Romanos 9 Estudo: A Palavra de Deus Não Falha

Neste capítulo de Romanos 9 estudo, veremos Paulo abrindo o coração e revelando a tristeza em relação aos israelitas/judeus. A incredulidade em relação a Jesus Cristo os mantém longe do Deus presente e real e das suas lindas promessas.

Logo, a promessa feita a Abraão é questionada. Será que ela é falha? Paulo ponderará que não, afinal a promessa é feita a judeus e a gentios, sendo isso parte da escolha e da soberania de Deus que não pode ser questionada, afinal Ele é.

Advertisement

Romanos 9 estudo: Contexto histórico

Estamos acompanhando Paulo ensinar que a lei de Cristo traz vida e paz e que aqueles que são adotados como filhos de Deus tornam-se co-herdeiros com Cristo de seu Reino e de sua missão.

Vimos também que os eleitos de Deus são preordenados para a vida eterna e que Jesus Cristo intercede pelo homem, em todo tempo, em qualquer situação, através de seu perfeito sacrifício na cruz.

Advertisement

(Romanos 9:1-3) A grande tristeza de Paulo

v. 1 Eu digo a verdade em Cristo, eu não minto; a minha consciência também me dá testemunho no Espírito Santo,

v. 2 que eu tenho grande pesar e contínua tristeza no meu coração.


Você ler a Bíblia todos os dias mas Não consegue Entender a Mensagem de Deus? Clique Aqui e venha Estudar Teologia Conosco de Maneira Fácil e Descomplicada! 📖


v. 3 Porque eu mesmo desejava ser amaldiçoado de Cristo, por meus irmãos, meus parentes segundo a carne; 

Longe de ser um traidor entre os judeus, Paulo declarou que sentia grande pesar e contínua tristeza por causa da incredulidade da nação judaica e desejaria renunciar sua própria salvação se isso pudesse salvar seus irmãos, segundo a carne.

(Romanos 9:4-5) Os benefícios de Israel

v. 4 que são israelitas, aos quais pertence a adoção, e a glória, e os pactos, e a entrega da lei, e o serviço de Deus, e as promessas; 

Advertisement

v. 5 dos quais são os pais, e dos quais, segundo a carne, veio Cristo, que é sobre todos, Deus bendito para sempre. Amém. 

Em Rm 3:1-2, o apóstolo começou a listar os benefícios nacionais dos judeus. Agora ele volta à lista dos privilégios em carne judaica.

Romanos 9:12-13) Jacó e Esaú

v. 12 isto foi dito a ela: O mais velho servirá ao mais jovem.


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


v. 13 Como está escrito: Eu amei Jacó, e aborreci Esaú.

O propósito divino foi revelado desde o início da nação hebraica, quando Yahweh escolheu um gêmeo ao invés do outro.

O profeta Malaquias ligou o tratamento diferenciado de duas nações a essa eleição divina (Ml 1:1-5). Ambas as nações foram punidas por seus pecados, mas somente uma recebeu graça.

Advertisement

Jacó eu tenho amado significa que Deus escolheu ou elegeu seus descendentes (a nação de Israel), enquanto aborreci Esaú significa que o Eterno rejeitou a nação que procedia dele (Edom).

(Romanos 9:14-15) Há em Deus injustiça?

v. 14 O que diremos então?  em Deus injustiça? De forma alguma!

v. 15 Porque ele diz a Moisés: Eu terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia, e eu terei compaixão de quem eu tiver compaixão.


⚠️ E-book Grátis para Pregadores ⚠️:


Há em Deus injustiça? é uma pergunta retórica, inspirada no fato de ser difícil compreender que o Senhor não precisa tratar todos os pecadores da mesma maneira para ser justo.

Jesus ensinou a mesma verdade na parábola dos trabalhadores da vinha (Mt 20:1-15: “Não me é lícito fazer o que eu quero do que é meu?”).

Advertisement

Em Seu primeiro sermão em Nazaré, Jesus destacou que Deus concedeu graça a uma viúva em Sidom e curou somente Naamã, o sírio, quando havia muitas pessoas necessitadas em Israel (Lc 4:24-27).

Seu comentário enfureceu os ouvintes, no entanto, uma consideração cuidadosa revela que um Deus justo é perfeitamente livre para fazer tais escolhas.

Se você desse dinheiro a um mendigo e não a outro, ou se você perdoasse um devedor e não o outro, você seria injusto? É claro que não.

Você escolheu ser gracioso para com um, sendo que podia ter escolhido justamente não ser gracioso de qualquer pessoa. Paulo cita Ex 33:19 nesse sentido.

Advertisement

(Romanos 9:16) Deus manifesta sua misericórdia

v. 16 Assim, pois, não é daquele que quer, nem daquele que corre, mas de Deus, que manifesta misericórdia. 

 A salvação não depende daquele que quer ou do esforço humano. A salvação se baseia na misericórdia de Deus. Não é que as pessoas desejam ser salvas mas não podem (2Tm 2:25-26) ou que elas estão buscando a Deus mas não podem encontrá-Lo. Se Deus não as trouxer, ninguém buscaria o único Deus verdadeiro – nem uma única pessoa (Rm 3:11-12).

(Romanos 9:17) Deus levantou até mesmo o Faraó

v. 17 Porque a escritura diz a faraó: Para este mesmo propósito eu te levantei; para mostrar o meu poder em ti, e para que o meu nome seja declarado em toda a terra.


Domine a Arte de Elaborar e Pregar Sermões Expositivos, Temáticos e Textuais, para Ensinar com Profundidade, Clareza e Fidelidade as Escrituras!
(Clique Aqui e Confira)


Deus levantou o Faraó como rei do Egito e o usou como contraste para revelar o Seu nome (Yahweh) e o Seu poder, a fim de que o único Deus verdadeiro fosse conhecido.

O Faraó acreditava ser ele próprio o epítome de Rá, o deus sol. Ele endureceu o coração e rejeitou a revelação de Deus (Êx 7:3).

(Romanos 9:18) Deus é Deus

v. 18 Portanto, ele tem misericórdia de quem ele quer ter misericórdia, e endurece a quem quer.

Advertisement

Deus endureceu o Faraó em sua obstinação à medida que ele progressivamente rejeitava as pragas, as quais o  dedo de Deus (Êx 8:19).

Êxodo destaca que, revelavam o Faraó endureceu o coração muitas vezes antes de o Senhor o punir, endurecendo-o.

(Romanos 9:19) O homem não pode ser juiz de Deus

v. 19 Tu dirás a mim então: Por que ele ainda achou culpa? Pois quem tem resistido à sua vontade?


A Chave para Interpretar todos os Gêneros e Contextos da Bíblia de modo Simples, porém com muita Profundidade…
(Clique Aqui e Acesse)


 Paulo declarou que o Juiz da terra é sempre justo. “Poderá aquele que conte com o Todo-Poderoso instruí-lo?” (Jó 40:2). O homem não pode ser o juiz de Deus.

(Romanos 9:20-22) Somos vasos nas mãos do oleiro

v. 20 Mas, ó homem, quem és tu, para que contestes a Deus? Dirá a coisa formada ao que a formou: Por que tu me fizeste assim?

Advertisement

v. 21 Não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para honra e outro para ­desonra?

v. 22 E se Deus, disposto a demonstrar a sua ira e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a destruição, 

Adão (Heb. Adam, homem) vem da adama (terra) (Gn 2:7). Ao pronunciar a punição para o pecado de Adão e Eva, Deus disse: “porque pó tu és, e ao pó tu retornarás” (Gn 3:19).

A imagem do oleiro da aldeia é comum no Antigo Testamento (Is 41:25) sendo usada para ilustrar diversas lições. Aqui, o barro representa a humanidade caída.

Advertisement

Tal como o oleiro, Deus trabalha esse material até moldá-lo conforme o Seu desejo (Is 64:6-9). Alguns vasos Ele escolhe para para honra; outros, ele pacientemente endurece até manifestar Sua justificada ira contra o pecado.

(Romanos 9:23-24) Deus preparou alguns para a glória

v. 23 para que ele também desse a conhecer as riquezas da sua glória nos vasos de misericórdia, que antes ele já preparou para glória, 

v. 24 até nós, a quem ele chamou, não só dentre os judeus, mas também dentre os gentios?

 Deus deseja manifestar Sua graça em vasos de misericórdia, aqueles a quem Ele concedeu o Seu amor redentor. Esses vêm tanto do contexto judaico como do gentílico.

Advertisement

(Romanos 9:25-26) Oseias como exemplo

v. 25 Assim como ele também diz em Oseias: Eu os chamarei meu povo, os quais não eram meu povo; e amada à que não era amada. 

v. 26 E acontecerá que, no lugar em que lhes foi dito: Vós não sois meu povo; ali serão chamados filhos do Deus vivo. 

Evocando o casamento de Oseias, Paulo compara a salvação dos gentios à misericórdia concedida a uma esposa adúltera e indigna (ver o livro de Oseias).

(Romanos 9:27-29) Um remanescente

v. 27 Isaías também clamava acerca de Israel: Ainda que o número dos filhos de Israel seja como a areia do mar, o remanescente será salvo;

v. 28 porque ele concluirá a obra e a abreviará em justiça; porque o Senhor fará breve a obra sobre a terra.

Advertisement

v. 29 E como Isaías disse antes: Se o Senhor Sabaoth não nos tivesse deixado semente, teríamos nos tornado como Sodoma, e teríamos sido feitos semelhante a Gomorra.

 Paulo também cita as palavras de do Profesta Isaías para mostrar que o Senhor Sebaoth (Senhor dos exércitos) salvará um remanescente de Israel por Ele “chamado”.

Se o Eterno não tivesse sido gracioso para com o remanescente, toda a nação teria sido justamente destruída como as antigas Sodoma e Gomorra.

(Romanos 9:30) E os gentios?

v. 30 O que diremos então? Que os gentios, que não seguiam a justiça, alcançaram justiça, a justiça que é pela fé. 

As divisões em capítulos e versículos na Bíblia são invenções modernas feitas para a conveniência dos leitores.

Os capítulos 9-11 formam uma unidade de pensamento e devem ser entendidos em conjunto, para se obter um quadro completo do argumento de Paulo.

(Romanos 9:31-33) A pedra de tropeço

v. 31 Mas Israel, que seguia a lei da justiça, não alcançou a lei da justiça. 

v. 32 Por quê? Porque eles não a buscaram pela fé, mas como que pelas obras da lei; pois eles tropeçaram na pedra de tropeço.

v. 33 Como está escrito: Eis que eu ponho em Sião uma pedra de tropeço, e uma rocha de ofensa; e todo aquele que crer nela não será envergonhado.

Os gentios, que não buscavam justiça, receberam-na gratuitamente pela fé. Eles não trabalharam por ela nem a mereceram. Mas Israel não a alcançou, tendo buscado justiça pela lei e por suas obras.

Israel tropeçou no Messias e não creu nele (Rm 28:16). O próprio Jesus advertiu ao povo de Israel quanto a deixar de notar a “pedra” (Mt 21:42-44).

Conclusão

Concluindo este capítulo, aprendemos que, a maneira de se achegar a Deus intimamente é algo alcançado somente pela fé, estando à disposição de judeus e gentios, mas não mais pela Lei. Encontrar alguém que pelos mais diversos motivos abandonou a fé em Jesus não é algo raro.

Seja pela decepção com o Pastor ou com os demais irmãos, da ganância de lobos fantasiados de ovelhas e até mesmo por sua própria conduta pecaminosa, fato é que, muitas pessoas abandonam a sua fé.

Contudo, o Espírito Santo sempre mostrará que isso acontece, não porque a palavra falhou, mas que nem todos que tem o desejo de servir a Jesus e o faz são verdadeiramente cristãos, no máximo fãs e simpatizantes.

O próprio Jesus deixou muito claro; “muitos são chamados, mas poucos escolhidos”. Ao olharmos para a vida de alguém que abandonou a sua cruz, não devemos pensar que o problema está em Deus ou em a sua palavra. Estes dois jamais falharam ou nunca falharão! Glória a Deus!

Romanos 9 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *