Números 8 Estudo: Orientações Acerca das Lâmpadas do Templo

Advertisement

Neste capítulo de Números 8 estudo, veremos que Deus dá orientações acerca das lâmpadas do templo, expondo que, estas, deveriam ser colocadas de forma a iluminar de frente o candelabro e, assim, fez Arão.

Após, vemos que Deus ordena a purificação dos levitas, com água da expiação, sendo que deveria depilar todo corpo e lavar suas vestes. Em seguida, deveriam apresentar ofertas de manjares, oferta pelo pecado e holocausto.

Então, toda a congregação colocaria a mão sobre eles e Arão os apresentaria como oferta movida ao Senhor.

Os levitas colocaram as mãos sobre a cabeça do novilho, para sacrifício pelo pecado e em outro para holocausto. Eles seriam consagrados ao Senhor. Após, eles entrariam para servir no templo.

Advertisement

Eles são dados a Deus no lugar de todo primogênito de Israel. Então, os levitas assim fizeram. O Senhor, ainda, informou que eles serviriam no templo dos vinte e cinto aos cinquenta nos. Após, apenas ajudariam seus irmãos.

Números 8 estudo: Contexto histórico

No sétimo capítulo, de Números, vimos as ofertas trazidas pelos príncipes de Israel, para consagração do altar, do santuário. Deus determinou que, cada príncipe, deveria levar sua oferta, num dia específico.


Especialista em Pregação Bíblica Ensina Elaborar Sermões Impactantes em 30 Dias Até Mesmo Para Quem Vai Pregar Pela Primeira Vez!
(Clique Aqui e Saiba Mais)


Todos os príncipes levaram ofertas idênticas, consistindo em utensílios valiosos, ofertas de manjares, holocaustos, ofertas pelo pecado e ofertas pacíficas. Após, as escrituras relatam que o Senhor falava com Moisés, no santuário.

(Números 8:1-4) Menorah

v. 1 E falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
v. 2 Fala a Arão e dize-lhe: Quando acenderes as lâmpadas, as sete lâmpadas iluminarão diante do candelabro.

Advertisement

v. 3 E Arão assim fez: diante do candelabro, acendeu as suas lâmpadas, como o SENHOR ordenara a Moisés.

v. 4 E esta obra do candelabro era de ouro batido; desde a sua base até as suas flores era batido; conforme o modelo que o SENHOR mostrara a Moisés, assim ele fizera o candelabro.

O candelabro, ou menorá, mencionado em Nm 3:31 e Nm 4:9, era símbolo da presença e glória de Deus. As instruções para a construção do tabernáculo são dadas em Ex 25:31-40.

Os versículos são incluídos aqui como parte da celebração e da dedicação do tabernáculo e seus utensílios para adoração.


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


(Números 8:5-7) A purificação

v. 5 E falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
v. 6 Toma os levitas do meio dos filhos de Israel e purifica-os. 

v. 7 E isto farás, para purificá-los: espargirás a água da purificação sobre eles, e que raspem todo o seu corpo, e que lavem suas vestes, e assim, se purificarão.

Advertisement

O processo para purifica-los envolvia três passos: (1) aspergir os levitas com a água especial para a purificação, provavelmente vinda da bacia de bronze na área externa do tabernáculo; (2) raspar todo o seu corpo, como faziam os nazireus quando seu voto era quebrado (Nm 6:9) e (3) lavar suas vestes (Nm 19:8).

(Números 8:8-12) Os sacrifícios

v. 8 Então, que tomem um novilho, com a sua oferta de alimentos de farinha fina amassada com azeite; e tomarás outro novilho, para a oferta pelo pecado.

v. 9 E trarás os levitas diante do tabernáculo da congregação, e convocarás toda a congregação dos filhos de Israel.

v. 10 E trarás os levitas diante do SENHOR; e os filhos de Israel colocarão as suas mãos sobre os levitas.


⚠️ E-book Grátis para Pregadores ⚠️:


v. 11 E Arão oferecerá os levitas diante do SENHOR, como oferta dos filhos de Israel; para que possam executar o serviço do SENHOR.

v. 12 E os levitas colocarão as suas mãos sobre as cabeças dos novilhos; e sacrificarás um para a oferta pelo pecado e o outro, para a oferta queimada ao SENHOR, para fazer expiação pelos levitas.

Na cerimônia, dois novilhos eram sacrificados depois que os levitas colocavam suas mãos sobre a cabeça deles como símbolo de identificação vicária no processo da propiciação.

A ordem de oferta pelo pecado, para purificação cerimonial, e depois a oferta queimada, para consagração, segue a descrição de Levítico.

(Números 8:13-14) Ofertas movidas

v. 13 E porás os levitas diante de Arão, e diante dos seus filhos, e os oferecerás como oferta ao SENHOR.

Advertisement

v. 14 E separarás os levitas do meio dos filhos de Israel; e os levitas serão meus.

Os levitas deviam ser dispostos (e porás) perante os sacerdotes descendentes de Arão e a congregação dos israelitas como oferta para o serviço do santuário.

Às vezes, esta oferta é chamada de oferta de “ondulada” ou “balançada” mas aqui ela servia de oferta de paz e celebração para a dedicação dos levitas ao serviço do tabernáculo.

(Números 8:15-19) Os levitas

v. 15 E, depois disso, os levitas entrarão para fazerem o serviço do tabernáculo da congregação; e tu os purificarás e, os oferecerás como oferta.


Domine a Arte de Elaborar e Pregar Sermões Expositivos, Temáticos e Textuais, para Ensinar com Profundidade, Clareza e Fidelidade as Escrituras!
(Clique Aqui e Confira)


v. 16 Porque eles me são completamente dados entre os filhos de Israel, em lugar daquele que abre a madre, do primogênito de cada um dos filhos de Israel, eu os tomei para mim. 

v. 17 Porque todos os primogênitos dos filhos de Israel são meus, tanto de homens como de animais; no dia em que eu feri todos os primogênitos na terra do Egito, eu os santifiquei para mim. 

v. 18 E tomei os levitas em lugar de todos os primogênitos entre os filhos de Israel.

v. 19 E dei os levitas como uma dádiva a Arão e a seus filhos, do meio dos filhos de Israel, para o serviço dos filhos de Israel, no tabernáculo da congregação e para fazerem expiação pelos filhos de Israel; de modo que não haverá praga entre os filhos de Israel, quando os filhos de Israel se aproximarem do santuário. 

Os levitas eram assistentes dos sacerdotes araônicos, transportando e fazendo a manutenção das estruturas e utensílios do santuário.

Eles também serviam de guardas contra invasões da santidade do tabernáculo. O papel substitutivo dos levitas em lugar dos primogênitos de Israel é reiterado aqui (Nm 3:40-45), com ênfase no evento do êxodo como exemplo histórico desta lei.


⚠️ Receba Estudos Exclusivos no Whatsapp:


(Números 8:23-26) Quanto o tempo de serviço

v. 23 E falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
v. 24 Este é o ofício dos levitas: da idade de vinte e cinco anos para cima entrarão, para fazerem o serviço do tabernáculo da congregação;

v. 25 e a partir dos cinquenta anos de idade, sairão da milícia deste serviço e nunca mais servirão.

v. 26 Porém com os seus irmãos ministrarão no tabernáculo da congregação, para terem cuidado da guarda; mas não exercerão o serviço; assim farás com os levitas nas suas guardas.

O adendo à dedicação dos levitas cita seu afastamento aos 50 anos e a idade mínima para o serviço, 25 anos, ao passo que Nm 4:3 sugere uma idade mínima de 30 anos.

Alguns estudiosos tentam resolver esta inconsistência sugerindo que os levitas podem ter passado por cinco anos de aprendizado a partir dos 25 anos.

Outros sugerem que a idade mínima foi aumentada por causa da morte de Nadabe e Abiú (Lv 10:1-3). No fim do reinado de Davi, houve  dois recenseamentos de levitas: de 30 anos para cima e de 20 anos para cima (1Cr 23:2-5).

Mais adiante, nos dias de Ezequias, houve outro censo de levitas, dos que tinham no mínimo 20 anos de idade (2Cr 31:17).

Conclusão

Deus havia designado uma das tribos de Israel, a tribo de Levi, para serem, exclusivamente, responsáveis pelo serviço do templo.

Eles seriam, neste capítulo, consagrados, pois pertenciam ao Senhor. O serviço especial que exerciam, os transformara em ofertas movidas, em adoração a Deus.

Ao analisarmos nossa realidade, da nova aliança, somos levados a considerar que todos fomos comissionados a trabalhar no Reino (Mateus 28:16-20).

O Apóstolo Paulo ensina, na Carta aos Romanos, no capítulo doze, que cada cristão exercerá uma determinada função, conforme o dom que Deus lhe concede, mediante essa graça e, igualmente, temos o dever de exercê-la com zelo.

Paulo, ainda, diz que, a uns fora confiado servir com dons de profecia, ensino, liderança, economia, amor, entre outros.

Desta forma, o serviço do Reino tem sido exercido pelo Israel do Senhor, espalhado por todo mundo.

Igualmente aos levitas, que serviam no templo, somos convocados a consagrar nossos corpos como adoração, sacrifício, que é o nosso culto racional, a fim de que exerçamos estas funções, ou seja, devemos estar santificados, adequados, livres de impureza, para sermos aceitáveis para o trabalho.

Números 8 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *