Salmo 28 Estudo: Uma Oração Pela Ajuda de Deus

Advertisement

Em Salmo 28, veremos que Davi mostra nesse capitulo a importância de clamar e buscar pelo socorro divino, mesmo ele sendo rei e possuindo exércitos a sua disposição, as súplicas feitas a Deus estão presentes de forma constante.

Nesse contexto, fica evidente como somos dependentes do socorro de Deus e da sua graça nas nossas vidas. Em vários aspectos podemos nos identificar com esse personagem bíblico tão marcante.

Advertisement

Assim como Davi, tememos os nossos inimigos, aqueles que tramam contra nós ou nossa família, em inúmeros cenários das nossas vidas, seja no trabalho, seja na escola, e diante desse temor devemos clamar ao Altíssimo.

Outro panorama que também podemos nos identificar com Davi, é quando não encontramos forças para resolver algum problema, ou sair de uma situação que aos nossos olhos não tem solução, e só Deus pode nos salvar, é nesse instante que suplicamos por socorro.



Resumo do Salmo 28

O Salmo 28 é uma oração de Davi pedindo socorro e proteção divina contra seus inimigos. Ele clama a Deus para ouvi-lo, temendo ser abandonado. Davi pede que Deus não o trate como os ímpios e hipócritas, mas que lhes retribua conforme suas maldades.

Advertisement

Expressando confiança, Davi louva a Deus por ser sua força e escudo. O salmo conclui com um pedido de salvação e bênção para o povo de Deus, rogando por proteção e pastoreio contínuos.

O segredo da força de Davi

A Bíblia nos conta que Davi era de baixa estatura, mas isso não media a capacidade e a força de Davi. Isso porque, quem o fortalecia era Deus, pois esse personagem não conseguia vencer de forma independente, mas era através de súplica e orações a Deus.

Um episódio marcante e que deixa clara essa afirmação, é quando Davi derruba Golias não pela sua própria força, mas pelo nome de Deus, sendo essa história encontrada em 1 Samuel 17.

Outro capitulo que confirma esse cenário é o salmo 27, no qual Davi deixa evidência a sua dependência total e completa de Deus para vencer os inimigos.

Contexto histórico

O Salmo 28 está inserido no contexto histórico do reinado do rei Davi, que governou Israel aproximadamente entre 1010 e 970 a.C. Durante seu reinado, Davi enfrentou conflitos externos com povos como filisteus e amonitas, e crises internas, incluindo a rebelião de seu filho Absalão.

O Salmo 28 reflete a oração fervorosa de Davi por socorro e justiça divina em meio a essas adversidades. Ele clama a Deus por proteção contra seus inimigos e traidores, demonstrando sua profunda confiança em Deus como seu protetor e salvador.

Este salmo é uma expressão da angústia e dependência de Davi em Deus durante tempos de instabilidade, um tema recorrente na sua vida e reinado.

Explicação do Salmo 28 versículo a versículo

(Salmo 28:1) Clamor a Deus altíssimo

¹ A ti clamarei, ó Senhor, Rocha minha; não emudeças para comigo; não aconteça, calando-te tu para comigo, que eu fique semelhante aos que descem ao abismo.

A voz que direciona: Nesse versículo fica evidente, que a voz de Deus direciona o rei Davi, e o livra até mesmo da morte, sendo “rocha´´, ou seja, segurança, e por isso o clamor desse personagem é constante.

Pois aqueles que estão mortos já não podem mais fazer nada, e Davi ainda ansiava por adorar a Deus e exaltar o seu nome com a sua própria vida.

(Salmo 28:2) Sinal de rendição

² Ouve a voz das minhas súplicas, quando a ti clamar, quando levantar as minhas mãos para o teu santo oráculo.

Súplicas e rendição: O santo oráculo no Antigo Testamento era um lugar santíssimo, onde estava a Arca do Pacto, que simbolizava a presença de Deus.


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


Nessa perspectiva, Davi ia até a Deus, suplicava e clamava, de forma totalmente rendida, e por isso levantava as suas mãos.

(Salmo 28:3) Livramento de si mesmo

³ Não me arrastes com os ímpios e com os que praticam a iniquidade; que falam de paz ao seu próximo, mas têm mal nos seus corações.

Incoerência dos ímpios: Existe uma grande separação entre os filhos de Deus e os maus, em função da incoerência das palavras com as suas ações.

Um cristão genuíno deve ser coerente com os princípios Bíblicos, tendo suas atitudes baseadas na palavra de Deus.

Desse modo, Davi clama a Deus por essa coerência, para que ele não seja como os ímpios, para que Deus o livre de si mesmo. Esse é um clamor que deveria ser diariamente presente na vida dos cristãos.

(Salmo 28:4) Antes da Graça

⁴ Dá-lhes segundo as suas obras e segundo a malícia dos seus esforços; dá-lhes conforme a obra das suas mãos; torna-lhes a sua recompensa.

Recompensa dos ímpios: Com a morte de Jesus na cruz, passamos a não sermos mais punidos de acordo com as nossas ações. No antigo testamento, o pecado e a suas consequências não sofriam o alivio da graça.


⚠️ Receba Estudos Exclusivos no Whatsapp:


Nesse contexto, Davi clamava a Deus para que esse intervisse com justiça sobre aqueles que possuíam maldade no coração, e que essa justiça fosse proporcional aos atos desses.

(Salmo 28:5) Observar as obras de Deus

⁵ Porquanto não atentam às obras do Senhor, nem à obra das suas mãos; pois que ele os derrubará e não os reedificará.

Indignação de Davi: Uma das características do rei Davi era observar as obras do Altíssimo e viver de acordo com os princípios dele. Mas infelizmente, isso não é algo mais presente na maioria dos cristãos.

Partindo desse ponto, percebe-se o risco de cair e não se reerguer, ao não andar observando as obras do Criador.

(Salmo 28:6) Demonstração de gratidão

⁶ Bendito seja o Senhor, porque ouviu a voz das minhas súplicas.

Bendizer a Deus: Ao ser atendido, Davi não se esquecia de bendizer e glorificar ao nome de Deus, como também, em seus salmos Davi leva a vários elementos da criação a fazerem o mesmo.

Esses momentos em que Davi para bendizer ao Senhor é perceptível em vários salmos, o que é notado no estudo do salmo 29.

(Salmo 28:7) A força de Davi sempre esteve em Deus

⁷ O Senhor é a minha força e o meu escudo; nele confiou o meu coração, e fui socorrido; assim o meu coração salta de prazer, e com o meu canto o louvarei.

Segurança divina: Além de rei, Davi também era guerreiro, e em vários capítulos no Antigo Testamento, são relatadas as vitórias de Davi em meio as batalhas. Mas ele possuía a segurança daquele que nunca perdeu uma guerra, o Senhor dos Exércitos.

Davi era de pequena estatura, mas Deus era a sua força, Davi ao guerrear contra Golias não usou escudo, mas Deus era a sua segurança.

E por isso o seu coração saltava de prazer e alegria, e ele oferecia louvores ao Pai, pois conseguia realizar grandes feitos, que sozinho certamente não conseguiria.

(Salmo 28:8) Deus salva o rei e o povo

⁸ O Senhor é a força do seu povo; também é a força salvadora do seu ungido.

Salvação coletiva: Essa passagem bíblica revela a vontade de Deus e a forma que ele trabalha na humanidade. Ele salva e ajuda alguém para que essa pessoa possa levar o mesmo a mais indivíduos. Desse modo, Davi é tirado de trás das malhadas, salvo de leões e ursos para mais tarde salvar o povo de Israel.

O que chama a atenção nesse versículo é Davi se autoproclamar ungido, e isso significa que ele é guiado pelo Espirito Santo.

(Salmo 28:9) Salvação para Israel

⁹ Salva o teu povo, e abençoa a tua herança; e apascenta-os e exalta-os para sempre.

Plano de Deus para Israel: O plano inicial de Deus sempre foi salvar a Israel, e a herança do Filho de Deus (Jesus) era esse povo, por isso Davi pedia para que Deus abençoasse o povo hebreu.

Nesse versículo Davi também pedi para que Ele apascente, e isso significa que o rei queria que esse povo ficasse unido e não disperso, pois esse é o objetivo do apascentamento. Era nítido o coração de Deus em Davi, pois ele também amava e buscava o bem de Israel, assim com Cristo.

O que nos ensina o Salmo 28?

  1. Confiança em Deus como Rocha e Escudo: O salmista expressa sua confiança em Deus como sua Rocha e Escudo, que o protege do mal e lhe dá forças para enfrentar os desafios da vida. Esta lição nos lembra que podemos confiar em Deus como nosso refúgio seguro em momentos de dificuldade e perigo.
  2. Oração pela Justiça Divina: O salmo inclui uma petição por justiça divina contra os ímpios e malfeitores. Isso nos ensina a levar nossas preocupações e injustiças diante de Deus em oração, confiando que Ele é um juiz justo que eventualmente trará justiça aos oprimidos.
  3. Louvor pela Resposta às Orações: O salmista louva a Deus por ter ouvido suas súplicas e ter respondido às suas orações. Isso nos lembra da importância de reconhecer e agradecer a Deus por Suas respostas às nossas orações, fortalecendo nossa fé e confiança em Sua providência.
  4. Advertência contra a Maldade do Coração: O salmo adverte contra a cumplicidade com a maldade e a prática da iniqüidade. Isso nos alerta sobre a importância de guardarmos nossos corações e evitarmos a participação em ações pecaminosas, buscando em vez disso viver em retidão diante de Deus e dos outros.
  5. Exortação à Confiança Contínua em Deus: O salmista conclui exortando os fiéis a continuarem confiando em Deus, mesmo em meio às dificuldades. Esta lição nos encoraja a manter nossa confiança em Deus inabalável, independentemente das circunstâncias, pois Ele é nosso ajudador e libertador fiel.

Conclusão

Concluímos que o Salmo 28 nos leva a uma jornada de confiança e louvor a Deus, destacando Sua justiça e proteção para com Seu povo. Ao longo do Salmo, aprendemos sobre a importância da oração fervorosa, reconhecendo a soberania de Deus sobre todas as circunstâncias.

Também vemos a resposta graciosa de Deus às súplicas de Seus servos e Sua prontidão em fortalecê-los em meio aos desafios da vida. Portanto, podemos concluir que, ao confiarmos em Deus e buscarmos Sua orientação, encontramos segurança e esperança, independentemente das dificuldades que possamos enfrentar.

Se você chegou até aqui, é porque você realmente é uma pessoa que está estudando a Bíblia e tendo grande interesse em entender melhor a Palavra de Deus, sendo assim, te convido a conhecer o nosso treinamento onde você irá conhecer sua Bíblia de forma profunda e entender com mais facilidade, tendo acesso a mais de 50 aulas em vídeo com o Professor André Lourenço do Instituto Carisma, entrará para o nossa comunidade exclusiva de alunos podendo conversar com Pastores, Pregadores, Professores e Estudantes da Bíblia de todo o Brasil e mundo , receberá materiais de apoio em livros e muito mais… Clique Aqui e Faça Parte!!

Salmo 28 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *