Salmo 34 Estudo: Gratidão pela libertação

Advertisement

O Salmo 34 é um cântico de louvor e confiança em Deus, atribuído a Davi quando ele fingiu loucura diante de Abimeleque para escapar de seus inimigos. Neste salmo, Davi expressa gratidão pela libertação que encontrou em Deus e encoraja outros a confiarem Nele também.

Ao longo do salmo, Davi destaca a bondade e a fidelidade de Deus, convidando os ouvintes a provarem e verem que o Senhor é bom. Este salmo é uma expressão vívida da confiança inabalável no poder e na provisão de Deus, mesmo em meio às adversidades. Acompanhe a seguir o estudo completo do Salmo 34.

Advertisement

(Salmo 34:1-2) Louvor pela libertação

¹ Louvarei ao SENHOR em todo o tempo; o seu louvor estará continuamente na minha boca.
 ² A minha alma se gloriará no Senhor; os mansos o ouvirão e se alegrarão.

Adoração contínua: O salmista durante a sua vida se dedicou a adorar ao Senhor, e cumpriu o que deixou escrito nesse versículo.



Além disso, podemos afirmar que Davi se entregava de alma a Deus, ou seja, de forma profunda, e se glorificava nisso.

Advertisement

Esse versículo ao falar sobre os mansos, se refere aqueles que não se justificam, que não confiam na sua própria justiça, mas sim na do Senhor, e são esses que o ouvirão e se alegram.

(Salmo 34:3-4) Gratidão em forma de louvor

³ Engrandecei ao Senhor comigo; e juntos exaltemos o seu nome.
⁴ Busquei o Senhor, e ele me respondeu; livrou-me de todos os meus temores.

Convite para adoração: O salmista convida a todos a engrandecerem a Deus, e a exultar o seu nome santo, e o mesmo ocorre no salmo 33.

Esse ato aqui na terra, é apenas um ensaio do que acontecerá por toda a eternidade para aqueles que foram salvos.

O cristão quando está com o coração quebrantado, assim como Davi, pelo fato de seu povo ter sido levado cativo, pode se beneficiar da oração verdadeira, na qual Deus se agrada e responde. O clamor feito por Davi resultou na libertação de suas mulheres, filhos e filhas.

(Salmo 34:5-6) Reconhecendo a pobreza moral

⁵ Olharam para ele, e foram iluminados; e os seus rostos não ficaram confundidos.
⁶ Clamou este pobre, e o Senhor o ouviu, e o salvou de todas as suas angústias.

A visão do divino: O salmista revela que quando olhamos para Deus a nossa vida é esclarecida, e por esse motivo não ficamos confundidos, e será assim para sempre.


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


Ao olharmos para nós mesmos, apesar de nossos esforços, só podemos colher distração, pois somos débiles, mas o contrário acontece quando olhamos para Cristo.

Além disso, quando Davi se autodenomina pobre, ele se refere a uma pobreza moral, em razão deste possuir pecados, e por si mesmo não poder salvar-se, e liberta-se.

(Salmo 34:7-8) Segurança obtida em Deus

⁷ O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra.
⁸ Provai, e vede que o Senhor é bom; bem-aventurado o homem que nele confia.

Bem-aventurado aquele que confia: O salmista ao falar que os anjos se acampam, quer dizer que a segurança não é temporária, ou provisória, mas em todo o tempo sobre aqueles que temem a Deus.

Ademais, todos nós devemos provar e ver que Deus é bom, e todo cristão fará isso por toda a eternidade. E feliz é aquele que tem a sua confiança em Deus, pois Ele não falha.

(Salmo 34:11-12) Convite para todos

¹¹ Vinde, meninos, ouvi-me; eu vos ensinarei o temor do Senhor.
¹² Quem é o homem que deseja a vida, que quer largos dias para ver o bem?

O segredo para receber o bem: Davi ilustra durante esse salmo os benefícios de acreditar em Deus, e nota-se que são bençãos sobre a vida daqueles que o temem.


⚠️ Receba Estudos Exclusivos no Whatsapp:


Além disso, todos são convidados para ouvir e serem ensinados, porém são poucos que aceitam o convite.

Ademais, fica evidente que esse temor não vem de nós mesmo, mas é ensinado pelo próprio Espírito Santo.

A resposta a pergunta feita parece ser intuitiva, todos querem vida longa, contudo o comportamento de muitos não é condizente com essa perspectiva.

(Salmo 34:13-14) Fugir do mal

¹³ Guarda a tua língua do mal, e os teus lábios de falarem o engano.
¹⁴ Aparta-te do mal, e faz o bem; procura a paz, e segue-a.

Dominar a língua: Aqui o salmista mostra uma característica que deveria estar presente em todo cristão, e é um dos maiores sinais de conversão, que é o dominar a língua.

Mentir, fofocar e levantar falso testemunho, infelizmente causam grande prazer, entretanto, também geram grande mal.

Nesse sentido, é dever de todo o convertido saber controlar esse pequeno órgão do corpo humano, além de se afastar do mal, fazer o que é certo e ter paz com todos.

(Salmo 34:15-16) A contemplação de Deus sobre os justos

¹⁵ Os olhos do Senhor estão sobre os justos, e os seus ouvidos atentos ao seu clamor.
¹⁶ A face do Senhor está contra os que fazem o mal, para desarraigar da terra a memória deles.

Atenção de Deus: Em todo o tempo o Senhor está com os olhos e os ouvidos atentos para aqueles que seguem os seus princípios, e é isso que o salmista está destacando.

Entretanto, os maus são tratados com indiferença, não porque seja essa a vontade de Deus, mas esses primeiro o negaram.

(Salmo 34:17-18) Levar ao Senhor os nossos problemas

¹⁷ Os justos clamam, e o Senhor os ouve, e os livra de todas as suas angústias.

¹⁸ Perto está o Senhor dos que têm o coração quebrantado, e salva os contritos de espírito.

Deus é socorro: O rei Davi é exemplo de personagem bíblico que clamou por socorro por diversas vezes a Deus e foi socorrido e livre de angústias, e é exatamente isso que ele explana nesses versículos.

Nesse sentido, devemos fazer o mesmo, e levar os nossos problemas para Deus e aguarda no seu socorro.

Outro ponto importante a ser compreendido, é que Deus também é indiferente com aqueles que possuem o coração endurecido pelo orgulho, mas aos que possuem o coração quebrantado Ele se faz presente e perto.

(Salmo 34:19-20) Libertação das dificuldades

¹⁹ Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor o livra de todas.
²⁰ Ele lhe guarda todos os seus ossos; nem sequer um deles se quebra.

O justo passa por aflições: Nesses versículos o salmista desmistifica o que muitos cristãos acreditam erroneamente, que é a possibilidade de não passar por momentos difíceis, no entanto, o que a bíblia garante é a vitória sobre as aflições e não que esses não passem por elas.

Esse contexto pode ser percebido no estudo do salmo 35, no qual Davi passa pela aflição de ter inimigos tramando contra ele, contudo Deus concede vitória.

É ilustrado também, que Satanás até pode fazer planos, mas o justo está guardado por Deus, e não pode ser tocado por ele.

(Salmo 34:21-22) Em defesa do justo

²¹ A malícia matará o ímpio, e os que odeiam o justo serão punidos.
²² O Senhor resgata a alma dos seus servos, e nenhum dos que nele confiam será punido.

A justiça de Deus: Os juízos de Deus para os ímpios ocorrem em função dos justos, para que esses possam estar guardados. Mais uma vez é elucidado que o Senhor está pronto para socorrer aqueles que são seus.

5 importantes lições que podemos aprender com o Salmo 34

Claro, aqui está uma explicação mais detalhada de cada lição:

  1. Confiança em Deus: O Salmo 34 ensina a confiar plenamente em Deus em todas as circunstâncias da vida, reconhecendo que Ele é capaz de nos livrar de todos os nossos temores e aflições. Esta lição nos lembra que, diante das adversidades, podemos depositar nossa confiança no Senhor, sabendo que Ele é nosso refúgio e fortaleza, um socorro bem presente na hora da angústia (Salmo 46:1).
  2. Gratidão pela Providência Divina: O salmista expressa gratidão pela libertação que encontrou em Deus e convida outros a experimentarem essa mesma provisão divina em suas vidas. Essa lição nos ensina a reconhecer e agradecer pelas bênçãos e livramentos que recebemos do Senhor, cultivando um coração grato e louvando-O por Sua bondade e fidelidade.
  3. Buscar o Senhor Constantemente: O salmista incentiva a busca contínua do Senhor e a comunhão íntima com Ele, destacando que aqueles que O buscam não serão desamparados. Essa lição nos leva a priorizar o relacionamento com Deus, buscando-O em oração, estudo da Sua Palavra e adoração, sabendo que Ele deseja se revelar e se relacionar conosco.
  4. Temor do Senhor: O salmo ressalta a importância do temor do Senhor, que leva à sabedoria e à busca por uma vida de retidão diante Dele. O temor do Senhor não é um medo paralisante, mas uma reverência e respeito pelo Seu caráter santo, que nos motiva a viver em obediência e santidade, reconhecendo Sua soberania sobre nossas vidas.
  5. Proclamar as Obras de Deus: Davi encoraja os fiéis a proclamarem as maravilhas e as bênçãos de Deus, testemunhando Seu poder e bondade para com aqueles que O temem. Esta lição nos desafia a compartilhar nossa fé e experiências com Deus, para que outros também possam conhecer e confiar no Senhor, resultando em louvor e glória para o Seu nome.

Conclusão

Uma das lições principais que podemos aprender com essa composição de Davi é ser manso, e não confiar na própria justiça, mostrando assim ter um coração quebrantado diante de Deus e esperar nele.

É interessante, também, destacar e não esquecer que momentos todos passam por momento de aflições, mas os santos de Deus conseguem vitória em todos eles.

Além do mais, é possível perceber as promessas que o Senhor tem de livramento para aqueles que nele esperam no salmo 34 estudo.

Salmo 34 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    6 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


    1. Gostei muito destes estudos, vou levar a palavra na minha igreja nesta sexta feira, e estava a procura de uma palavra que descrevesse o que eu estou passando. E aqui à encontrei. Muito obrigado

    2. Bom dia,
      Nesta primeira visita, encontrei palavras sábias que certamente que Deus ás pois através de sua pessoa Lázaro, assim seja.
      Com certeza darei continuidade aos estudos e certamente o Senhor irá fortalecer-me em santidade a caminho alegres até o encontro ao Pai.

    3. Olá, Lázaro, boa tarde. Gostei do seu estudo, muito esclarecedor e nos ajuda muito nos momentos de dificuldades.
      Grato e excelente semana, fique na paz de Deus.