Provérbios 29 Estudo: Os Frutos da Disciplina

Neste capítulo de Provérbios 29 estudo, somos apresentados a dois tipos de pessoas: boas e más. No entanto, sabemos que ninguém é bom a não ser Deus, mas devemos entender “bom” aqui, como uma pessoa que pratica a justiça.

Entre as pessoas “boas” estão os justos, aqueles que ouvem o convite da sabedoria e o amam, há reis justos, há sábios, há reis justos e há atitudes humildes.

Advertisement

Provérbios 29 estudo: Contexto histórico

De acordo com o contexto, a expressão hebraica traduzida como “sempre reprovado” significa literalmente “aquele que é repreendido”. O julgamento daqueles que insistem em rejeitar a correção de Deus é rápido e claro.

Além disso, “Os justos são orgulhosos” também pode ser traduzido como “os justos têm autoridade”. O povo sempre responde bem ao bom governo e à justiça, e isso não é feito com subornos.

Advertisement

(Provérbios 29:1) A repetição das lições não aprendidas

v. 1 Aquele que sendo frequentemente reprovado endurece o seu pescoço, será repentinamente destruído, sem que haja remédio.

No final do paciente chamado de Deus á obediência vem o repentino julgamento contra os obstinados (2Rs 17:13-14).


Você ler a Bíblia todos os dias mas Não consegue Entender a Mensagem de Deus? Clique Aqui e venha Estudar Teologia Conosco de Maneira Fácil e Descomplicada! 📖


(Provérbios 29:2) A justiça e autoridade

v. 2 Quando os justos têm autoridade, o povo se regozija, mas quando o perverso domina, o povo pranteia.

Sobre os justos têm autoridade, ver nota em (Pv 28:12). O povo pranteia quando oprimido (Êx 2:23) ou desolado (Lm 1:4).

(Provérbios 29:3) A importância de selecionar bem as companhias

v. 3 Quem quer que ame a sabedoria regozija o seu pai, mas aquele que guarda a companhia de prostitutas gasta os seus bens.

Advertisement

Esses bens podem ser o do pai ou a do homem. Visto que um pai é responsável pelas dívidas de um filho e um filho espera por uma herança, o resultado é o mesmo.

(Provérbios 29:4) O rei pelo juízo

v. 4 O rei pelo juízo estabelece a terra, mas aquele que recebe presentes a transtorna.

Sobre juízo e rei, ver nota em (Pv 16:12). O hebraico na segunda linha pode se referir a uma pessoa que gosta de receber ou dar subornos, sendo que em ambos os casos a justiça é subvertida.


Quer Pregar Com Conhecimento Bíblico Profundo, Dominando a Oratória, com boa Dicção, Citando Versículos de Memória, sem Timidez e com total Eloquência?
(Clique Aqui e Sabia Mais)


(Provérbios 29:5) Os cuidados ao lisonjeio

v. 5 Um homem que lisonjeia seu vizinho estende uma rede para seus pés.

Sobre um homem que lisonjeia, ver “seduz” na nota em (Pv 2:16). Os pés dele podem ser os pés do próximo ou os do adulador (ver v. 6), (Pv 26:28).

(Provérbios 29:6) O laço do homem mau

v. 6 Na transgressão de um homem mau  um laço, mas o justo canta e se regozija.

Advertisement

A primeira linha é literalmente “na rebelião de um homem mau (há) uma armadilha”. O pecado encerra as sementes da autodestruição (Pv 1:19), mas o justo… se regojiza na segurança.

(Provérbios 29:7) O justo e sua preocupação com os pobres

v. 7 O justo considera a causa dos pobres, mas o perverso não se importa de saber dela.

A causa se refere a uma decisão legal (Ed 7:26).


⚠️ E-book Grátis para Pregadores ⚠️:


(Provérbios 29:8-9) Os sábios se desviam da ira

v. 8 Os homens escarnecedores trazem uma cidade para dentro de um laço, mas os homens sábios desviam a ira.
v. 9 Se um homem sábio contender com um homem tolo, se ele se irritar ou rir, não  descanso.

Se irrita e rir é literalmente “se agita (de furor; Jó 39:24) e ri” (Pv 26:19).

Advertisement

(Provérbios 29:10-11) A busca da alma pelo justo

v. 10 O sanguinário odeia o reto, mas o justo busca a sua alma.
v. 11 Um tolo profere toda a sua mente, mas um homem sábio a guarda para depois.

A segunda linha é difícil de traduzir (Pv 11:30). Ela é literalmente “e os homens íntegros, eles buscam a vida dele”.

Será que o sanguinário procura matar o justo? A expressão “buscar a sua alma” quase sempre significa “tentar matar”, mas “homens íntegros” está no plural e “vida dele” está no singular.

Ou será que os homens íntegros buscam cuidar da pessoa honesta? Essa última se encaixa melhor com o restante de Provérbios e “buscar” pode significar “exigir justiça” (“requerer” em 2Sm 4:11).

Advertisement

(Provérbios 29:12)A mentira e a perversidade andam juntos

v. 12 Se um governante ouvir mentiras, todos os seus servos serão perversos.

Um governante que gosta de ouvir mentiras acabará acumulando assistentes perversos.

(Provérbios 29:13) O encontro do pobre e do enganador

v. 13 O pobre e o homem enganador se encontram; o ­SENHOR ilumina os olhos de ambos.


Domine a Arte de Elaborar e Pregar Sermões Expositivos, Temáticos e Textuais, para Ensinar com Profundidade, Clareza e Fidelidade as Escrituras!
(Clique Aqui e Confira)


Sobre se encontra, ver nota em (Pv 22:2). Olhos significa vida. O Senhor determina o resultado de ambas as vidas.

(Provérbios 29:14) O rei que se preocupa com os pobres

v. 14 O rei que fielmente julga os pobres, seu trono se estabelecerá para sempre.

Sobre rei e fielmente, ver nota em (Pv 16:12).

Advertisement

(Provérbios 29:15) A importância da repreensão

v. 15 A vara e a repreensão dão sabedoria, mas o filho entregue a si, traz vergonha para a sua mãe.

Sobre esse versículo, ver nota em (Pv 23:13-14).

(Provérbios 29:16) A queda dos perversos

v. 16 Quando os perversos são multiplicados, as transgressões aumentam, mas os justos verão a sua queda.

Sobre liderança dos perversos e dos justos, ver nota em (Pv 28:12).

(Provérbios 29:17) A importância da correção

v. 17 Corrige o teu filho, e ele te dará descanso; sim, ele dará deleites à tua alma.

Descanso significa estar livre de ameaças emocionais e físicas (Jó 3:26). Um filho sábio provê necessidades bem como deleites (Gn 49:20).

Advertisement

(Provérbios 29:18) A felicidade de guardar as leis de Deus

v. 18 Onde não  visão profética, o povo perece; mas aquele que guarda a lei; esse é feliz.

A visão, como a instrução (a lei), provavelmente se refere á sabedoria inspirada em Provérbios. A verdadeira felicidade (ver nota em Pv 3:13-18) é encontrada dentro do plano de Deus.

(Provérbios 29:19) A sabedoria dos servos

v. 19 Um servo não se corrigirá por palavras, porque embora ele entenda, não responderá.

Um servo insensato só responde ao castigo físico (Pv 13:24).

Advertisement

(Provérbios 29:20-21) O malefícios da precipitação das palavras

v. 20 Vês tu um homem que é precipitado em suas palavras?  mais esperança para um tolo do que para ele.

v. 21 Aquele que delicadamente cria seu servo desde criança o terá tornado seu filho.

Um servo, como qualquer outra pessoa, precisa ser preparado desde criança para cumprir suas responsabilidades na vida (Pv 22:6). Sobre o terá tornado, ver “no fim” na nota em (Pv 5:11).

(Provérbios 29:22-24) A ira e fúria transbordam transgressão

v. 22 Um homem com ira acirra contendas; e um homem furioso transborda em transgressão.

Advertisement

v. 23 O orgulho de um homem o abaterá, mas a honra sustentará o humilde de espírito.

v. 24 Aquele que é parceiro de um ladrão odeia a sua própria alma; ele ouve maldições, e não o denuncia.

Associar-se aos ímpios é autodestrutivo (Pv 1:19). Em um caso não solucionado, o sistema legam anunciaria maldições sobre o perpetrador e quaisquer cúmplices (Lv 5:1).

Se as testemunhas se apresentassem ou se o ladrão se entregasse, eles podiam ser absolvidos (Jz 17:2). No entanto, a maldição de Deus recairia sobre esse parceiro se ele se recusasse a testificar contra o ladão (Zc 5:3-4).

(Provérbios 29:25) A salvação diante da confiança no Senhor

v. 25 O temor do homem traz um laço, mas o que puser sua confiança no ­SENHOR estará a salvo.

Advertisement

Um laço pode ser fatal (Pv 13:14). Temor é literalmente “puro terror” (1Sm 14:15). Uma pessoa sábia não teme o homem mortal. Aquele que se deve temer é o Senhor que tem poder para proteger ou destruir (Lc 12:5).

(Provérbios 29:26-27) O juízo e a sabedoria vem do Senhor

v. 26 Muitos buscam o favor do governante, mas o juízo de cada homem vem do ­SENHOR.

v. 27 Um homem injusto é uma abominação para os justos, e aquele que é reto no seu caminho é abominação para os perversos.

Detestar um injusto é concordar com Deus (Pv 3:32), mas detestar os justos é errado (v. 10), (Mt 10:22).

Conclusão

Portanto, entre esse grupo de transgressores ele lista aqueles que foram repreendidos várias vezes e não mudaram de atitude, pervertidos, prostitutas (homens ou mulheres), pessoas que gostam de subornar, traiçoeiros, sanguinários, ignorantes, aqueles que oprimem, aqueles que fazem coisas más, os que falam apressadamente, os que estão furiosos, os que apoiam os ladrões.

Diante disso, devemos vigiar para não cairmos em erros semelhantes.

Provérbios 29 estudo.

Sobre o Autor

Olá, me chamo Lázaro Correia, sou Cristão, formado em Teologia e apaixonado pela Bíblia. Aqui no Blog você vai encontrar diversos estudos Bíblicos e muito conteúdo sobre vida Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *