Provérbios 25 Estudo: A Firmeza do Trono que há Justiça

Neste capítulo de Provérbios 25 estudo, o santo nos deu muitos conselhos ótimos, um dos meus favoritos está no versículo 11, onde ele fala sobre a importância de falar na hora certa.

Diante disso, ele as comparou a maçãs douradas colocadas em uma bandeja de prata (bandeja), uma atitude extremamente nobre e valiosa.

Advertisement

Há muitas pessoas que falam apressadamente, mas quando tomamos Neemias como, por exemplo, percebemos o quão importante é dizer as palavras certas na hora certa. Por esta razão, Neemias orou antes de falar. Acompanhe!

Provérbios 25 estudo: Contexto histórico

Diante desse contexto, a prata só é valiosa quando as impurezas são removidas. Da mesma forma, o rei deve remover o mal para que seu trono seja verdadeiramente legítimo.

Advertisement

Por isso, um santo não deve se gabar na frente dos outros. Esta pergunta é um tema recorrente na Bíblia. Jesus até aconselha sobre isso em Lucas 14:11, de “quem seus olhos viram”, esta expressão reflete o antigo costume de nunca olhar nos olhos de uma pessoa superior até que seja autorizada.

(Provérbios 25:1) Os provérbios de Salomão

v. 1 Estes também são provérbios de Salomão, os quais transcreveram os homens de Ezequias, rei de Judá.


Você ler a Bíblia todos os dias mas Não consegue Entender a Mensagem de Deus? Clique Aqui e venha Estudar Teologia Conosco de Maneira Fácil e Descomplicada! 📖


O provérbios nos capítulos 25-29 foram compilados pelos homens de Ezequias (Pv 1:1), que foi um rei piedoso até tarde na vida (2Rs 18).

(Provérbios 25:2-4) Onde se encontra a glória de Deus

v. 2 É a glória de Deus encobrir as coisas; mas a honra dos reis é vasculhar um assunto.

v. 3 O céu, pela altura, e a terra, pela profundidade, e o coração dos reis é inescrutável.

Advertisement

v. 4 Tira a impureza da prata, e sairá vaso para o refinador.

Deus e os reis são ambos insondáveis; seus respectivos súditos não podem compreender inteiramente o conhecimento e os motivos deles.

A expressão as coisas pode abranger a ciência e a criação (1Rs 4:33), a filosofia (Ec 1:13), motivos pessoais e testemunhos jurídicos (Pv 18:17).


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


Deus é glorioso porque Sua criação é muito complexa (Jó 38). Os reis alcançaram glória ao investigarem aquilo que melhora sua capacidade para governar.

(Provérbios 25:5) O trono se consolidará diante da justiça

v. 5 Tira o perverso de diante do rei, e o seu trono se estabelecerá na justiça.

As pessoas diante do rei são seus servos, oficiais e conselheiros. Um trono a ser firmado dá a entender pelo menos um governo incontestado e talvez uma dinastia (Pv 16:12).

Advertisement

(Provérbios 25:6-7) A sabedoria para escolher onde deves ficar

v. 6 Não te estendas a ti mesmo na presença do rei, e não fiques no lugar de grandes homens;

v. 7 porque melhor é que te digam: Vem aqui em cima; do que seres humilhado na presença do príncipe a quem teus olhos viram.

A autopromoção orgulhosa não é sábia (Pv 11:2). Pode ter existido uma ordem específica na qual os oficias supostamente ficavam na presença do rei; reivindicar o lugar de outra pessoa seria pretensioso.


⚠️ E-book Grátis para Pregadores ⚠️:


Sobre príncipe, ver “nobre” na nota em (Pv 8:16). É possível que as últimas palavras nesse versículo (a quem teus olhos viram) pertençam ao versículo seguinte, o qual significaria: “Não saias apressadamente para lutar por aqueles que teus olhos olham”.

(Provérbios 25:8-10) A sabedoria de evitar a pressa

v. 8 Não saias apressadamente para lutar, para que no fim não saibas o que fazer, quando teu vizinho tiver te envergonhado.

Advertisement

v. 9 Discute a tua causa com o teu vizinho, e não reveles o segredo a outro;
v. 10 para que aquele que o ouvir não te envergonhe e a tua infâmia não se desvie.

A demanda fútil e a divulgação de confidências estraga a reputação de uma pessoa. E a tua infâmia não se desvie é literalmente “uma má fama não voltará atrás”!- ou seja, a pessoa que lhe recriminar não terá de engolir suas palavras. Sobre “no fim” (algumas versões omitem), ver “no final” na nota em (Pv 5:11).

(Provérbios 25:11-12) A importância da fala apropriada

v. 11 Uma palavra apropriadamente falada é como maçãs de ouro em gravuras de prata.
v. 12 Como um brinco de ouro, e como um ornamento de ouro fino, assim é um sábio reprovador sobre um ouvido obediente.

Essas maçãs (Ct 2:3) decorativas não são apenas de cor dourada, mas aparentemente são feitas de ouro. Elas podiam ser esferas fixadas numa gravuras ou imagens nela incrustadas. Quando uma pessoa é receptiva a uma repreensão dada com sabedoria, ela é aprimorada (Pv 9:8).

Advertisement

(Provérbios 25:13) A importância da fidelidade

v. 13 Como o frio da neve no tempo da colheita, assim é o mensageiro fiel para aqueles que o enviam; porque ele refresca a alma de seus senhores.

A época da colheita podia ser perigosamente quente (2Rs 4:18-20). Podia ser desastroso ter neve caindo na época da colheita, mas ás vezes os ricos mandavam trazê-las das montanhas para se refrescarem.

(Provérbios 25:14) O malefício da mentira

v. 14 Quem quer que se gabe de um presente falso é como as nuvens e o vento sem a chuva.


Domine a Arte de Elaborar e Pregar Sermões Expositivos, Temáticos e Textuais, para Ensinar com Profundidade, Clareza e Fidelidade as Escrituras!
(Clique Aqui e Confira)


Esses são literalmente presentes “mentirosos” (Pv 6:17). Grande parte da chuva na Palestina ocorre durante tempestades com vento forte.

(Provérbios 25:15) A importância da persuasão

v. 15 Pela longa tolerância se persuade um príncipe, e a língua suave quebranta o osso.

O osso é a parte mais dura de uma pessoa, aqui ele representa forte resistência á persuasão.

Advertisement

(Provérbios 25:16-18) A sabedoria de não te demoras em locais inapropriados

v. 16 Achaste mel? Come o tanto quanto te for suficiente; para que não te fartes dele e o vomites.
v. 17 Afasta os teus pés da casa do teu vizinho; para que ele não fique cansado de ti, e assim te odeie.

v. 18 Marreta, e espada, e flecha afiada é o homem que levanta falso testemunho contra o seu vizinho.

Muito de uma coisa boa (Pv 16:24) não é bom, por essa razão, mesmo um bom hóspede deve exercitar a moderação.


⚠️ Receba Estudos Exclusivos no Whatsapp:


Afasta os teus pés da casa do teu vizinho é literalmente “torne precioso o seu pé (em razão de sua raridade)” (Pv 3:15). Te fartes é literalmente estar satisfeito (Pv 12:14).

(Provérbios 25:19) Os malefícios da infidelidade

v. 19 A confiança em um homem desleal em tempos de dificuldade é como um dente quebrado, e pé desconjuntado.

Advertisement

Desleal é literalmente “infiel” (Pv 2:22). Sobre tempos da dificuldade, ver nota em (Pv 24:10-12).

(Provérbios 25:20) Canta de acordo com o momento adequado

v. 20 Como aquele que toma a vestimenta no tempo frio, e como o vinagre sobre o salitre, assim é aquele que canta canções para um coração aflito.

Aqui estão algumas ações que tornam as coisas piores. Cantar músicas alegres pode deixar pior o indivíduo aflito (Ec 3:4).

Como o vinagre sobre o salitre traz sofrimento sem nenhum benefício. A palavra traduzida como “salitre” pode também ser “soda” (ferida), derramar vinagre na soda faz o vinagre espumar, isso também neutraliza ambos e os deixa imprestáveis.

Advertisement

(Provérbios 25:21-22) A importância de suprir a fome de quem a possui

v. 21 Se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe pão para comer; e se tiver sede, dá-lhe água para beber;

v. 22 porque assim amontoarás brasas sobre a sua cabeça, e o ­SENHOR te recompensará.

Amontoar brasas sobre a sua cabeça não sugere vingança porque Deus não recompensará á vingança (Pv 20:22).

Pelo contrário, isso pode se referir á vergonha que um inimigo sente quando suas investidas são respondidas com boas ações.

Advertisement

(Provérbios 25:23) A língua maledicente

v. 23 O vento norte dispersa a chuva; e a face irada, a língua maledicente.

Na Palestina, a chuva vem, na verdade, do oeste (1Rs 18:44). Norte pode sugerir o vento frio que acompanha a chuva.

Além disso, “norte” vem de uma palavra que significa “oculto” e forma um trocadilho com maledicente. A segunda metade é ambígua em hebraico e pode ser invertida: “assim o olhar traz a língua maledicente”.

(Provérbios 25:24) É melhor viver na simplicidade e em paz

v. 24 É melhor habitar no canto de um eirado, do que com uma mulher briguenta em uma casa ampla.

Sobre mulher briguenta, ver nota em (Pv 19:13).

Advertisement

(Provérbios 25:25) A aflição de esperar por boas novas

v. 25 Como águas frias para uma alma sedenta, assim são as boas novas vindas de uma terra distante.

Sobre alma sedenta, (Pv 13:2-4). Podia demorar muitos meses para se receber as boas- novas de uma terra distante.

(Provérbios 25:26) A traição daqueles que confiamos é como uma nascente corrompida

v. 26 Um homem justo caindo diante de um perverso é como uma fonte turva, e uma nascente corrompida.

Descobrir que uma nascente está corrompida podia ser desastroso para um viajante na Palestina. Quando um justo, supostamente uma “fonte de vida” (Pv 10:11), trai aqueles que nele confiam, isso pode ser desastroso (Pv 25:19).

(Provérbios 25:27-28) A importância de ter domínio sobre seu próprio espírito

v. 27 Não é bom comer muito mel; assim como para os homens buscar sua própria glória não é glória.

v. 28 Aquele que não tem domínio sobre seu próprio espírito, é como uma cidade demolida e sem muralhas.

A segunda linha é difícil. Ela pode significar: “nem é honroso investigar questões demasiadamente pesadas.” (Sl 131).

Conclusão

Diante disso, portanto, não podemos ser duros ou orgulhosos diante do opróbrio, pois o Senhor faz com que os que são mais sábios e merecem ouvir e corrigir seus caminhos.

Com isso, nossas palavras devem ser cheias de bondade, paciência e ternura. Eles são mais fortes e mais eficazes do que os gritos de ódio daqueles que não temem a Deus.

Desse modo, enquanto nos atermos a essa prática, colheremos bons frutos e podemos até usar nossas palavras para influenciar a autoridade.

Finalmente, trabalhe em seu próprio domínio. Muitos bons cristãos estão perecendo porque não se dominaram em áreas importantes de suas vidas.

Provérbios 25 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *