Filemom Estudo: Intercessão por Onésimo

Advertisement

Neste capítulo de Filemom estudo, veremos que Paulo dará um enorme exemplo de amor, intercedendo pela vida de Onésimo, um cristão escravo que fugiu.

A pena era a morte e Paulo gerou tanto a Filemom, quanto a Onésimo em Cristo e, por isso, os considera como filhos amados.

Filemom era um bom cristão e havia uma parte da igreja que se reunia continuamente em sua casa, além de demonstrar grande generosidade com irmãos.

O apóstolo orará para que a comunhão entre eles seja plena e se reestabeleça, fazendo uma amorosa intercessão para que os problemas fossem solucionados, utilizando parte de seu prestígio e autoridade, certo de que Filemom lhe dará ouvidos.

Advertisement

Filemom estudo: Contexto histórico

O livro de Filemom é uma intercessão do apóstolo Paulo pela vida de Onésimo, um escravo fugitivo, ao seu Senhor chamado de Filemom. Paulo apelava para que Filemom recebesse Onésimo não como escravo em rebeldia, mas como irmão convertido a Cristo.

(Filemom 1) O prisioneiro

Sobre prisioneiro, ver Introdução. Na expressão de Jesus Cristo, “de” significa “pertencente a”, “por causa de” ou por servir a”. Ou talvez as três coisas juntas.

Timóteo está associado a Paulo como coautor ou um dos remetentes Todavia, a carta é, sobretudo, uma intercessão de Paulo a seu amigo Filemom em favor de Onésimo, pois nos v. 4-22 encontramos o singular “eu”, e não “nós.

(Filemom 2) A família de Filemom

Áfia provavelmente era a esposa de Filemom e Arquipo, seu filho. Não há evidências do uso de prédios específicos para as atividades da igreja até o terceiro século. Até então, o local de reunião era a casa das pessoas.

As referências do novo testamento a igrejas domésticas e seus anfitriões são: Gaio em 1 Corinto (Rm 16:23); Áquila e Priscila em Éfeso (Rm 16:3); Lídia em Filipos (At 16:15,40); Ninfa em Laodicéia (Cl 4:15); Filemon em Colossos (Fm 2) e provavelmente Maria em Jerusalém (At 12:12) e Jasom em Tessalônica (At 17:5-6).

Advertisement

(Filemom 4) Oração de ação de graças

As cartas de Paulo geralmente começam com uma oração de ação de graças pela vida e progresso espiritual de seus leitores (p.ex., Rm 1:8; 1Co 1:4-7; Fp 1:3-5).

(Filemom 5) Amor e fé em Jesus

Os cristãos não têm fé para com todos os santos. Logo, a ordem das palavras no original provavelmente consiste em um recurso literário chamado “quiasmo”, em que as palavras ou frases correspondem umas às outras de maior cruzada, como na letra grega chi (X).

Portanto, este versículo quer dizer, teu amor e a fé que tens para com o Senhor Jesus e para com todos os santos.



(Filemom 11) O poder do evangelho

Por meio do poder transformador do evangelho (ver “meu filho” no v. 10), um homem que costumava ser inútil (Gr. ochrestos) passou a ser útil (Gr. euchrestos), vivendo à altura de seu nome (Onésimo significa “útil” em grego).

(Filemom 12) Punição aos escravos

Um escravo que fugia e depois voltava a seu dono de direito poderia enfrentar diversas punições: ser açoitado, marcado a fogo, preso e até mesmo crucificado.

(Filemom 15-16) Vontade graciosa de Deus

Qualquer que tenha sido a sua expectativa (ver v. 11-12), Paulo considerou seriamente a possibilidade de que Filemom desejasse manter para sempre os serviços de Onésimo como escravo.

Paulo quis dizer (v. 15) que a separação de Onésimo de Filemom, causada pela fuga ilegal do escravo, foi englobada pela vontade graciosa e providencial de Deus.

Advertisement

Quando voltasse, Onésimo seria ainda mais querido por Filemom do que o era por Paulo, porque suas duas relações – de escravo e dono (na carne) e de irmãos em Cristo (no Senhor) – seriam experimentadas na intimidade do mesmo lar.

(Filemom 18) Onésimo causa um mal

O mal que Onésimo causou provavelmente foi algum crime antes de fugir, um roubo ou o prejuízo que Filemom teve com a ausência ilegal de Onésimo.


⚠️ Receba Estudos Exclusivos no Whatsapp:


(Filemom 19) Escrita a mão

Contrariando seu costume de ditar suas cartas a um escriba (ver Rm 16:22), Paulo provavelmente escreveu de próprio punho esta carta curta e intensamente pessoal.

Em todo caso, o apóstolo deu uma nota promissória aqui, uma declaração assinada de divida (Gr. cheirogrophon em Cl 2:14) com a qual assumia legalmente toda a dívida de Onésimo para com Filemom. Essa é uma promessa surpreendente se lembrarmos que Paulo era pobre (2Co 6:10).

(Filemom 21) Paulo intercede por Onésimo

Com obediência, Paulo quis dizer obedecer à vontade de Deus, a seus pedidos como amigo e “prisioneiro de Cristo Jesus” (v. 1) ou ao “o que é conveniente” (v. 8).

É possível que a expressão indefinida e crítica ainda farás mais do que digo indique o perdão de Onésimo e sua readmissão como escravo na casa de Filemom.

O mais provável é que seja uma referência à libertação de Onésimo, permitindo que ele servisse como cristão em Colossos ou em Roma, junto a Paulo.

(Filemom 22) Uma visita de Paulo

O pedido de uma pousada sugere que Paulo esperava ser libertado da prisão e fazer uma visita a Filemom, para ver como a carta impactou o relacionamento entre ele e Onésimo.

(Filemom 23-24) Referências

Para estes nomes, ver Cl 4:10,12,14.

Advertisement

(Filemom 25) Graça apostólica

Todas as cartas de Paulo começam e terminam com uma referência a graça (Gr. charis), o favor que não buscamos nem merecemos da parte de Deus, Seu ato salvador livre e imerecido.

Foi Cristo quem trouxe a salvação e todas as bênçãos a ela associadas. Embora nas bênçãos de Paulo Cristo seja a única fonte de charis, em suas saudações (como em Fm 3) Deus Pai e Cristo são mencionados de maneira mais geral como a fonte conjunta e unificada de charis.

Conclusão

Concluindo, essa epístola a Filemom contém conselhos pessoais de Paulo relacionados à situação de Onésimo, escravo de Filemom.

Nela podemos aprender que, quando as pessoas se unem à Igreja de Jesus, elas se tornam irmãos e irmãs no evangelho.

Também sentiremos a importância da tarefa que os discípulos de Cristo têm de levar misericórdia e perdão às pessoas.

Paulo escreveu a Filemom incentivando-o a receber Onésimo de volta como irmão no evangelho, sem as severas punições que normalmente seriam infligidas a escravos fugitivos.

Paulo ofereceu-se até mesmo para compensar qualquer perda financeira que Onésimo houvesse causado a Filemom.

Nosso relacionamento com Jesus Cristo torna nosso relacionamento com todos os outros familiar também e destaca a importância da misericórdia e do perdão, glória a Deus! Paulo elogia Filemom pelo amor que demonstrou aos santos.

Filemom estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *