1 Timóteo 1 Estudo: Como se Desvencilhar dos Falsos Mestres

Neste capítulo de 1 Timóteo 1 estudo, veremos que Paulo começará a alertar seu filho na fé contra os falsos mestres levantados em Éfeso. Ele fará questão de dar a sua intenção e diz ao jovem pastor conselhos práticos para que a saúde da igreja seja mantida.

Paulo ensinará que a lei é boa, se usada legitimamente, no entanto, o Evangelho é superior e que é a única forma de redenção e transformação do ser humano, ratificando isso ao citar o seu próprio exemplo, colocando a si mesmo como o pior dos pecadores, que foi alcançado pela graça de Jesus.

Advertisement

1 Timóteo 1 estudo: Contexto histórico

Em 1 Timóteo, vemos o Apóstolo Paulo aconselhando Timóteo, um líder em Éfeso, a assegurar que a sã doutrina fosse ensinada, e a não permitir que falsidades populares distraíssem as pessoas dos ensinamentos do evangelho.

Ele ensina a Timóteo sobre os ofícios, e debate as qualificações daqueles que serviam nessas posições. Paulo também expressa sua profunda gratidão pela misericórdia de Jesus quando foi convertido.

Advertisement

(1 Timóteo 1:1) Apóstolo de Cristo

v. 1 Paulo, um apóstolo de Jesus Cristo, segundo o mandado de Deus, nosso Salvador, e do Senhor Jesus Cristo, que é a nossa esperança, 

O fato de esta carta afirmar claramente ter sido escrita por Paulo é um ponto importante. Se uma pessoa nega que Paulo escreveu 1 Timóteo, isso gera sérios problemas acerca da confiabilidade das Escrituras.


Você ler a Bíblia todos os dias mas Não consegue Entender a Mensagem de Deus? Clique Aqui e venha Estudar Teologia Conosco de Maneira Fácil e Descomplicada! 📖


(1 Timóteo 1:2) Filho na fé

v. 2 a Timóteo, meu próprio filho na fé: Graça, misericórdia e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e da de Jesus Cristo, nosso Senhor. 

A típica saudação de Paulo em suas cartas era graça e paz. Alguns intérpretes se perguntam por qual razão Paulo acrescentou misericórdia aqui, mas na abertura de suas cartas, o apóstolo costumava introduzir tópicos que seriam tratados mais adiante.

A referência a “misericórdia” prepara o leitor para os v. 13 e 16; textos nos quais ouvimos que Paulo recebera misericórdia.

Advertisement

(1 Timóteo 1:3) Paulo pede para Timóteo ficar

v. 3 Como te supliquei que ainda continuasses em Éfeso, quando parti para a Macedônia, a fim de advertires a alguns que não ensinem outra doutrina, 

Um dos objetivos de Timóteo em Éfeso era lidar com as falsas doutrinas que estavam perturbando a igreja local. Não temos informações suficientes para determinar com exatidão que falsa doutrina era essa.

A preocupação não é tanto com a identidade da falsa doutrina, e sim com seus efeitos – “questões” (v. 4) e “contendas” (v. 6). Estes fatores estão em contraste direto com o objetivo da instrução apostólica no v. 5.


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


(1 Timóteo 1:4) Fábulas

v. 4 nem se deem a fábulas ou a genealogias intermináveis, que mais produzem questões do que edificação de Deus, que consiste na fé; assim o faço

Fábulas é um termo negativo usado para caracterizar algo falso ou fantasioso. Portanto, ele é usado nessa perícope (e em outras passagens das Cartas Pastorais; Tt 1:14) para criticar as falsas doutrinas como uma espécie de “conto de fadas”. Genealogias aparentemente se refere a interpretações especulativas do antigo testamento.

(1 Timóteo 1:8) A lei é boa

v. 8 Mas sabemos que a lei é boa, se alguém a usa legitimamente,

Advertisement

Nesta passagem há um contraste importante. Os falsos mestres não sabiam do que estavam falando (v. 7), mas Paulo e seus colaboradores (sabemos) sabiam a verdade acerca da Lei.

Muitos cristãos de hoje a consideram má entretanto, Paulo afirmou claramente que a lei é boa. É claro que alguns fizeram mau uso de seus preceitos (assim como os falsos mestres), mas trata-se de um presente gracioso de Deus para Israel (Sl 119).

(1 Timóteo 1:9-10) O objetivo da lei

v. 9 sabendo isto, que a lei não é feita para um homem justo, mas para os injustos e desobedientes, para os ímpios e pecadores, para os irreligiosos e profanos, para os assassinos de pais e assassinos de mães, para os homicidas, 


⚠️ E-book Grátis para Pregadores:


v. 10 para os fornicadores, para aqueles que se contaminam com o sexo masculino, para os sequestradores, para os mentirosos, para os perjuros e para tudo o que for contrário à sã doutrina, 

Paulo afirmou que a lei não é a base do viver cristão; pelo contrário, seu objetivo é expor o pecado. Este argumento do apóstolo é muito parecido com o que ele usou em Gálatas 5.

Advertisement

Contaminam com a humanidade é o como dizer: Aquele que se encontra com outro homem como se fosse uma mulher, um sodomita, um homossexual.

(1 Timóteo 1:11) Evangelho bendito

v. 11 conforme o glorioso evangelho do Deus bendito, que me foi confiado. 

Sã doutrina é aquilo que procede do próprio evangelho.

(1 Timóteo 1:12) Designado por Cristo

v. 12 E dou graças a Cristo Jesus, nosso Senhor, que me capacitou, porque me considerou fiel, pondo-me no ministério, 

Advertisement

Logo após mencionar que o evangelho lhe fora confiado (v. 11), Paulo deu graças pelo fato de Cristo tê-lo designado para o ministério apesar de seus pecados passados.

O apóstolo estava maravilhado de saber que, apesar de ter sido incrédulo e indigno de confiança (v. 13), Deus o considerou digno de Sua confiança.

(1 Timóteo 1:13) Obtive misericórdia

v. 13 a mim, que dantes fui blasfemo, e perseguidor, e opressor; mas obtive misericórdia, porque o fiz ignorantemente, na incredulidade. 


Domine a Arte de Elaborar e Pregar Sermões Expositivos, Temáticos e Textuais, para Ensinar com Profundidade, Clareza e Fidelidade as Escrituras!
(Clique Aqui e Confira)


Paulo não recebeu misericórdia por causa de sua ignorância, como se ignorância fosse desculpa para o pecado ou garantia de misericórdia. O ponto é que a salvação de Paulo foi imerecida.

Ele provavelmente disse isso para fazer um contraste entre ele e os falsos mestres. No tempo em que Paulo fazia oposição a Cristo e perseguia a igreja, ele ainda não tinha professado a fé cristã.

Esses falsos mestres professavam seguir a Cristo, mas mesmo assim continuavam agindo para enfraquecer Sua influência. Eles estavam perigosamente próximos de serem cortados da misericórdia de Deus (Mt 12:31-32).

Advertisement

(1 Timóteo 1:15-16) Palavra fiel e digna

v. 15 Esta é uma palavra fiel e digna de toda aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal. 

v. 16 Mas, por isso, obtive misericórdia, para que primeiro em mim Jesus Cristo mostrasse toda a sua longanimidade, para exemplo dos que haviam de crer nele para a vida eterna. 

Dizer que certas afirmações são fiéis é uma característica exclusiva de 1 Timóteo, 2 Timóteo e Tito. Paulo usou esta designação como ênfase.


⚠️ Receba Estudos Exclusivos no Whatsapp:


As declarações anteriores do apóstolo podiam fazer parecer que ele obteve sua salvação por ser fiel ou ignorante, mas estes dois versículos deixam claro que ele ficou maravilhado com sua conversão pois sabia que era mau.

Ele era um exemplo do que a verdadeira instrução deve fazer. Paulo era o tipo de pessoa para quem a lei foi feita (1Tm 1:9-10). O resultado do evangelho em sua vida não foi especulação inútil, e sim transformação.

Advertisement

(1 Timóteo 1:18) Profecias sobre Timóteo

v. 18 Este mandato eu confio a ti, filho Timóteo, que, segundo as profecias que houveram acerca de ti, para que tu, por meio delas, combatesse uma boa guerra, 

0 que Paulo quis dizer aqui é que Deus falou por meio de outras pessoas a fim de separar Timóteo para a tarefa do ministério.

O propósito desta garantia do chamado divino era fortalecer Timóteo para o trabalho (ver nota em 4:14).

(1 Timóteo 1:19) Náufragos na fé

v. 19 conservando a fé e a boa consciência, que alguns colocaram de lado e naufragaram na fé.

Advertisement

Naufragaram na fé e uma expressão forte. Ela se refere a alguém que costumava professar a fé, mas agora a destruiu, mostrando que nunca se converteu de verdade.

(1 Timóteo 1:20) Himeneu e Alexandre

v. 20 E entre esses foram Himeneu e Alexandre, os quais entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar. 

Entreguei a Satanás é uma forma clássica de se referir à excomunhão, isto é, ser expulso da igreja (1Co 5:5).

Esta linguagem ressalta a importância da igreja e a proteção que advém pelo fato de se fazer parte dela, pois ser expulso da comunhão torna a pessoa mais vulnerável a Satanás.

Advertisement

Conclusão

Ao escrever 1 Timóteo 1, Paulo deu ao jovem pastor conselhos práticos relacionados a liderança da Igreja, adoração, os falsos mestres e seus ensinos e como lidar com os diferentes grupos de cristãos na Igreja.

O desejo do apostolo é que Timóteo pudesse tomar as melhores decisões na liderança da Igreja e um comportamento exemplar, e tudo isso com amor. Vemos o cuidado de um pai na fé por seu filho, um exemplo a seguir por nós, hoje, com nossos discipulados.

Nossa preocupação e zelo gerará em nossos Timóteos um sentimento de pertencimento, que não vem de nós, mas daquele que nos chamou para uma grande obra, a saber, Jesus de Nazaré.

1 Timóteo 1 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *