Êxodo 30 Estudo: O Altar do Incenso e a Expiação

Advertisement

Neste capítulo de Êxodo 30 estudo, veremos que o Senhor determina a construção de um altar para que o incenso fosse queimado. Ele ficaria em frente ao véu, que ficava diante da Arca do Testemunho.

O incenso aromático deveria ser queimado continuamente, pela manhã e pelo crepúsculo da tarde. Nada além deveria ser queimado naquele altar.

Após, vemos o Senhor determinando o pagamento de um resgate, quando Moisés fizesse o recenseamento do povo, o qual seria a quantia de meio siclo.

Advertisement

Este valor seria revertido para o serviço na tenda da congregação e para servir de expiação pela alma. Em seguida, o Senhor determina a fabricação de uma bacia de bronze, na qual os sacerdotes se lavariam para realizarem as ministrações.

Também, é dada a instrução para a fabricação do óleo da santa unção, o qual era composto das mais excelentes especiarias, sendo: mirra fluida, cinamomo odoroso, cálamo aromático, cássia e azeite de oliveira.

Ele serviria para ungir os sacerdotes, o santuário e seus componentes. Por fim, o Senhor determina a realização do incenso sagrado, composto por: estoraque, ônica e gálbano, temperado com sal.


Você ler a Bíblia todos os dias mas Não consegue Entender a Mensagem de Deus? Clique Aqui e venha Estudar Teologia Conosco de Maneira Fácil e Descomplicada! 📖


Êxodo 30 estudo: Contexto histórico

No capítulo anterior, vimos a cerimônia de consagração de Arão e seus filhos. Vimos o ritual do sacrifício pelo pecado e de oferta queimada, além do sacrifício da consagração.

Também, fora especificado aquilo que seria a porção dos sacerdotes. Vimos, outrossim, a estipulação de uma oferta contínua que deveria ser realizada. Ao final, Deus prometeu que ali habitaria e seria o Deus de Israel.

(Êxodo 30:1) O incenso

v. 1 E farás um altar para sobre ele queimar incenso; de madeira de acácia o farás.

Advertisement

O incenso é um retrato da oração Sl 141:2.

(Êxodo 30:9) Incenso estranho

v. 9 Não oferecereis incenso estranho sobre ele, nem oferta queimada, nem oferta de carne, nem derramareis ofertas de bebida sobre ele.

As outras ofertas mencionadas deveriam ser apresentadas fora do Lugar Santo, no altar das ofertas queimadas.


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


(Êxodo 30:10) A expiação

v. 10 E uma vez por ano Arão fará expiação sobre os chifres dele, com o sangue do sacrifício de expiação de pecado; uma vez por ano ele fará expiação sobre ele por todas as vossas gerações; é santíssimo ao SENHOR.

Fazer expiação envolvia a colocação de sangue nos chifres do altar do incenso no Dia da Expiação (Lv 16:16-20).

Êxodo 30:12-16 – O recenseamento

A razão para se fazer a soma dos filhos de Israel era tipicamente militar (Nm 1:2-3). A necessidade de dar, um resgate por sua alma, também chamado de oferta, de seis gramas cada a fim de evitar uma praga recordava a cada um que a nação como um todo e seus cidadãos pertenciam ao Senhor.

Advertisement

A preservação deles, no final das contas, dependia do Senhor, e não de sua força militar, sua riqueza, ou pobreza (Ex 12:13).

(Êxodo 30:13) O valor do resgate

v. 13 Isto eles darão, cada um que passar entre os que forem contados, metade de um siclo, segundo o siclo do santuário (um siclo é vinte geras); metade de um siclo será a oferta ao SENHOR.

No tempo de Moisés, um siclo (seis gramas) era uma medida de peso. Moedas de vários pesos, inclusive o siclo, vieram a existir séculos mais tarde.


⚠️ E-book Grátis para Pregadores ⚠️:


A medida segundo o siclo do santuário pode significar que este peso era diferente do usado comumente em escalas (Gn 23:16) ou que o santuário era um centro para um sistema de padronização de pesos.

(Êxodo 30:22-38) O óleo

O óleo e o incenso para o tabernáculo requerem ingredientes valiosos (alguns procedentes de muito longe) e conhecimento especializado para misturá-los da maneira adequada.

A mirra vinha da seiva de uma árvore encontrada na Arábia e na Etiópia. A canela vinha da casca de uma árvore que crescia no Ceilão e na Malásia. A cássia pode ter vindo de um tipo de casca de árvore.

Advertisement

O estoraque (bálsamo) é um termo grego transliterado usado para diferentes variedades de seiva de árvore ou de planta. A ônica, baseada numa palavra árabe, pode ter vindo de um tipo de molusco.

O gálbano vinha da seiva de uma planta que crescia no Afeganistão e na Pérsia. O incenso também vinha da seiva e podia ser importado da Arábia ou da Etiópia.

Conclusão

Vemos neste capítulo a determinação do Senhor quanto a fabricação do altar de incenso. Este, diferentemente do altar dos sacrifícios, ficava dentro do tabernáculo. Ele se posicionava em frente ao véu, que ficava em frente à Arca do Testemunho.

Advertisement

Nele não deveria ser colocado incenso estranho, apenas aquele fabricado conforme as orientações divinas. De igual modo, nenhuma outra oferta poderia ser queimada ali.

A bíblia relaciona incenso com orações. O salmista pede a Deus que subisse, à presença Dele, sua oração, como incenso e que, o levantar de suas mãos, fosse como oferenda vespertina (Salmo 141: 2).

De igual modo, João tem uma visão em que, quatro seres viventes e, os vinte e quatro anciãos, que se prostravam, ante ao Cordeiro, dizendo que Ele era digno de abrir o livro e os selos, possuíam, em suas mãos, harpas e taças de ouro, que continham incenso, que eram as orações dos santos (Apocalipse 5:8).


Domine a Arte de Elaborar e Pregar Sermões Expositivos, Temáticos e Textuais, para Ensinar com Profundidade, Clareza e Fidelidade as Escrituras!
(Clique Aqui e Confira)


Noutra, visão, novamente, João vê um anjo, ao qual foi dado muito incenso para oferecê-lo, em um altar de ouro, diante do trono, junto com as orações dos santos. A fumaça daquele incenso subia à presença de Deus (Apocalipse 8: 3-4).

Importante observar, ainda, a posição em que o Senhor determinou que o incensário fosse colocado no tabernáculo: em frente ao véu, que ficava em frente à Arca do Testemunho, no Santo dos Santos, véu este que seria rasgado, quando Jesus expirasse na Cruz (Marcos 15:38), apontando, assim, para nosso livre acesso à Sua presença, acesso este que realizamos por meio de nossas orações (incenso).

Que dádiva Jesus concede aos santos. Nossas orações estão diante do Seu trono!

Advertisement
Êxodo 30 estudo.

Conteúdo do Artigo

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *