelo vento (ver nota em Sl 35:5), (Os 13:3), sendo separados daquilo que é útil e de valor.

Advertisement

(Salmo 1:5) Os ímpios não ficarão de pé no juízo

v5 Portanto, os ímpios não ficarão de pé no juízo, nem pecadores na congregação dos justos.

Ficarão de pé no juízo significa , literalmente, “se levantarão no julgamento”. Neste contexto, “levantar-se” traz a ideia de ser capaz de permanecer (ou sobreviver) na hora do juízo.

Alguns argumentam que isso se refere apenas ao juízo final do Criador, por se tratar de algo definitivo (o juízo). No entanto, parece melhor entender esta expressão como o juízo de Deus nesta vida ou na futura. Não estando entre os justos, os pecadores são julgados e tirados de cena.

(Salmo 1:6) O Criador conhece nosso caminho

v6 Porque Yahuah conhece o caminho dos justos, mas o caminho dos ímpios percerá.

Advertisement

O resumo final mostra o que já se prevê para quem segue cada caminho: proteção do Criador para os justos e desastre (ou perecerá) para os ímpios.

Conclusão

Por fim, a dicotomia apresentada no Salmo 1 estudo entre ímpios e justos deixa bem claro que há um caminho agradável ao Senhor a ser seguido.

O fundamento de toda ação humana deve ser proveniente da fé e comunhão com Deus.Do contrário, os substitutos dados pelo mundo levará o indivíduo para o engano e, no fim, à destruição.


Domine a Arte de Elaborar e Pregar Sermões Expositivos, Temáticos e Textuais, para Ensinar com Profundidade, Clareza e Fidelidade as Escrituras!
(Clique Aqui e Confira)


O Senhor sabe de tudo a respeito da trajetória da nossa história, afinal, Ele nos criou para um propósito.Além disso, tem bons pensamentos sobre nós, com o intuito de nos dar o fim que esperamos.

No entanto, a ação divina só acontece em nossa vida quando há da nossa parte uma predisposição de obedecer ao Senhor.

O abandono das próprias vontades e dos prazeres e anseios humanos somado a busca sincera de conhecer mais de Deus nos posicionam em um lugar de transformação.

Advertisement

Nos tornamos uma árvore plantada junto aos ribeiros e damos frutos no tempo certo, porque Ele passa ser o centro da nossa existência, o fundamento da nossa casa e da nossa vida.

Salmo 1 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    1 Comentário

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *