Gênesis 14 Estudo: A Batalha dos Reinos e Melquisedeque

Advertisement

Neste capítulo de Gênesis 14 estudo, aprenderemos sobre a guerra de quatro reis contra outros cinco reis, retratanto que Ló será capturado nessa batalha, mas Abrão conseguirá libertá-lo. Este capítulo também marcará o aparecimento de Melquisedeque na narrativa bíblica, um sacerdote de Deus.

Um breve esboço pode ser dividido da seguinte forma: a guerra entre as confederações de reis; Ló é levado cativo pelos vencedores; Melquisedeque abençoa a Abrão.

Advertisement

Gênesis 14 estudo: Contexto histórico

O episódio registrado neste capítulo nos traz conhecimento que alguns reinos vassalos resolveram se rebelar contra seus dominadores após doze anos de servidão. Nesse ponto, Quedorlaomer aparece liderando a coalizão contra os rebeldes.

O texto bíblico deixa claro, porém, que a revolta dos vassalos foi mal sucedida e acabaram sendo derrotados pelos outros quatro reis.

Como resultado, as cidades-estado derrotadas foram saqueadas pelos vencedores, e entre essas cidades estavam Sodoma e Gomorra. E para onde foi que Ló resolveu ir?

Capítulo 1-8

1 E ACONTECEU, nos dias de Anrafel, rei de Sinar, Arioque, rei de Elasar, Quedorlaomer, rei de Elão, e Tidal, rei de Goim, (Se quiser notar, “o Espírito de Deus se ocupa com os movimentos dos reis e seus exércitos” só quando tais movimentos estão de alguma maneira relacionados com o povo de Deus; do contrário, são de pouca importância!)


Especialista em Pregação Bíblica Ensina Elaborar Sermões Impactantes em 30 Dias Até Mesmo Para Quem Vai Pregar Pela Primeira Vez!
(Clique Aqui e Saiba Mais)


2 Que estes fizeram guerra contra Bera, rei de Sodoma, e contra Birsa, rei de Gomorra, e contra Sinabe, rei de Admá, e contra Semeber, rei de Zeboim,e contra o rei de Belá, a qual é Zoar.

3 Todos estes se ajuntaram no vale de Sidim, que é o mar salgado.

4 Doze anos haviam servido a Quedorlaomer, mas ao décimo terceiro ano se rebelaram. (Esses cinco reis tinham sido governados pelo Quedorlaomer por uma duzia de anos, e agora se rebelaram.)

5 E ao décimo quarto ano veio Quedorlaomer,e os reis que estavam com ele, e derrotaram os Refains em Asterote-Carnaim, e os Zuzins em Hã ,eos Emins em em Savé-Quiriataim,

6 E os Horeus no monte de Seir, até a planície de El-Parā, que está junto ao deserto. (Nos nomes “Refains”, “Zuzins”e “Emins”, e possivelmente também em “Horeus”, temos uma vez mais, a entrada dos gigantes, que era um produto da união dos anjos caídos com as mulheres [Gn 6.4]. Independente do tamanho deles, “Quedorlaomer” os derrotou.)

7 Depois tomaram e vieram a En-Mispate, que é Cades, e devastaram todas as fazendas dos Amalequitas, e também dos Amorreus, que habitavam em Hazazom-Tamar.


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


8 Então saiu o rei de Sodoma, e o rei de Gomorra, e o rei de Admá, e o rei de Zeboim, e o rei de Belá (que é Zoar), e ordenaram batalha contra eles no vale de Sidim;

Quedorlaomer

9 Ou seja, contra Quedorlaomer, rei de Elão, e Tidal, rei de Goim, e Anrafel, rei de Sinar, e Arioque, rei de Elasar;quatro reis contra cinco. (Temos no Versículo 8 a menção a Sodoma, cidade onde Ló habitou e que atraiu o interesse de Jeová e assinala o motivo para tudo isso estar incluído nesta Passagem.

É evidente no Texto que Ló não estava absolutamente em uma relação apropriada com o Senhor; entretanto, o Senhor, apesar deste fato, seguiu vigiando cada um de seus movimentos e, com efeito, para dar uma forma de segurança e amparo a ele, apesar de Jó ter decidi do viver com os Sodomitas.

Todos os Crentes de vem compreender o significado de tudo isto. Você foi comprado por um preço; esse preço é o Sangue derramado do Senhor Jesus Cristo.)

10 E o vale de Sidim estava cheio de povos de betume; e fugiram os reis de Sodoma e de Gomorra, e caíram ali;e outros fugiram para um monte.

11 E tomaram toda a riqueza de Sodoma e de Gomorra e todos os seus mantimentos, e se foram.


⚠️ E-book Grátis para Pregadores ⚠️:


12 Tomaram também Ló, que morava em Sodoma, filho do irmão de Abrão, e os seus bens,e foram.(Ló,em sua posição comprometedora, não pôde libertar Sodoma nem a si mesmo. A única forma de ajudar e abençoar o mundo é vivendo separado dele e em companheirismo com Deus.)

Vale de Manre

13 Então veio um dos que escaparam, e os denunciou a Abrão, o Hebreu, que habitava no vale de Manre, o Amorreu, irmão de Escole irmão de Aner, os quais eram confederados de Abrão.

14 E ouviu Abrão que o seu irmão estava prisioneiro, armou os seus criados, os nascidos em sua casa, trezentos e dezoito, e os perseguiu até Dã. 

15 E dividiu-se sobre eles de noite, ele e os seus servos, e os feriu, e os perseguiu até Hobá, que fica à esquerda de Damasco.

16 E recuperou todos os seus bens, e também Ló, seu irmão e os seus bens, e também as mulheres e o povo. (Abraão teria tido pouco interesse nos acontecimentos, se não fosse por Lo. Ouviu que Ló foi feito prisioneiro e começou, então, a resgata-lo.

Com respeito a isto, Macintosh diz: “As reivindicações da angústia de um irmão foram respondidas pelos afetos do coração de um irmão. Isto é Divino.

A Fé Genuína, embora sempre nos faça independentes, nunca nos faz indiferentes. Nunca alguém se envolveria em sua lā, enquanto um irmão sofre calafrios no frio”.)

MELQUISEDEQUE

17 E saiu o rei de Sodoma a recebê-lo (Abraão) quando voltava de ferir a Quedorlaomer e aos reis que com ele estavam até ao vale de Savé, que é o vale do rei. (Como veremos aqui, não há um momento tão perigoso para o Cristão como a manhã depois de uma grande vitória espiritual.)

18 Então Melquisedeque (este homem aparece em cena; ele é um Rei e Sacerdote e, sobretudo, é um Tipo de Cristo [Sl 110.4]. Alguns Eruditos acreditam que Melquisedeque possa ter sido, na realidade, Sem, o filho de Noé.


Domine a Arte de Elaborar e Pregar Sermões Expositivos, Temáticos e Textuais, para Ensinar com Profundidade, Clareza e Fidelidade as Escrituras!
(Clique Aqui e Confira)


Sem estava vivo neste momento, e, na verdade, viveu 60 anos a mais; de fato, alguns acreditam que ele morreu quando Abraão tinha 150 anos de idade. O nome “Melquisedeque” significa “Rei de Justiça” e “Rei de Paz” [Hb 7.2]),

rei de Salém (Jerusalém) tirou pão e vinho (o “pão e o vinho” simbolizam o Corpo quebrado e o Sangue derramado de nosso Senhor, o que era necessário para a Salvação da humanidade [Mt 26.29);

o qual era Sacerdote do Deus Altíssimo. (Melquisedeque, como um Sacerdote, simbolizava o Cristo vindouro, que é o nosso Sumo Sacerdote [Hb 7.15-17]. Davi profetizou, cerca de mil anos depois de Abraão: “jurou o SENHOR, e não se arrependerá: Tu [Cristo] és Sacerdote para sempre segundo a ordem de Melquisedeque” [Sl 110.4].

Abraão é apresentado aqui a um nome diferente de Deus, um nome que ele não tinha conhecido: “El Elyon”, que significa “o Deus Altíssimo.”)

19 E ele (Melquisedeque) abençoou-o (Abraão), e disse: Bendito seja Abrão do Deus Altíssimo, o Possuidor dos céus e da Terra (o fato de Melquisedeque abençoar Abraão significa que a posição de Melquisedeque era maior que a de Abraão. A razão? Melquisedeque era um Tipo de Cristo [Hb 7.417].);

Bendito seja o Deus Altíssimo

20 E bendito seja o Deus Altíssimo, que entregou os teus inimigos nas tuas mãos (vemos aqui que Melquisedeque não se apresentou quando Abraão foi em busca da Quedorlaomer, e sim quando o rei de Sodoma foi em busca de Abraão. Isto faz uma grande diferença moral. Macintosh diz: “Um caráter maior de comunhão se requeria para satisfazer o caráter mais profundo do conflito”).


⚠️ Receba Estudos Exclusivos no Whatsapp:


E lhe deu Abrão os dízimos de tudo. (Esta é a primeira vez que são mencionados os “dízimos” nas Escrituras; dízimo se refere a décima parte. “Abraão deu os dízimos a Melquisedeque, o qual” era um Tipo de Cristo; por conseguinte, os filhos de Abraão, que constituem atualmente a Igreja, devem seguir entregando o dízimo aos que fazem a Obra de Deus.)

21 Então o rei de Sodoma disse a Abrão: Dá-me a mim as pessoas, e toma para ti os bens. (Satanás agora usa o rei de Sodoma, tentando apanhar Abraão em sua rede; ele se utilizaria do dinheiro para isso).

22 E respondeu Abrão ao rei de Sodoma:Levantei minha mão ao SENHOR, o Deus Altíssimo, o Possuidor dos céus e da Terra (o rei de Sodoma pode ter proposto uma espécie de sociedade com Abraão, mas o Patriarca declara a todos os interessados que a sua lealdade é total e completa “ao SENHOR, Deus Altíssimo, o Possuidor dos céus e da Terra”; isto declara o fato de que ele não estava sob a tutela de ninguém, mas, ao mesmo tempo, era amável para com todos os homens).

23 Que desde um fio até a correia de um calcado, nada tomarei de tudo o que é teu, para que não digas: Eu enriqueci a Abrão (a tentação é forte e vem em mais de uma forma; entretanto, o Patriarca passa na prova com êxito).

24 Salvo tão somente o que comeram os jovens e a porção dos varões que foram comigo, Aner, Escol e Manre; os quais tomarão a sua parte. (Abraão se aferrou a uma norma de um nível muito mais alto do que aqueles que o rodeavam. Embora não tivesse sido um problema para eles tomar algo dos bens, ele não tomou nem uma “correia de calçado”. Atualmente o homem de Deus deve entender a lição que se aponta aqui: enquanto estamos no mundo, nunca devemos ser do mundo.)

Conclusão

Concluindo mais um capítulo, acompanhamos uma batalha entre cinco reis que estavam cansados da servidão contra outros quatro reis, no vale de Sidim, exatamente o lugar ao qual Ló havia escolhido por ser mais próspero aos olhos.

Aprendemos que, nossas decisões, cheias de boas intenções, se forem tomadas fora da vontade de Deus e fora de um campo de fé, trarão consequências consigo.

Ló jamais esperava que, a terra que escolheu para si, seria o campo de uma batalha entre reinos e que, posteriormente, seria levado cativo, como prisioneiro, pelos vencedores.

Após a batalha, um sobrevivente encontra-se com Abrão e conta o ocorrido, escolhe alguns homens, e parte em resgate dos bens e de Ló. Devemos agradecer a Deus porque, em certos momentos, Ele colocará pessoas dispostas a batalhar nossas batalhas para nos trazer de volta, para nos resgatar.

Abrão não tinha mais nenhum compromisso com seu sobrinho, mas sabia que era o certo a fazer. Ao ter êxito, Abrão conhece alguns reis, entre eles Melquisedeque, que muitos apontam ser uma figura de Jesus, pela descrição.

Ele recebe bênçãos de sua boca, e então, pela primeira vez na palavra, alguém dizima de tudo aquilo que possuía, a décima parte. Um dos reis de Sodoma, levado pelo exemplo de Melquisedeque, também quis afagar a Abrão, lhe dando os bens que reconquistara.

Abrão entende o recado, vê o inimigo lhe oferecendo algo para então cobrá-lo posteriormente ou fazê-lo não glorificar a Deus, e cheio de caráter, devolve tudo que possuía para aquele rei.

Muitas vezes, o inimigo usará da mesma estratégia, afagará nosso ego, nos fazendo achar que somos merecedores de algo, mas, assim como Abrão, não devemos aceitar as bênçãos que não venham do único Deus, e que o nosso sucesso, seja ele qual for, só veio através dele. Aleluia!

Gênesis 14 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *