Salmo 32 Estudo: A bem-aventurança do perdão

Neste estudo do Salmo 32 veremos o salmista Davi expondo a importância do perdão de Deus sobre as nossas vidas, como também aponta para o sacrifício de Jesus na cruz, que se tornou culpado para que fossemos perdoados, e esse fato é elucidado no salmo 32.

Apesar de sermos cheios de iniquidades e transgressões, por meio de Deus e sua grandiosa misericórdia não somos punidos de forma proporcional aos nossos erros.

Advertisement

Essa composição provavelmente foi feita depois de Davi ter pecado com Bete-Seba, e antes do profeta Natã ter se encontrado com ele. Nesse contexto, Davi estava cego com o próprio pecado e precisava ser alertado por Deus para que conseguisse se arrepender.

Nesse contexto, fica evidente que até mesmo o arrependimento para o perdão é conduzido e realizado por obra divina.

Salmo 32 Estudo: O único homem sem pecado

Jesus veio ao mundo sem mancha e sem mácula. Em tudo obedeceu ao seu Pai. Mesmo sendo Deus, veio totalmente em forma de homem, passando por todas as tentações que diariamente passamos.

Advertisement

No entanto, Ele não se manchou com pecado, contudo sofreu todas as consequências dos delitos que carregamos na Cruz do Calvário.

Logo, é importante conhecer a bem-aventurança do perdão de Deus sobre as nossas vidas, a seguir veremos os estudos de todos os versículos do salmo 32:

(Salmo 32:1) Somos perdoados

¹ Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto.


⚠️ Grupo VIP de estudos no WhatsApp:


A benção do perdão: O pecado não confessado pode trazer muitos fardos para a vida do cristão, mas o contrário, traz alivio e a bem-aventurança do perdão, que encobre os nossos delitos

Advertisement

(Salmo 32:2) Misericórdia do Senhor

² Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano.

Apesar dos nossos pecados: Nós somos merecedores de castigo, mas o Senhor não nos pune segundo os nossos atos. No entanto, é preciso ter a consciência de que somos pecadores e precisamos da graça de Deus.

Nesse cenário, muitos cristãos são tomados pelo espirito do engano ao achar que não possuem pecado, e estão totalmente limpos diante de Deus, porém esse é um grande perigo para cair na frieza espiritual, e não alcançar a benção do perdão.

(Salmo 32:3) As consequências do pecado encoberto

³ Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia.

O peso do pecado: Esse pode ser maior do que carregar grandes fardos nas costas, principalmente quando não é confessado, porque afeta a mente que é bombardeada por acusações que acabam causando opressão.

Advertisement

Como consequência, o nosso corpo também sofre nesse processo, sendo isso comprovado cientificamente, as nossas doenças na alma causam problemas físicos, até mesmo nos ossos.

Esse fato, é relatado também no estudo do salmo 31. Desse modo, a melhor forma é confessar, se arrepender e aguardar o perdão de Deus.


⚠️ Aprenda mais da Palavra de Deus:


(Salmo 32:4) A mão do Senhor sobre o pecador

⁴ Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio. (Selá.)

Cheio de misericórdia e justiça: Nesse versículo o salmista mostra que apesar da bondade de Deus, Ele também é justiça, e enquanto não demonstramos arrependimento a sua mão pesa sobre as nossas vidas.

Esse estado, no qual o pecado não é confessado, o espirito fica entristecido, e não flui alegria sobre o coração, como Davi fala que o seu humor se tornou sequidão.

(Salmo 32:5) A confissão é libertadora

⁵ Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado. (Selá.)

Momento do perdão: Ao confessar a sua transgressão, logo Davi foi perdoado. Podemos comparar a alegria de confessar o pecado, com a grande aflição de encobrir esse diante de Deus, e perceber a grande vantagem em não esconder os delitos.

Advertisement

Todos os dias o ato da confissão é necessário durante as orações para que o coração do homem possa se alegrar verdadeiramente, e ao contrário, não se perder em aflições e angustias na alma.

(Salmo 32:6) Clamor dos santos

⁶ Por isso, todo aquele que é santo orará a ti, a tempo de te poder achar; até no transbordar de muitas águas, estas não lhe chegarão.

A bondade do Senhor: A palavra “santo´´ denomina alguém que Deus teve misericórdia, ou seja, toda aquele que Deus alcança com essa graça consegue orar a Ele e alcançar o perdão e isso ocorre no tempo certo.

Além disso, apesar de todos os perigos que existem, o salmista afirma que esses não chegarão até nós, mesmo que sejam grandes como o transbordar de muitas águas.

(Salmo 32:7) Deus é esconderijo

⁷ Tu és o lugar em que me escondo; tu me preservas da angústia; tu me cinges de alegres cantos de livramento. (Selá.)


⚠️ Manual Bíblico Recomendado!


Mudança do estado de espirito: Após Davi ter confessado suas transgressões é nítido que o seu humor se torna alegre, e que a sua composição muda, e revela que ele encontrou alegria.

Advertisement

Outro fato interessante é que o salmista mostra que ao se esconder em Deus, esse é preservado da angustia e envolvido por cantos alegres, esses cânticos estão presente no estudo do salmo 33.

(Salmo 32:8) A Sagrada instrução

⁸ Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir; guiar-te-ei com os meus olhos.

É impossível fracassar: Quando o salmista confessa o seu pecado e se regozija novamente no seu Deus, o próximo passo é ser deixado ser instruído novamente.

(Salmo 32:9) É necessário ter entendimento

⁹ Não sejais como o cavalo, nem como a mula, que não têm entendimento, cuja boca precisa de cabresto e freio para que não se cheguem a ti.

Liberdade para seguir a Deus: Ao contrário do cavalo e da mula, que são obrigados a seguirem seus donos, o salmista mostra nesse versículo que Deus não espera o mesmo comportamento de nós.

Advertisement

No entanto, por meio do entendimento possamos chegar a Ele.

(Salmo 32:10) Diferença entre o justo e o ímpio

¹⁰ O ímpio tem muitas dores, mas àquele que confia no Senhor a misericórdia o cercará.

Confiança em Deus: Davi mostra aqui que a diferença entre os ímpios e justos está na misericórdia do Senhor que cerca a vida desses.

Apesar de não ser da vontade do Senhor, deixar com que os ímpios não fiquem sobre a sua proteção, Ele não pode fazer essa interferência em razão do livre arbítrio.


⚠️ Aprenda a Pregar a Palavra de Deus:


(Salmo 32:11) A alegria do Senhor

¹¹ Alegrai-vos no Senhor, e regozijai-vos, vós os justos; e cantai alegremente, todos vós que sois retos de coração.

A verdadeira felicidade: Nesse versículo Davi evidencia de onde vem a alegria que ele tem, e a qual também devemos ter, que é a alegria que provém de Deus.

Advertisement

Conclusão

Nesse capitulo, por meio da composição de Davi, foi evidenciado a importância da confissão de pecados, e como encobri-los pode trazer consequência ruins para as nossas vidas.

Também foi possível perceber a diferença entre o peso das transgressões antes e depois da declaração de pecado, e como existe perdão, alegria e jubilo ao que confessa.

Além disso, foi elucidado todos os benefícios de deixar uma vida de pecado, e fazer confissão para Deus no salmo 32 estudo.

Salmo 32 estudo.
Advertisement

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência na navegação. Mais informações.