Mateus 10 Estudo: O Envio dos Discípulos por Jesus

Nesta passagem de Mateus 10 estudo, é expressado à busca do mestre em valorizar o cuidado de Deus por cada um de nós, independentemente do contexto ou das circunstâncias vivenciadas.

Além disso, Confessar publicamente Jesus é mais do que dizer “Confesso Jesus”, “Aceito Jesus” ou “Arrependo-me”.

Advertisement

A disposição de suportar dura oposição, mesmo daqueles que amamos como cônjuges e filhos, devem ser demonstradas além do serviço da boca para fora.

Mateus 10 estudo: Contexto histórico

De acordo com o contexto, para saber mais sobre Bartolomeu, veja o comentário sobre Lucas e Tadeu é mencionado apenas duas vezes na Bíblia duas na lista de quatro apóstolos.

Advertisement

Diante disso, não há outra informação exata sobre este discípulo, mas ele é mencionado em João 14:22.

(Mateus 10:1) A escolha dos doze

v. 1 E ele chamando a si os seus doze discípulos, deu-lhes poder contra os espíritos imundos, para os expulsarem, e para curarem toda espécie de doenças e toda espécie de enfermidades.


Você ler a Bíblia todos os dias mas Não consegue Entender a Mensagem de Deus? Clique Aqui e venha Estudar Teologia Conosco de Maneira Fácil e Descomplicada! 📖


A ênfase na escolha de Jesus dos doze discípulos recorda aos leitores as 12 tribos de Israel (Mt 19:28) e identifica os seguidores de Jesus (a igreja) como o novo e verdadeiro Israel – os beneficiários das promessas de Deus a Abraão (Gn 12:1-3Gn 15:6).

(Mateus 10:2-6) Os doze apóstolos

v. 2 Ora, os nomes dos doze apóstolos são estes: O primeiro, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão;

v. 3 Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Lebeu, cujo sobrenome era Tadeu;

Advertisement

v. 4 Simão, o cananita, e Judas Iscariotes, quem também o traiu.

v. 5 Estes Doze Jesus enviou, dando-lhes ordens, dizendo: Não ireis pelo caminho dos gentios, e não entreis em nenhuma cidade samaritana.

v. 6 Mas ide antes às ovelhas perdidas da casa de Israel.


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


Jesus priorizou a missão a Israel. Embora Ele já tivesse servido os gentios (Mt 8:5-13) e o faria novamente (Mt 15:21-28), os judeus eram o principal foco das primeiras missões cristãs (ver Atos 1).

(Mateus 10:7-10) A aproximação do reino dos céus

v. 7 E, enquanto forem, pregai, dizendo: O reino do céu tem-se aproximado.

v. 8 Curai os enfermos, purificai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai.

Advertisement

v. 9 Não provisioneis ouro, nem prata, nem cobre, nos vossos cintos,

v. 10 nem alforje para sua jornada, nem duas túnicas, nem calçados, nem bordões; porque digno é o trabalhador do seu alimento.

Jesus proibiu Seus discípulos de carregar as provisões normalmente levadas em viagens longas. Isso estimulava uma total dependência em Deus.


⚠️ E-book Grátis para Pregadores ⚠️:


Os discípulos confiaram que o Senhor proveria para eles exatamente como o fizera para Israel no antigo testamento (Dt 8:3-4).

Alguns sugerem que a proibição contrária ao bordão aqui estaria contradizendo a permissão de carregá-lo em Mc 6:8.

Advertisement

O texto, entretanto, pode ser harmonizado por meio de várias explicações. Por exemplo, Mateus pode estar proibindo a aquisição de um bordão, enquanto Marcos está permitindo, àqueles que já o possuem, que o levem consigo.

(Mateus 10:11-14) Jesus ensina alguns bons modos

v. 11 E, em qualquer cidade ou aldeia em que entrardes, investigai quem nela é digno, e ali vos hospedeis até prosseguirdes.
v. 12 E, quando entrardes em uma casa, saudai-a;
v. 13 E, se a casa for digna, deixai sobre ela a vossa paz; mas, se não for digna, torne para vós a vossa paz.
v. 14 E, todo aquele que não vos receber, nem ouvir as vossas palavras, quando vos partirdes daquela casa ou cidade, sacudi a poeira dos vossos pés.

Aquele que fosse digno haveria de acolher os discípulos e sua mensagem (ver nota em Mt 7:6). Aquele que fosse indigno não os iria acolher nem ouvir.

A típica saudação judaica Shalom (“Paz seja com vocês”) pronunciava uma bênção, no entanto, aqueles que rejeitavam o evangelho eram indignos de tal saudação.

Advertisement

Os judeus sacudiam a poeira dos pés sempre que, vindos de terras pagãs, retornavam a Israel. Ao fazerem isso quando rejeitados, os discípulos de Jesus marcavam aqueles que desprezavam o evangelho como pagãos que não pertenciam de fato a Israel.

(Mateus 10:15) Sodoma e Gomorra

v. 15 Na verdade eu vos digo que, no dia do juízo, haverá mais tolerância para a terra de Sodoma e Gomorra do que para aquela cidade.

Deus destruiu Sodoma e Gomorra por causa de sua perversidade (Gn 19:24-29). Jesus declarou em Mt 11:23-24 que até mesmo essas cidades de má fama teriam se arrependido se tivessem ouvido a mensagem anunciada pelos discípulos, e tivessem testemunhado os sinais que eles realizaram.


Domine a Arte de Elaborar e Pregar Sermões Expositivos, Temáticos e Textuais, para Ensinar com Profundidade, Clareza e Fidelidade as Escrituras!
(Clique Aqui e Confira)


(Mateus 10:16) As ovelhas e o lobo

v. 16 Eis que eu vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede sensatos como as serpentes e inofensivos como as pombas.

Assim como os lobos atacam e destroem as ovelhas, os perseguidores tentarão capturar e destruir os discípulos de Jesus.

As serpentes são astutas porque elas fogem do perigo (ver nota em Mt 3:7-9). Semelhantemente, os discípulos de Jesus devem estar preparados para tomar uma ação estratégica quando a perseguição ameaçar.

Advertisement

Contudo, como pombas eles deveriam ser inofensivos e não usar meios violentos para responder à perseguição.

(Mateus 10:17-18) O cuidado com os concílios

v. 17 Mas cuidado com os homens; porque eles vos entregarão aos concílios, e vos açoitarão nas suas sinagogas;

v. 18 e sereis levados à presença dos governadores e dos reis, por causa de mim, como testemunho contra eles e os gentios.


A Chave para Interpretar todos os Gêneros e Contextos da Bíblia de modo Simples, porém com muita Profundidade…
(Clique Aqui e Acesse)


As referências a concílios e sinagogas mostram que Judeus patrocinavam as primeiras perseguições anti-cristãs.

Os perseguidores judeus apelavam a governadores e reis porque somente os oficiais romanos tinham a autoridade para ordenar execuções.

Advertisement

Todavia, a perseguição por parte dos níveis mais altos do governo dava aos discípulos a oportunidade de serem testemunho contra eles e os gentios, como ocorreu com Paulo.

(Mateus 10:19-24) O espírito santo

v. 19 Mas quando vos entregarem, não cuideis de como ou o que haveis de falar, pois naquela hora vos será dado o que haveis de dizer.

v. 20 Porque não sois vós que falais, mas é o Espírito de vosso Pai que fala em vós.

v. 21 E o irmão entregará à morte o irmão, e o pai o filho; e os filhos se levantarão contra os seus pais, e os colocarão para a morte.

Advertisement

v. 22 E sereis odiados de todos os homens por causa do meu nome; mas aquele que perseverar até o fim será salvo.

v. 23  Quando vos perseguirem nesta cidade, fugi para outra; porque em verdade eu vos digo que não tereis percorrido as cidades de Israel sem que venha o Filho do homem.

v. 24 O discípulo não está acima de seu mestre, nem o servo acima de seu ­senhor.

A frase vos digo que não tereis concluído as cidades de Israel sem que venha o Filho do Homem pode significar que os discípulos cristãos não completarão sua missão ao povo judeu antes da segunda vinda de Cristo.

Advertisement

As cidades de Israel provavelmente incluem as grandes cidades do mundo onde os judeus se fixaram após várias dispersões de Israel.

Contudo, a promessa de Jesus está intimamente ligada à primeira metade do versículo pela conjunção porque e pela repetição da palavra cidade.

Assim, “não tereis concluído as cidades” significa fundamentalmente que os discípulos não terão esgotado as cidades judaicas para as quais escapar antes que o Messias retorne.

A missão às nações em Mt 28:19-20 aumenta, e não substitui, a missão a Israel.

(Mateus 10:25) O mestre da casa

v. 25 Basta ao discípulo ser como o seu mestre, e ao servo como seu senhor. Se chamaram Belzebu ao mestre da casa, quanto mais chamarão aos de sua casa?

Advertisement

Sobre o significado de Belzebu, ver nota em Mt 12:24.

(Mateus 10:26-30) Tudo que for feito será revelado

v. 26 Portanto, não os temais; porque nada há encoberto que não venha a ser revelado, nem oculto que não venha a ser conhecido.

v. 27 O que eu vos digo às escuras, falai-o à plena luz; e o que ouvirdes no ouvido pregai-o sobre os telhados.

v. 28 E não temais os que matam o corpo, mas não podem matar a alma; temei antes aquele que pode destruir tanto a alma como o corpo no inferno.

v. 29 Não se vendem dois pardais por um asse? E nenhum deles cairá em terra sem vosso Pai.

v. 30 Mas os próprios cabelos da vossa cabeça estão todos contados. 

Se Deus deve consentir para que pardais venham a cair, nenhum discípulo pode sofrer perseguição sem o Seu consentimento.

O Deus que contou e numerou os cabelos da vossa cabeça também contou os seus dias de vida.

Seu plano para Seus discípulos não pode ser interrompido pela perseguição. Asse, moeda romana de bronze.

(Mateus 10:31-34) Confia no Senhor que está no céu

v. 31 Portanto, não temais; mais valeis vós do que muitos pardais.

v. 32  Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu também o confessarei diante de meu Pai que está no céu.

v. 33 Mas qualquer que me negar diante dos homens, eu também o negarei diante de meu Pai que está no céu.

v. 34 Não penseis que eu vim trazer paz à terra; eu não vim trazer paz, mas ­espada.

As palavras de Jesus não implicam que Seus discípulos deveriam tomar da espada em violenta represália contra os perseguidores.

A palavra é simplesmente um símbolo para o conflito e a divisão (Lc 12:51).

(Mateus 10:35-38) O amor a Deus deve ser maior que todas as coisas

v. 35 Porque eu vim pôr um homem em desacordo contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra.

v. 36 E os inimigos de um homem serão os da sua própria casa.

v. 37 O que ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e o que ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim.

v. 38 E o que não toma a sua cruz e segue após mim, não é digno de mim.

Tomar a cruz não se refere a evangelismo. Em vez disso, Jesus diz respeito aqui à marcha da morte que conduz à crucificação.

O ponto é que os discípulos devem estar preparados para morrer (literal e figuradamente) como mártires por Cristo.

(Mateus 10:39-42) Seremos recompensados por andar com o Senhor

v. 39 O que encontrar a sua vida, perdê-la-á, e o que perder a sua vida por minha causa, encontra-la-á.

v. 40 O que vos recebe, a mim me recebe; e o que me recebe, recebe aquele que me enviou.

v. 41 O que recebe um profeta em nome de um profeta, receberá recompensa de profeta; e quem recebe um homem justo em nome de um homem justo, receberá recompensa de um homem justo.

v. 42 E todo o que der de beber ainda que seja um copo de água fria a um destes pequeninos apenas em nome de um discípulo, em verdade eu vos digo que de modo algum perderá a sua recompensa.

A pessoa que recebe um discípulo perseguido recebe Jesus e Aquele que O enviou.

Ele pode esperar receber uma recompensa celestial, exatamente como a pessoa que recebe um profeta ou um justo recebe a recompensa que um profeta ou um justo merece.

Conclusão

Portanto, mostre perseverança para desistir quando mercadorias, vantagens, oportunidades prejudicam o seu relacionamento com Deus.

Além disso, muitos criticam duramente os ministros e servos de Deus, porém, segundo a sua palavra e seus ensinamentos, todo o homem que ajudar a propagar a obra de Deus, será recompensado.

Mateus 10 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *