1 Timóteo 3 Estudo: Bispos e Diáconos

Advertisement

Neste capítulo de 1 Timóteo 3 estudo, veremos que Paulo iniciará apresentando as características necessárias do ministro, para ser considerado apto e digno a exercer função, e da mesma forma, os diáconos.

Devem apresentar-se dignos, com as características aqui descritas. A igreja é o corpo de Jesus e como corpo, ela deve apresentar organização para que tudo funcione adequadamente.

Paulo encerrará lembrando que não podemos nos comportar de qualquer maneira no templo, porque ela é “a igreja do Deus vivo, coluna e fundamento da verdade”. Amém!

1 Timóteo 3 estudo: Contexto histórico

Paulo ensina sobre o dever de orar pelas autoridades. É dever dos cristãos suplicar, orar, interceder e dar graças a Deus em favor delas.

Advertisement

Seu discurso prossegue com a explicação de que a salvação está à disposição de todos, revelando o desejo de Deus de salvar a toda a humanidade e não apenas alguns poucos.

O Espírito procura sempre orientar aos cristãos em tudo o que fazem e por meio de Paulo, Ele aconselha aos homens e as mulheres para que se comportem de forma decente, refletindo a luz do Filho de Deus.



(1 Timóteo 3:1) Bispo

v. 1 Esta é uma palavra fiel: Se um homem deseja o ofício de bispo, boa obra deseja. 

Os termos bispo, ancião (cargo semelhante ao presbítero) e “pastor” sempre se referem ao mesmo cargo nas páginas do novo testamento. “Bispo” (ou “supervisor”) enfatiza a tarefa de zelar pela congregação (Hb 13:17).

1 Timóteo 3:2-7

Estes versículos não descrevem o trabalho do pastor, e sim o caráter da pessoa que exerce este cargo. Esta lista não foi feita para ser exaustiva, mas dá a ideia de alguém de caráter cristão amadurecido.

Advertisement

(1 Timóteo 3:2) Qualificações

v. 2 O bispo então deve ser irrepreensível, marido de uma esposa, vigilante, sóbrio, de bom comportamento, dado à hospitalidade, apto para ensinar; 

O significado de marido de uma esposa é muito debatido. Provavelmente isto não se refere ao problema do divórcio.

Poderia ser uma proibição da poligamia, entretanto, é mais provável que esteja tratando de fidelidade conjugal em geral.



Apto para ensinar é o único requisito desta lista que não é obrigatório a todos os cristãos, nem mesmo aos diáconos. Portanto, esta é uma marca característica do pastor (Tt 1:9).

(1 Timóteo 3:3-5) A administração do lar

v. 3 não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de lucro desonesto, mas paciente, não contencioso, não avarento; 

v. 4 que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a seriedade, 

v. 5 (porque se o homem não sabe governar a sua própria casa, como cuidará da igreja de Deus?);

Advertisement

Paulo destaca a administração da própria casa ao fazer uma discussão mais longa deste item. À família é o campo de provas do caráter cristão. Isso complementa a figura da igreja como “casa de Deus” (v.15).

(1 Timóteo 3:6) Orgulho pecaminoso

v. 6 não um principiante, para que, envaidecendo-se com orgulho, não caia na condenação do diabo. 


⚠️ Receba Estudos Exclusivos no Whatsapp:


O que Paulo quis dizer nesse versículo não é que o principiante tende a ser mais orgulhoso, e sim que promover rapidamente um novo convertido a um cargo de liderança poderia levá-lo ao orgulho pecaminoso.

(1 Timóteo 3:8) Diáconos

v. 8 Do mesmo modo os diáconos devem ser sérios, não de língua dobre, não dados a muito vinho, não cobiçosos de lucro desonesto, 

O cargo dos diáconos é o outro ofício da igreja do novo testamento, junto com o de pastor ou ancião. Do mesmo modo sugere uma ligação entre as duas listas de qualificações.

Há semelhanças marcantes entre as qualificações para pastor/Supervisor e diácono. Uma diferença chave é que não é obrigatório que os diáconos sejam aptos para ensinar.

(1 Timóteo 3:9) Mistério da fé

v. 9 guardando o mistério da fé em uma pura consciência. 

A palavra mistério (Gr. musterion) étípica de Paulo. Ela diz respeito ao evangelho (1Co 2:7).

(1 Timóteo 3:10) Provados primeiramente

v. 10 E também estes sejam primeiro provados, depois pratiquem o ofício de um diácono, se forem considerados irrepreensíveis. 

Advertisement

A experimentação aqui descrita supostamente seria feita pela igreja, sob a liderança dos pastores.

(1 Timóteo 3:11) O comportamento das esposas

v. 11 Do mesmo modo suas mulheres devem ser sérias, não maldizentes, sóbrias e fiéis em todas as coisas. 

Neste versículo, a palavra grega correspondente a mulheres pode significar aqui “mulher” ou “esposa”. O contexto (p.ex., v. 2) sugere que a melhor tradução é “esposas”.

(1 Timóteo 3:12) Maridos e pais

v. 12 Os diáconos sejam maridos de uma esposa e governem bem seus filhos e suas próprias casas. 

Sobre maridos de uma esposa, ver nota no versículo 2.

(1 Timóteo 3:13) Recompensa

v. 13 Porque os que praticarem bem o ofício de diácono adquirirão para si uma boa posição e grande confiança na fé que há em Cristo Jesus. 

Este versículo ressalta o valor e a importância do ofício de diácono mostrando dois resultados do bom diaconato. Boa posição indica respeito e apreciação da igreja por aqueles que a servem desta maneira.

Grande confiança provavelmente se refere à maior confiança na fé que vem por meio do serviço e de ver as verdades do evangelho provadas no ministério.

(1 Timóteo 3:15) Como se comportar na casa de Deus

v. 15 todavia, se eu tardar, para que vós saibas como convém te comportar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e fundamento da verdade. 

Este é um versículo importante em 1 Timóteo. Ele diz o motivo de Paulo ter escrito a carta e descreve a identidade e missão da igreja de três maneiras. Casa se refere à igreja como família de Deus, apontando para a liderança da família.

A expressão igreja do Deus vivo destaca a igreja como o ajuntamento em que Deus revela Sua presença de maneira mais clara. Dizer que a igreja é coluna e fundamento da verdade significa que Deus confiou à igreja a tarefa de promover e proteger o evangelho.

(1 Timóteo 3:16) Mistério da piedade

v. 16 E, sem controvérsia, grande é o mistério da piedade: Deus foi manifesto na carne, justificado no Espírito, visto pelos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo e recebido acima, na glória. 

Mais uma vez, a palavra mistério se refere ao evangelho (v. 9). Este versículo contém uma exposição poética do evangelho.

Conclusão

Paulo, como sempre, não esquece de nenhum detalhe acerca de seu filho na fé, Timóteo. Aqui ele o ajuda a como separar e consagrar homens ao cargo de Bispo e Diácono, detalhando todos os requisitos que eles precisavam demonstrar perante a comunidade.

Hoje em dia, muitas igrejas já não seguem mais os ensinamentos de Paulo, que eram ensinamentos de Cristo, e consagram e separam sem cuidado e sem o tempo necessário para se conhecer os frutos de tal pessoa.

Aqui, Paulo diz que, aos novos na fé, os participantes, é impossível serem colocados em posições de liderança, pois ainda não tem bagagem espiritual e seus corações podem ser dominados pelo orgulho, os levando a pecar.

Como devemos ler e aprender de Cristo através das escrituras, não há nada que não seja explicado e ensinado em sua palavra.

1 Timóteo 3 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *