Atos 20 Estudo: O Jovem Êutico e a Despedida de Paulo

Neste capítulo de Atos 20 estudo, Paulo levantará Êutico da morte, história curiosa e que nos ensinará algo valioso.

Paulo estará livre do sangue de todos os homens, preverá a apostasia dentre da Igreja e revelará um ensinamento de Jesus: mais bem-aventurada coisa é dar do que receber. Paulo causará choro e comoção dizendo que é a última vez que o verão.

Advertisement

Atos 20 estudo: Contexto histórico

Paulo acaba de visitar e conferir o batismo do Espírito Santo aos irmãos em Éfeso, pregando e operando muitíssimos milagres, até mesmo por meio de suas vestes.

Os filhos de Ceva, judeus exorcistas, tentaram expulsar demônios em nome de Jesus e em nome de Paulo, e foram surrados por eles, ouvindo: Vós, quem sois? Os discípulos da deusa Diana (Ártemis) causaram tumulto contra Paulo e seus companheiros por atrapalharem seu comércio de imagens de prata.

Advertisement

(Atos 20:1) Paulo vai para a Macedônia

v. 1 Depois que cessou o alvoroço, Paulo chamou a si os discípulos e, abraçando-os, saiu para a Macedônia.

Paulo aproveitou a ocasião para reunir-se pela última vez com os cristãos em Éfeso antes de partir para a Macedônia.


Você ler a Bíblia todos os dias mas Não consegue Entender a Mensagem de Deus? Clique Aqui e venha Estudar Teologia Conosco de Maneira Fácil e Descomplicada! 📖


(Atos 20:2-3) Paulo é cercado por ciladas

v. 2 E, tendo passado por aquelas regiões, e lhes dando muitas exortações, veio à Grécia, 

v. 3 e ali permaneceu por três meses, e quando os judeus lhe fizeram ciladas, estando prestes a navegar para a Síria, ele propôs retornar através da Macedônia.

Paulo provavelmente seguiu para Filipos e Tessalônica, na Macedônia, antes de ir para a Grécia (Acaia), onde permaneceu três meses, possivelmente em Atenas e Corinto.

Advertisement

As ciladas por alguns dos oponentes judeus de Paulo, aparentemente, fizeram com que ele mudasse seus planos de viagem. Ele decidiu viajar por terra da Grécia até a Macedônia, onde embarcou em um navio em Filipos.

(Atos 20:4) Os companheiros de Paulo

v. 4 E acompanharam-no até a Ásia: Sópatro, de Bereia, e dos de Tessalônica, Aristarco e Secundo, e Gaio, de Derbe, e Timóteo; e da Ásia, Tíquico e Trófimo.

Vários companheiros de Paulo procediam de cidades por ele visitadas durante suas viagens missionárias.


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


(Atos 20:5) Paulo em Trôade

v. 5 Estes, indo adiante, esperaram por nós em Trôade. 

 A narrativa com “nós” retoma e continua até o versículo 15 (ver nota em At 16:10).

(Atos 20:6) Paulo em Filipos

v. 6 E nós navegamos de Filipos depois dos dias dos pães ázimos, e fomos ter com eles em Trôade depois de cinco dias, onde permanecemos por sete dias. 

Advertisement

Quando chegou a Filipos, Paulo navegou após os dias dos pães ázimos (semana da Páscoa) para Trôade, onde ficou sete dias.

(Atos 20:7) O longo discurso de Paulo

v. 7 No primeiro dia da semana, ajuntando-se os discípulos para partir o pão, Paulo pregava para eles, pronto para partir no dia seguinte; e continuou o seu discurso até a meia-noite. 

No primeiro dia da semana, Paulo se reuniu com outros cristãos para partir o pão, tradição que, aparentemente, começou logo após a ressurreição e ascensão de Cristo.


⚠️ E-book Grátis para Pregadores ⚠️:


Por pretender partir no dia seguinte (esse evento ocorreu no fim de sua semana em Trôade), Paulo falou até a meia-noite.

(Atos 20:8-10) O jovem Êutico cai de sono

v. 8 E havia muitas luzes no quarto superior onde eles estavam juntos. 
v. 9 E havia um certo jovem, chamado Êutico, sentado numa janela, e caindo em um profundo sono, que lhe sobreveio durante a longa pregação de Paulo, caiu do terceiro andar; e foi levantado morto. 

Advertisement

v. 10 Paulo, porém, descendo, inclinou-se sobre ele e, abraçando-o, disse: Não vos perturbeis, pois sua vida está nele.

Pedro levantou dentre os mortos uma discípula chamada Tabita (At 9:36-41) e agora Paulo aparentemente fez e tava realmente morto ou apenas inconsciente.

A declaração de Paulo de que sua vida está nele sugere de forma muito natural que Êutico estava vivo. Nesse caso, levantado morto significa que ele estava inconsciente e parecia morto.

(Atos 20:11) Paulo o traz de volta do sono

v. 11 Quando ele, portanto, surgiu novamente, e tendo partido o pão, e comido, conversamos um longo tempo, até o romper do dia; então ele partiu. 

Advertisement

Apesar do drama com Êutico, a multidão subiu novamente para partir o pão, comer em conjunto e falar até a alvorada antes de Paulo partir.

(Atos 20:12-13) Paulo vai a pé para Assôs

v. 12 E eles trouxeram o jovem vivo, e ficaram muito confortados.
v. 13 E nós, indo na frente até ao navio, navegamos até Assôs, onde pretendíamos receber Paulo, porque assim ele ordenara, querendo ele mesmo ir a pé.

A narrativa segue os eventos dos que estavam no grupo “nós” (ver nota em 16:10), que navegaram de Trôade até Assôs, onde encontraram Paulo, que tinha viajado a pé.


Domine a Arte de Elaborar e Pregar Sermões Expositivos, Temáticos e Textuais, para Ensinar com Profundidade, Clareza e Fidelidade as Escrituras!
(Clique Aqui e Confira)


(Atos 20:14-15) O grupo se reúne novamente

v. 14 E quando nos encontrou em Assôs, nós o tomamos e chegamos a Mitilene. 

v. 15 E, navegando dali, chegamos no dia seguinte defronte de Quios, e no dia seguinte chegamos a Samos, e, tendo permanecido em Trogílio, no dia seguinte chegamos a Mileto. 

O grupo se encontrou em Assôs, onde Paulo embarcou no navio, o qual parou em vários portos antes de chegar a Mileto. Esse versículo encerra a seção em primeira pessoa no plural.

Advertisement

(Atos 20:16) Paulo tem pressa

v. 16 Porque Paulo já havia determinado navegar por Éfeso, para ele não gastar tempo na Ásia. Apressava-se para, se possível, estar em Jerusalém no dia de Pentecostes.

Paulo parece ter decidido, conscientemente, navegar por Éfeso em sua pressa de chegar a Jerusalém para o Pentecoste.

Ele pode ter desejado evitar Éfeso pelo fato de ser possível que sua presença causasse algum tumulto (cp. At  19:23-41).


A Chave para Interpretar todos os Gêneros e Contextos da Bíblia de modo Simples, porém com muita Profundidade…
(Clique Aqui e Acesse)


Além disso, ele possuía laços estreitos com a igreja de Éfeso e, no caso dele parar na cidade, seria difícil despedir-se dos irmãos.

(Atos 20:17) Paulo envia alguém a Éfeso

v. 17 E de Mileto ele enviou alguém para Éfeso, e chamou os anciãos da igreja. 

Advertisement

 Nesse versículo, os líderes da igreja em Éfeso são chamados de anciãos, mas são referidos como “supervisores” no versículo 28.

Esses termos designam um título funcional e formal da liderança da igreja. A igreja de Éfeso parece ter tido uma estrutura formal de liderança.

Atos 20:18-35

Esse discurso difere dos demais sermões de Paulo em Atos. É o único proferido para um grupo de cristãos e possui vários paralelismos com temas expostos nas cartas paulinas – a referência ao seu serviço ao Senhor, suas perseguições, o fato de não deixar de ensinar, seu ministério tanto” a judeus como a gregos, a necessidade de arrependimento, considerar sua vida como consumível e terminar a carreeira.

(Atos 20:18-20) Paulo discursa em Éfeso

v. 18 E, quando eles chegaram, disse-lhes: Vós sabeis, desde o primeiro dia em que eu entrei na Ásia, qual foi a minha conduta entre vós o tempo todo,

Advertisement

v. 19 servindo ao Senhor com toda a humildade e com muitas lágrimas e tentações, que pelas ciladas dos judeus, me sobrevieram. 

v. 20 E como eu não retive nada que lhes fosse útil, mas vos mostrei e ensinei-os publicamente, e de casa em casa, 

A marca de um mestre do evangelho realmente fiel é que ele (ou ela) não deixa de focalizar todo tópico que, embora impopular ou pessoalmente difícil, seja útil para os discípulos.”

(Atos 20:21) O arrependimento proposto

v. 21 testificando, tanto aos judeus como também aos gregos, o arrependimento para com Deus, e a fé em nosso Senhor Jesus Cristo. 

Advertisement

A mensagem de Paulo tanto a aos judeus como também aos gregos chama ao arrependimento para com Deus, em virtude dos pecados pessoais, e também convida à fé no Senhor Jesus. Esse é um excelente resumo da missão da igreja.

(Atos 20:22-23) O destino de Paulo em Jerusalém

v. 22 E eis que agora estou indo para Jerusalém, por imposição do Espírito, não sabendo as coisas que lá me acontecerão,

v. 23 salvo o que o Espírito Santo me testifica em toda cidade, dizendo que prisões e aflições me esperam. 

Paulo não se intimida com o conhecimento dado por Deus de que prisões e aflições o esperam. Sua persistência em ensinar a despeito das dificuldades é um modelo para todos os discípulos cristãos.

(Atos 20:24) A coragem de Paulo

v. 24 Mas nenhuma destas coisas me comove, nem valorizo minha vida para mim mesmo, para concluir com alegria a minha carreira, e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para testificar do evangelho da graça de Deus. 

Advertisement

Paulo relativiza os seus sofrimentos ao declarar que não considerava preciosa sua vida. O importante para ele era concluir com alegria o… percurso (“carreira”) que lhe fora estabelecida pelo Senhor Jesus, que envolvia testemunhar das boas-novas da graça de Deus.

(Atos 20:25) Não os verei mais!

v. 25 E agora, eis que eu sei que todos vós, por quem passei pregando o reino de Deus, não vereis mais minha face. 

 De duas uma: ou Paulo imaginava que as coisas podiam piorar para ele em Jerusalém, ou o apóstolo não tinha intenção alguma de voltar para essa parte do Mediterrâneo.

Sua intenção depois de visitar Jerusalém era ir para Roma e além. É por isso que ele declarou aos anciãos de Éfeso que ele não veria nenhum deles novamente (cp. v. 38).

(Atos 20:26) Estou limpo!

v. 26 Portanto, eu vos declaro neste dia que estou limpo do sangue de todos os homens.

Paulo declarou que estava limpo do sangue de todos porque tinha proclamado o conselho de Deus a eles.

Isso significa que ele havia sido fiel na proclamação do plano da salvação, inclusive o juízo vindouro. Portanto, ninguém podia acusá-lo de que não os havia advertido.

(Atos 20:27-28) A apostasia

v. 27 Porque eu não evitei de declarar a todos vós o conselho de Deus. 

v. 28 Tenham cuidado, pois, de vós mesmos, e de todo o rebanho, sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu supervisores, para alimentardes a igreja de Deus, que ele comprou com seu próprio sangue. 

Paulo usa a linguagem do pastoreio para descrever a responsabilidade dos líderes da igreja de Éfeso. Aqui eles são chamados de supervisores (Thayers – Um homem encarregado do dever de ver que as coisas a serem feitas pelos outros são feitas corretamente, ou superintendente.

Strongs G1985 – Que é oficial cristão em geral responsável por uma igreja, Bispo Supervisor, Gr. episkopos) em vez de anciãos (ver nota no v. 17), designados pelo Espírito Santo para essa tarefa.

A referência aqui à redenção por meio do sangue de Jesus é única em Atos, mas a linguagem reflete declarações de Paulo em outros lugares (Rm 3:25Rm 5:9Ef 2:13).

(Atos 20:29-30) Lobos vorazes e homens perversos

v. 29 Porque eu sei que, após a minha partida, lobos vorazes entrarão no meio de vós, não poupando o rebanho. 

v. 30 E também dentre vós mesmos se levantarão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após eles.

Paulo claramente não considerou a doutrina incorreta como algo de pouca importância. Ele chamou os falsos mestres de lobos vorazes porque a eternidade depende da correta compreensão do evangelho.

(Atos 20:31) Vigiai!

v. 31 Portanto, vigiai, lembrando-vos de que durante três anos eu não deixei de avisar a cada um de vós noite e dia com lágrimas. 

Paulo descreve seus três anos de ministério ativo em Éfeso como um período de vigilância constante, advertência e sincera preocupação. Os eventos registrados em Atos se encaixam bem nessa descrição.

(Atos 20:32) Estejam entregues a graça de Deus!

v. 32 E agora, irmãos, encomendo-vos a Deus e à palavra da sua graça, que é capaz de edificar-vos e dar-vos herança entre todos os que são santificados.

Paulo entregou os cristãos de Éfeso à graça de Deus, que fortalece os discípulos em suas tarefas terrenas e provê herança eterna aos santificados – aqueles que são santificados por Deus.

(Atos 20:33-38) Mais abençoado é dar do que receber!

v. 33 De nenhum homem cobicei a prata, o ouro, ou a veste. 

v. 34 Sim, vós mesmos sabeis que estas mãos ministraram para as minhas necessidades e daqueles que estavam comigo. 

v. 35 Tenho-vos mostrado todas as coisas, que trabalhando assim, é necessário apoiar os fracos e lembrar as palavras do Senhor Jesus, que disse: É mais abençoado dar do que receber. 

v. 36 E, tendo falado isto, ele ajoelhou-se e orou com todos eles. 

v. 37 E todos eles choraram muito, e, lançando-se ao pescoço de Paulo, o beijavam, 

v. 38 entristecendo-se muito, por toda palavra que ele dissera, que eles nunca mais veriam a sua face. Acompanharam-no até ao navio.

Paulo nunca foi motivado por dinheiro ou fama, como demonstrado por seu trabalho árduo que ministraram suas necessidades e as daqueles que o acompanhavam.

O dito de Jesus, é mais abençoado dar do que receber, é encontrado somente aqui. Ele se assemelha a alguns ditos de Jesus em outras partes (Lc 6:38).

Obviamente, Jesus falou muito mais do que está registrado nos Evangelhos (Jo 20:30-31 – At 21:25).

Conclusão

Mais um capítulo concluído, conhecemos o curioso jovem Êutico, que dorme durante um longo discurso de Paulo, que atravessa a madrugada.

Ele cai do piso superior e é achado morto, mas Paulo tranquiliza a todos o trazendo de volta do sono! Estejamos vigilantes, não deixemos o sono nos afastar de ouvir as palavras que vem de Deus para nossas vidas!

E que discurso de Paulo! Sua vida e testemunho devem nos inspirar nos dias de hoje, sua devoção, sua visão do Reino de Deus como uma corrida, uma missão, é exemplar.

Ele diz a igreja de Éfeso que nunca cobiçou nada além da pregação do evangelho, para ele chegar o mais longe possível.

Essa é a missão, a carreira proposta pelo Espírito a este homem que foi perseguido, açoitado, preso, espancado, mas que nunca perdeu sua alegria e fé.

Mesmo sabendo, através do Espírito, o que sofreria em Jerusalém, ele tem pressa em chegar para a Páscoa na cidade onde tudo começou, onde Jesus iniciou toda essa história de salvação.

Ele se despede de seus irmãos os fortalecendo, avisando que a apostasia viria e que lobos e homens perversos estariam no meio deles, afim de os tirar do caminho certo.

Que cuidado! Que amor! Paulo é um exemplo de servo cuidadoso com o rebanho de Cristo, mas ele ainda não guardará a sua carreira. Ele quer chegar em Roma!

Atos 20 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *