Salmo 103 Estudo: A Bondade e Justiça de Deus

O salmo 103 estudo, ainda é um dos temas mais procurados dentre os estudiosos Bíblicos. Primeiramente, não é segredo, que o livro dos salmos é um dos mais procurados, e que tem um poder muito alto, onde alguns salmos, como o 91, 103, 121 e dentre outros, são famosos e muito procurados.

Ou seja, você ficar por dentro do estudo do salmo 103 em especial, é algo muito importante, assim como aprender como ler a Bíblia e entender, que é um tema muito procurado dentre os Cristãos.

Advertisement

Para que você tenha esse contato mais próximo a esse salmo, confira toda análise profunda dos versículos que acompanham esse capitulo 103.

Salmo 103 – Origem

Se você ainda não conhece esse salmo, ou é o seu primeiro contato, saiba que ele é atualmente intitulado como um salmo de Davi.

Primeiramente, não sabemos as circunstâncias em que foi escrito, mas, como sabemos, Davi era um homem que conhecia a graça e a libertação de Deus muitas vezes.

Advertisement

Assim, podemos considerar que poderia ter sido escrito em muitos momentos diferentes de sua vida.

No entanto, Charles Spurgeon, um pregador Batista inglês, com alta influência no protestantismo, uma vez pensou:

“Devemos atribuir isso aos seus últimos anos, quando ele tinha um senso mais elevado da preciosidade do perdão, devido a um senso mais agudo do pecado, do que em sua juventude. Seu claro senso da fragilidade da vida indica seus anos mais fracos, assim como a própria plenitude de sua louvável gratidão”.


⚠️ Grupo VIP de estudos no WhatsApp:


Assim, podemos considerar que diante disso, é talvez o cântico de puro louvor mais perfeito que se encontra na Bíblia.

Advertisement

Por fim, você precisa saber que ainda existem muitas dúvidas a respeito dessa origem, mas a mais aceita, e acreditada, é a citada por Charles Spurgeon, que foi um dos primeiros a fazer esse estudo.

Salmo 103 Estudo Completo

Abaixo faremos uma análise tópico por tópico a respeito do salmo 103 e suas passagens:

(Salmo 103:1-2) Abençoando a Deus por todos os Seus benefícios

v. 1 Bendize, minha alma, ao Senhor; E tudo o que está dentro de mim, bendiga Seu santo nome!

v. 2 Bendize ao Senhor, ó minha alma, e não te esqueças de todos os seus benefícios:

Bendito seja o Senhor: Davi não quis dizer isso no sentido de que uma pessoa maior abençoa uma pessoa inferior.

Advertisement

Assim, Deus é maior do que o homem, e o homem nunca poderia dar uma bênção a Deus.

Desse modo, Davi quis dizer isso no sentido de que abençoa e honra a Deus quando Suas criaturas O louvam e agradecem apropriadamente.


⚠️ Aprenda mais da Palavra de Deus:


Bendize, minha alma, ao SENHOR: A verdadeira adoração era algo profundamente interior, da alma.

Ou seja, Davi viu que não se trata apenas de formas ou expressões, mas também de algo real da alma.

Tudo o que está dentro de mim, bendito seja Seu santo nome: A adoração deveria ser mais do que superficial.

Desse modo, ele queria tudo dentro de si para louvar a Deus.

Bendize ao Senhor, ó minha alma, e não se esqueça de todos os Seus benefícios: Primeiramente, na realidade em que esse trecho foi escrito, podemos dizer que Davi seguia o padrão da poesia hebraica, usando a repetição para dar ênfase.

Advertisement

Por fim, todo esse trecho afirma que devemos usar a lembrança dessas coisas como motivo de louvor.

Essa é uma passagem muito semelhante a um presente no estudo do salmo 121.

(Salmo 103:3-5) Abençoando a Deus que redime

v. 3 Que perdoa todas as tuas iniquidades, Que cura todas as tuas doenças,

v. 4 Que redime a tua vida da destruição, Que te coroa de benignidade e misericórdias,

v. 5 Que satisfaz a tua boca com coisas boas, Para que a tua juventude se renove como a da águia.


⚠️ Manual Bíblico Recomendado!


Quem perdoa todas as suas iniquidades: Quando a magnitude do nosso pecado e a justiça de Deus são compreendidas, o perdão é uma razão surpreendente para louvar e honrar a Deus.

Advertisement

Ou seja, perdoar traz as verdadeiras iniquidades.

Que cura todas as tuas doenças: é Deus que traz cura para nós nesta vida por meios naturais e milagrosos.

Quem redime sua vida da destruição: Muitos conhecem a poderosa bênção do resgate de Deus da destruição certa.

Dessa forma, Deus evita muitas calamidades, você sabendo ou não.

Quem te coroa com benignidade e ternas misericórdias: Nesse trecho do estudo do Salmo 103, frisamos que é por meio da bênção de Deus, somos coroados com seu amor e misericórdia.

Advertisement

Quem satisfaz sua boca com coisas boas: Os resultados das obras de Deus na nossa vida, consegue trazer verdadeira satisfação para nossas vidas.

(Salmo 103:6-7) Abençoando a Deus que é justo

v. 6 O Senhor executa a retidão e justiça para todos os oprimidos.

v. 7 Ele revelou Seus caminhos a Moisés, Seus atos aos filhos de Israel.

Senhor executa a retidão e a justiça: Aqui, podemos ver que Davi, descreveu a grandeza de Deus em sua obra para o indivíduo, e ao mesmo retidão e justiça as sociedades.


⚠️ Aprenda a Pregar a Palavra de Deus:


Ele deu a conhecer seus caminhos: é frizado uma grandeza de Deus, que é a sua auto-revelação, tornando conhecido seus caminhos e atos no mundo.

(Salmo 103:8-10) Abençoando Deus que é gracioso.

v. 8 O Senhor é misericordioso e misericordioso,
lento para se irar e abundante em misericórdia.

Advertisement

v. 9 Ele nem sempre lutará conosco,
nem guardará sua raiva para sempre.

v. 10 Ele não nos tratou segundo os nossos pecados,
nem nos castigou segundo as nossas iniquidades.

O Senhor é misericordioso e misericordioso: Aqui, Davi escreveu a retidão e a justiça de Deus.

Dessa forma, frisando a sua misericórdia e graça.

Abundante em misericórdia: Davi fala como o senhor é bastante misericordioso com os seus filhos.

Ele não tratou conosco de acordo com nossos pecados: Aqui é retratado todo o seu poder de misericórdia, onde Davi sabia que seus pecados, e de outras pessoas, mereciam um maior julgamento ou disciplina do que eles receberam.

(Salmo 103:11-12) A grandeza do misericordioso perdão de Deus

v. 11 Pois quanto o céu está elevado acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem;
v. 12 Tanto quanto o Leste é do Oeste, Então agora tem Ele removeu nossas transgressões de nós.

Pois assim como os céus estão acima da terra: Aqui frisa uma passagem da misericórdia dita no versículo 8, mostrando que a distância da terra aos céus mede a grandeza de Sua misericórdia para com aqueles que o temem.

Até porque, as vezes você pode imaginar a misericórdia de Deus, como algo pouco.

Mas, não tem uma dimensão certa, de qual grande ela é.

Quanto ao Leste é do Oeste: Primeiramente, não sabíamos se Davi conhecia as dimensões da terra, mas o espirito santo que escreveu sim.

Por conseguinte, nesse trecho, Charles Haddon retrata como: “Deus nos ama e nos amará para sempre. Ele nos ama infinitamente e não poderia nos amar mais do que se nunca tivéssemos caído.”

(Salmo 103:13-14) Abençoando a Deus que mostra grande simpatia

v. 13 Como um pai se compadece de seus filhos, assim o Senhor se compadece daqueles que o temem.

v. 14 Pois, ele conhece nossa estrutura; Ele lembra que são poeiras.

O Senhor se compadece daqueles que o temem: Aqui, você pode ver que Davi prossegue descrevendo a abundante misericórdia e bondade de Deus.

Assim, trazendo na realidade, como um pai cuida e até se compadece dos seus filhos, o Senhor também se compadece para aqueles que o temem.

*Compadecer: sentir compaixão (de), condoer-se (de)

Pois ele conhece nossa estrutura: Davi confirma o quanto Deus tem conhecimento e compreensão do nosso corpo, compreendendo nossa fraqueza e impermanência inerentes, nos ajudando sempre.

(Salmo 103:15-18) O contraste entre o momento do homem e a permanência de Deus

Quanto ao homem, seus dias são como a grama; Como uma flor do campo, ele floresce.
Pois o vento passa sobre ele, e ele se vai,
E o seu lugar não se lembra mais dele. Mas a misericórdia do Senhor é de eternidade em eternidade Sobre aqueles que o temem,
e a sua justiça para com os filhos dos filhos,
para aqueles que guardam o seu pacto,
e para aqueles que se lembram dos seus mandamentos para os cumprir.

Quanto ao homem, seus dias são como a grama; Como uma flor do campo, ele floresce: Nesse trecho, é frisado o pensamento sobre a estrutura frágil do homem e sua natureza, geralmente comparada a poeira, a uma flor de campo, que floresce um dia e murcha no outro.

Pois o vento passa sobre ele, e ele se vai, e o seu lugar não se lembra mais dele: Mostra que quando a flor se vai, praticamente nada permanece, e depois dificilmente é lembrada.

Mas a misericórdia do Senhor é de eternidade em eternidade: Davi mostra nesse trecho que aqueles que o temem a Deus, recebem o benefício dessa misericórdia eterna, assim como os filhos de seus filhos.

Para aqueles que guardam sua aliança: é mostrado que para conseguir a misericórdia e o amor eterno de Deus, é preciso seguir condições.

Sendo assim, as promessas são feitas para aqueles que o temem, para os que guardam seu convênio e que cumprem seus mandamentos.

(Salmo 103:19) O contraste entre YHWH e toda a criação

O Senhor estabeleceu o seu trono no céu,
e o seu reino domina sobre tudo.

O Senhor estabeleceu Seu trono no céu: Aqui você consegue ver que Davi, celebrou o reino seguro de Deus desde o céu, mostrando que além dos problemas e corrupções da terra, ele está entronizado no seu.

Seu reino domina tudo: Se deixa claro que nenhum aspecto está acima do seu reinado, independente de tudo.

(Salmo 103:20-22) O contraste entre Deus e Seus anjos

Bendito seja o Senhor, vocês, seus anjos,
que se sobressaem em força, que cumprem a sua palavra,
atendendo à voz da sua palavra.
Bendizei ao Senhor, todos vocês, seus anfitriões,
ministros seus, que executais a sua vontade.
Bendize ao Senhor, todas as suas obras,
em todos os lugares do seu domínio.
Bendize ao Senhor, ó minha alma!

Bendito seja o Senhor, vocês seus anjos: Aqui, Davi mostra que o louvor e a honra a Deus deveriam ir além do que ele poderia dar, se estendendo até os anjos.

Que se sobressaem em força, que cumprem a sua palavra: mesmos que os anjos sejam fortes e obedientes, até eles devem bendizer ao Senhor, dando-lhe honra e louvor.

Bendito seja o Senhor, todos vocês, seus anfitriões: Os anjos também são anfitriões de Deus, onde seu exército celestial sob Seu comando que faz a sua vontade.

Bendito seja o Senhor, todas as suas obras: Davi fez a chamada para louvar e honrar a Deus mais do que os anjos, e tudo isso a todas as suas obras, e em todos os lugares.

Bendiga ao Senhor, ó minha alma: Por fim, finalizando o salmo, Davi termina como começou chamando sua alma para bendizer a Deus, dando-lhe a honra e o louvor que Lhe são devidos.

Salmo 103 estudo.
Advertisement

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    5 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


    1. Como é maravilhoso ter o entendimento e a compreensão da Poderosa Palavra de DEUS . Obrigado pelos seus estudos e o compartilhamento conosco .

    Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência na navegação. Mais informações.