Atos 1 Estudo: Essa é a Nossa Missão

Advertisement

Em Atos 1, veremos um pouco da apresentação do início da trajetória dos apóstolos após os eventos descritos nos evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João. Quando escreveu este livro, o evangelista Lucas enfatiza os fatos ocorridos na passagem de Jesus na terra e o cumprimento do seu propósito.

Ele também conta sobre a promessa que estava próxima de acontecer, a missão deixada para os apóstolos e os primeiros passos deles após a ascensão de Jesus.

Advertisement

Dessa forma, o primeiro capítulo concede direcionamentos importantes para o cumprimento da nossa missão e como devemos deixar o Senhor nos guiar em cada decisão da nossa vida.

Acompanhe a análise completa do primeiro capítulo de Atos e mergulhe em mais esse estudo das sagradas escrituras. Os estudos de Atos só estão começando e você pode aprender muito com eles.



Contexto histórico

Após explanar em seu primeiro Livro grande parte dos acontecimentos do ministério realizado pelo Senhor Jesus para um homem chamado Teófilo.

Advertisement

O evangelista Lucas dá a continuação da história, escrevendo o livro que conta os atos dos apóstolos e a formação da primitiva Igreja do Senhor.

Embora Lucas provavelmente não tenha participado diretamente do mistério de Jesus e nem sido testemunha ocular do cumprimento do seu propósito.

Ele investigou e reuniu informações confiáveis em relação aos fatos ocorridos para escrever o seu primeiro Livro, o qual leva o seu próprio nome.

Já neste segundo, o seu próprio convívio com os apóstolos e mesmo com Paulo, colaboraram para que pudesse escrever os acontecimentos mais importantes dessa fase inicial da Igreja.

Sobre o destinatário, Teófilo, pouco se sabe, mas como o evangelista o chama de excelentíssimo em Lucas 1:3, o entendimento é que ele era alguma autoridade importante da época, o qual Lucas confiava. Acompanhe a seguir o estudo completo de Atos 1.

(Atos 1:1-2) Jesus ensinou sobre o que fazia

¹ O primeiro tratado fiz, ó Teófilo, sobre tudo que Jesus começou tanto a fazer como a ensinar,

² até ao dia em que foi recebido em cima, após ter dado mandamentos pelo Espírito Santo aos apóstolos que ele havia escolhido;


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


Em um breve resumo sobre o seu livro anterior, Lucas dá início ao capítulo relembrando os grandes feitos do Messias. Todos os ensinos de Jesus eram embasados em suas realizações e na vontade de Deus.

Ele falava sobre o reino e o demonstrava quando curava os enfermos e libertava os cativos. Inclusive, esse era um dos motivos da autoridade dele ser reconhecida pelas pessoas.

Por outro lado, os mestres da lei daquela época se orgulhavam pelos seus cargos e exigiam do povo uma vida santa e fiel ao Senhor que eles mesmos não tinham.

Ou seja, eles pregavam sobre o que não viviam e provavam sua hipocrisia e falta de caráter ao agirem de tal forma. Dessa forma, não se pode exigir do outro algo que ainda lhe falta.

Apesar de Jesus ser amoroso com todos os cansados e oprimidos que iam em sua direção, ele sempre usava palavras duras contra esses mestres.

Isso porque uma vida sincera diante de Deus e construída sobre a Rocha, é aquela que tem ações e palavras alinhadas.

(Atos 1:3-5) O Espírito era a habilitação para os discípulos pregarem o evangelho

 ³ aos quais ele também se apresentou vivo após sua paixão, por meio de muitas provas infalíveis, tendo sido visto por eles durante quarenta dias, e falando das coisas relacionadas ao reino de Deus.


⚠️ Receba Estudos Exclusivos no Whatsapp:


 E, tendo-se reunido com eles, ordenou-lhes que não partissem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, que, disse ele, de mim ouvistes.

Porque João verdadeiramente batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, dentro de poucos dias.

Em seguida, o evangelista continua relembrando o seu livro anterior ao falar sobre o período que Jesus apareceu aos discípulos após sua ressurreição.

Mas agora ele concede mais detalhes em relação ao que escreveu em Lucas 24. Em 40 dias, Jesus confirmou sua ressurreição para os discípulos através de muitas provas. Já que ele tinha plena consciência da imaturidade da fé deles apesar dos 3 anos que conviveram juntos.

Como também voltou a falar da promessa do batismo com o Espírito Santo, dizendo para eles permanecerem na cidade de Jerusalém para o seu cumprimento.

O intuito do Mestre era preparar os discípulos para o que estava vindo. Ele já tinha mencionado em duas oportunidades sobre como era importante o derramamento do Espírito Santo sobre a vida dos discípulos.

Só que agora apenas alguns dias separavam aqueles homens de uma vida extraordinária e eles precisavam de uma fé genuína para receber o Espírito e propagar o evangelho.

(Atos 1:6-8) Você não precisa carregar dúvidas

Portanto, aqueles que se haviam reunido perguntaram-lhe, dizendo: Senhor, tu restaurará neste tempo o reino a Israel?

 ⁷ E ele disse-lhes: Não pertence a vós saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder.

Mas recebereis o poder quando vier sobre vós o Espírito Santo; e sereis minhas testemunhas, tanto em Jerusalém como como em toda a Judeia e Samaria, e até a última parte da terra.

Depois de ouvirem sobre a proximidade da promessa do Espírito Santo, os discípulos perguntaram se também não estava próxima a restauração física do reino de Israel.

O motivo desse questionamento se dá pela expectativa dessa restauração acontecer, já que na visão deles o domínio de Roma sobre Israel naquele tempo teria fim por meio do Messias.

Os discípulos também podem ter se lembrado do que o profeta Joel disse, sobre o povo não sofrer mais humilhações e receber do Espírito Santo (Jl 2).

Jesus é muito claro em relação à pergunta feita pelos discípulos, bem como sobre o que eles deviam pensar naquele momento.

O Espírito Santo iria habilitá-los para pregar a mensagem do evangelho nos corações através de palavras e poder.

A restauração não iria acontecer naquele tempo e a única preocupação deles era se manter no centro da vontade de Deus para então serem usados por Ele.

Desse modo, não deixe o seu pensamento ser atormentado pelas dúvidas, pergunte, o Senhor não é Deus de confusão e deixa claro o que é necessário você saber.

Carregue fé em seu caminhar e não deixe dúvidas tirarem o seu foco do propósito.

(Atos 1:9-11) Tenha foco no cumprimento da sua missão

E, falando estas coisas, vendo-o eles, ele foi levado para cima, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o seus olhos.

¹⁰ E, enquanto eles olhavam firmemente para o céu, enquanto ele subia, eis que dois homens se puseram junto deles com vestiduras brancas,

 ¹¹ os quais lhes disseram: Homens da Galileia, por que estais aí parados olhando para o céu? Esse mesmo Jesus, que dentre vós foi levado para o céu, há de vir da mesma maneira que o vistes ir para o céu.

Depois de deixar claro quais seriam os próximos passos dos discípulos, Jesus foi elevado aos céus diante dos olhos deles.

Mas dois anjos foram enviados para devolver o foco deles para a missão que eles tinham.

Jesus foi pelos céus e da mesma forma vai voltar, como também está presente conosco todos os dias até este tempo finalmente chegar.

Enquanto ele não vem o nosso compromisso é esperá-lo ativamente executando sua obra, indo ao mundo e pregando o evangelho para todas as pessoas (Mc 16:15) Essa é a nossa missão!

(Atos 1:12-14) Jesus continua presente entre nós

 ¹² Então, eles retornaram para Jerusalém, do monte chamado das Oliveiras, o qual está perto de Jerusalém, uma jornada de um dia de shabat.

¹³ E, entrando, eles subiram à sala superior, onde se encontravam Pedro e Tiago, João e André, Filipe e Tomá, Bartolomeu e Mateus, Tiago, filho de Alfeu, Simão, o Zelote, e Judas, irmão de Tiago.

 ¹⁴ Todos estes continuavam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres, e Maria, mãe de Jesus, e com seus irmãos.

Daqui em diante, Lucas começa abordar os primeiros atos dos apóstolos após a ascensão de Jesus.

Em obediência ao Mestre, os discípulos regressaram para a cidade de Jerusalém.

Para se manterem firmes no propósito eles reuniam-se em oração, sabendo que através dela podiam ter acesso ao Senhor.

Jesus continua presente, o mundo não pode vê-lo, mas todos os que o buscam de todo o coração podem encontrá-lo.

(Atos 1:15-26) Suas decisões precisam passar pela opinião do Senhor

¹⁵ E, naqueles dias, levantando-se Pedro no meio dos discípulos, (sendo o número de pessoas ali reunidas cerca de cento e vinte), disse:

Ainda nos dias antecessores ao derramamento do Espírito Santo, Pedro explica para todos os seus irmãos em Cristo como a traição e morte de Judas foi para o cumprimento das Escrituras.

Ele fala também sobre a necessidade de escolherem um substituto e classifica os pré requisitos do candidato ideal para preencher a vaga deixada pelo traidor.

Então José e Matias foram os dois homens indicados pelo povo para tal função. Mas somente pela orientação divina eles conseguiram escolher Matias como o substituto. Da mesma forma, toda decisão que tomamos deve levar em conta a opinião de Deus.

O coração humano realiza inúmeros planos, mas a resposta certa sempre virá do Senhor. O apóstolo Paulo diz em sua carta para a igreja de Éfeso para não sermos insensatos, mas procurarmos entender a vontade do Senhor.

Portanto, não tome nenhuma decisão antes de entregar o seu caminho nas mãos de Deus e confiar Nele.

5 importantes lições que podemos aprender em Atos 1

  1. O Poder do Espírito Santo: Jesus instrui os discípulos a esperarem pelo dom prometido do Espírito Santo antes de iniciar sua missão. Isso destaca a importância do poder e da orientação do Espírito Santo na vida do crente e na obra de evangelização.
  2. O Propósito da Igreja: Jesus comissiona os discípulos para serem Suas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e Samaria, e até os confins da terra. Essa é uma chamada para a igreja se envolver ativamente na missão de proclamar o evangelho e fazer discípulos em todas as nações.
  3. A Ascensão de Jesus e Sua Volta: A ascensão de Jesus aos céus confirma Sua autoridade divina e promete Sua futura volta. Isso nos lembra da esperança da segunda vinda de Cristo e da necessidade de estarmos preparados para esse evento glorioso.
  4. A Importância da Oração: Os discípulos continuam perseverando em oração enquanto aguardam a promessa do Espírito Santo. Isso ressalta a importância da oração na vida do crente e na busca pela vontade de Deus.
  5. A Escolha de um Novo Apóstolo: Os discípulos escolhem Matias para preencher o lugar vago deixado por Judas, mostrando a importância da liderança e da continuidade na obra de Deus. Isso destaca a importância de tomar decisões sábias e guiadas pelo Espírito Santo na vida da igreja.

Conclusão

Por fim, o estudo de Atos 1 demonstra o amor de Jesus para os seus discípulos e como ele confiou nas mãos deles a continuidade do seu ministério. Ele não os deixou sozinhos para isso e garantiu o auxílio do Espírito Santo.

Inclusive o estudo de Atos 2 relata o momento histórico do derramar do Espírito e o impacto dele na vida de milhares de pessoas.

Além disso, o primeiro capítulo trouxe ensinamentos importantes sobre como devemos andar segundo a vontade de Deus.

Porque viver de maneira sincera, obediente e guiada pelo Espírito de Deus, permitirá o cumprimento do seu propósito acontecer. Os sentimentos podem tirar você do foco, mas eles devem ser subjugados pela sua confiança em Deus.

Jesus ascendeu aos céus e em breve voltará, e nesse intervalo de tempo nossa missão é avisar o maior número de pessoas possíveis sobre o quão Grande será esse dia e como devemos estar prontos para ele.

Atos 1 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    4 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


    1. Muito bom o estudo, esclarece bem pra nosso entendimento. Deus continue lhe usando em sei ministério. Graça e paz..